iFolha - A incógnita de 2020 começa a mostrar sua cara. “Talquei?”

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 11 de Dezembro de 2019
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 09/12/2019
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Cidade em Destaque
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 21 de Julho, 2019 - 15:54
A incógnita de 2020 começa a mostrar sua cara. “Talquei?”

“Enquanto a massa segue enganada com encenações e produções mambembes que malversam a realidade, os pretensos caciques se digladiam nos bastidores, na tentativa de construção de uma imagem totalmente fantasiosa de seres que, na sua formação, oscilam entre a vilania e a mediocridade”.

Mestre Baba Zen Aranes


QUALQUER ...

... que sejam as premissas que se coloquem para a análise crítica da esmagadora maioria dos quase 10 leitores que conseguem ler, todos os sábados, estes arrufos de pensamento exalados por este ser “elefarantônico”, que levem a uma reflexão sobre o futuro deste país e principalmente desta cidade, o resultado, sem dúvidas, soará como bem pior do que o próprio atual momento que já não pode ser considerado nem razoável.


NO CENÁRIO ...

... nacional, enquanto todo mundo discute a “filhocracia”, ou a trepada na goiabeira, um projeto bem amplo de destruição do estado e de tomada do poder por parte da minoria que vive da renda do vil metal está muito rapidamente sendo implantado e que, pelo menos a se comparar com o que já ocorreu e ocorre no resto do mundo, deverá resultar numa situação de precariedade e miserabilidade nunca vista neste país.

ENQUANTO OS ...

... palhaços saçaricam no picadeiro, medidas extremas são tomadas e aprovadas desmontando órgãos fundamentais e estratégicos que levaram décadas para ser implantados e que levaram o país, há menos de uma década, a ser classificado como uma das maiores economias do mundo e que estariam entre os primeiros em menos de uma década.

NA ALDEIA ...

... de “nosotros” tupi­niquins “olincapia­uenses” a situação embora um tanto quanto diferente, também não possibilita uma perspectiva muito diferente. Estaríamos indo do nada para lugar nenhum, mas também caminhando para construção de um cenário parecido com a série 3% da Netflix.

OU SEJA, ...

... para a construção de uma sociedade onde apenas este pequeno per­centual consiga ter uma vida digna, com o restante (os sobreviventes de uma espécie de arrebatamento bíblico que deverá advir com a miséria, doenças e ações da própria natureza) vivendo em verdadeiras favelas sem o mínimo suficiente para garantir sua condição universal de ser humano.

AQUI, A DICOTOMIA ...

... entre o real e o virtual, com o virtual imperando sobre o real, que parecia ter sido pelo menos amenizado, ao que tudo indica, voltou ao seu estado latente anterior. Parece que, aos poucos, a forma coronelista disfarçada de governar está voltando, ou comprovando que nunca deixou de existir. Teria sido tudo fruto da encenação ou da imaginação, como tudo é. Talquei?

E AGORA ...

... deverá se iniciar a fase em que os artistas da política começam a encenar suas imagens de guardiões da moralidade e, principalmente, caudilhos, salvadores de uma pátria que sempre tem que ser salva e transformada em paraíso para todos.

AGORA COMEÇA ...

... a fase em que os canalhas vestem suas fantasias de paladinos para fingir que promoverão a equi­dade, a justiça social, o bem estar da imensa massa empobrecida, ao contrário do que são e sempre serão, guardiões do feudalismo e da manutenção da grande maioria empo­brecida, no estado de vassalos escravizados.

E EM OLÍMPIA, ...

... ao que tudo indica, nada de novo deve surgir no front onde imperam os defensores de uma mesma ideia, ou da manutenção deste estado de coisas.

TODA A ...

... queda de braços está sendo travada dentro de um mesmo espectro ideológico. Ou seja, no espectro dos coronéis, com diferença apenas nos veículos propagadores das inver­dades repetidas que promovem a lavagem cerebral na 90% de uma população que vagueia sempre pelas incertezas provo­cadas pelo fato de ter que trabalhar hoje para comer amanhã.

TUDO FARINHA ...

... do mesmo saco. Todos se colocando a serviço de todos, mas após se elegerem, trabalham apenas para si mesmos, ou para seus pequenos grupos. E o povo, ah, este que se lasque.

POR ENQUANTO...

... temos um prefeito que acha que vai conquistar a reeleição com obras voltadas para o turismo, mas que poderá, a partir de agora, abrir a bica para a realização de obras para conquistar também a pa­tuleia que está incon­for­mada com uma Saúde desumana e que pode ter sido assassina.

O GRANDE ...

... imperador Genial, que agora é federal, embora tenha seus soldados trabalhando o desgaste do atual coronel, pode até não ter ainda um candidato definido, ou mesmo estar tramando passar por cima das desavenças e, na última hora, apoiar o atual.

DENTRO DO ...

... grupo Genial, podem surgir nomes do empre­sariado que, com certeza sonham um dia assumir um dos postos de maior notoriedade da cidade: a presidência do Thermas e a prefeitura da cidade.

DENTRO DESTE ...

... contexto, já tem gente que começa a aparecer nas fotos para, senão agora, no futuro chegar aos postos máximos de poder da cidade.

CORRENDO ...

... por fora, pode surgir dissidência no próprio grupo do coronel comandante em chefe. O insofis­mável Niquinha, que com suas estripulias políticas, vai ganhando o noticiário de maneira assídua e po­pu­laresca, possivelmente tentando herdar o clima criado pelo proto-fascismo da palhaçada que tenta tomar o país.

QUEM ...

... acompanha sua trajetória, principalmente pelas redes sociais, deve estar percebendo que o caminho que está trilhando está colhendo resultados, pelo menos é o que se vê, pelas manifestações dos internautas.

ENFIM, ...

... mesmo jurando de pé junto que está firme e forte ao lado do atual coronel mandatário, faz campanha se postando como o único que trabalha, mesmo que clientelistamente, a favor da maioria dos escravizados cidadãos desta Olímpia sofrida. E, convenhamos, dentro do cenário que estamos vivendo atualmente, isso pega.

José Salamargo – acreditando que a incógnita de 2020 começa a mostrar sua cara. “Talquei?”


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
09 de Dezembro, 2019
Não é fácil para ninguém - 200
09 de Dezembro, 2019
E vem chegando o Verão - 266
09 de Dezembro, 2019
Kevin O Chris libera a primeira parte do DVD “Evoluiu” - 194
09 de Dezembro, 2019
O filme Uma Esperança de Natal já está disponível! - 186
09 de Dezembro, 2019
Bolo de Nozes com Passas e Canela - 207


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       
























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites