iFolha - Causos para sorrir; A garrafa mágica do bêbado

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 27 de Junho de 2019
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 25/06/2019
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Canal da Nicole
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 06 de Maio, 2019 - 09:40
Causos para sorrir; A garrafa mágica do bêbado

A garrafa mágica do bêbado

Certo dia, um bêbado tropeçou em uma lâmpada mágica. Dela, logo saiu um gênio que, com uma voz imponente, disse:

— Eu sou um gênio. Você tem direito a três desejos. O bêbado surpreso fez o primeiro pedido:

— Eu quero uma garrafa de pinga que nunca acabe.

— O seu desejo é uma ordem! — disse o gênio, fazendo aparecer uma garrafa dourada.

O sujeito deu várias goladas e viu que, realmente, a pinga nunca terminava.

— Muito bem. Agora, diga logo quais são os seus outros dois desejos — apressou o gênio.

O bêbado olhou para a garrafa e respondeu:

— Veja para mim mais duas garrafas como esta, porque é cachaça da boa!

 

Mosquitos inteligentes

Na casa de praia, o Luizinho, que tentava dormir de luz acesa, estava sendo atacado por pernilongos. Certa hora, não aguentando o ataque dos borrachudos, grita para o pai:

— Paiê!

— O que foi Luizinho?

— Os mosquitos estão me atacando!

— Apague a luz, filho. De luz apagada eles vão embora!

O menino apaga a luz. Nessa hora entram dois vagalumes no quarto e o garoto que grita de novo para o pai:

— Paiê!

— O que foi agora, filho?

— Agora eles estão atacando de lanterna!

 

Voltando de viagem

Ao chegar de viagem, dona Tereza pergunta para o filho de cinco anos:

— E aí, Joãozinho? Correu tudo bem por aqui na minha ausência?

— Tudo mamãe! Só teve um dia que deu uma chuva muito forte e eu fiquei com medo e o papai veio dormir “com eu”.

— Comigo, Joãozinho! — corrigiu a empregada.

— Não, Maria! Isso foi no sábado! Eu estou falando de domingo, quando choveu!

 

No consultório

Num consultório a paciente pergunta ao médico:

— Doutor, eu tenho uma dúvida sobre a pílula que o senhor me receitou.

— Pois não. Pode falar.

— Eu posso tomar com menstruação?

— Poder, pode. Mas porque a senhora não toma com água?

 

Boa resposta

Na aula de Português, a professora pergunta:

— Na frase: "O marido chega em casa de surpresa e encontra a mulher no quarto.", onde está o sujeito?

E o Joãozinho:

— Se não estiver dentro do guarda-roupa, deve estar debaixo da cama!


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
25 de Junho, 2019
Pura sintonia - 70
25 de Junho, 2019
Visite regularmente o dermatologista - 57
25 de Junho, 2019
O CD de Órfãos da Terra chegou nas lojas - 57
25 de Junho, 2019
O filme A Última Resistência chegou - 62
25 de Junho, 2019
Sobremesa de Banana - 67


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       




























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites