iFolha - A doce espera pelo nascimento de uma criança

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 14 de Dezembro de 2018
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 13/12/2018
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Canal da Nicole
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 16 de Abril, 2018 - 13:23
A doce espera pelo nascimento de uma criança

Um dos exercícios recomendados para as grávidas é o Pilates, que prioriza o alongamento da musculatura. Lembrando que é preciso o aval do médico, a gravidez não é desculpa para se deixar levar pela preguiça! / GB Imagem



A gravidez será bem mais saudável e prazerosa se a mulher reservar momentos para cuidar da mente e de sua autoestima / GB Imagem

 

 

Gravidez não é doença e, portanto, não serve de desculpa para deixar de lado os exercícios físicos. É sim um momento especial na vida da mulher, momento de mudanças no corpo e no comportamento, momento de alegria e também de muita ansiedade. Momento de comer por dois? Não! Momento de pensar mais numa alimentação equilibrada e momento de mexer o corpo. Tudo sob a orientação e autorização do médico, é claro.

Para as mulheres que já estão acostumadas a exercitar-se, apenas terão que adequar-se, mas as sedentárias devem buscar orientação e alternativas de como poderão mexer-se.

Os exercícios trazem alívio para o estresse natural deste período além de fazer um bem enorme para o corpo.

Algumas das alternativas são caminhadas, pilates, hidroginástica, exercícios localizados e bicicleta para que as futuras mamães não fiquem paradas, com exceção daquelas impedidas pelos médicos.

As grávidas que malham ganham muito por movimentar o corpo durante a gestação, esta atitude traz benefícios para elas e seus bebês. Bem orientado e supervisionado pelo médico, o treino permite que a gestante melhore muito a sua capacidade respiratória, perca peso, fortaleça e alongue a musculatura e aumente a circulação e endorfina pelo organismo e isto dá uma enorme sensação de leveza e bem-estar.
Os especialistas contam que tudo isso ajuda muito na hora do parto, garantindo mais força e fôlego para a mamãe auxiliar o seu bebê na hora do nascimento.

Ainda tem os benefícios do pós-parto; serão quilos e gordura a menos no corpo e assim voltar à antiga forma fica bem mais fácil.

As grávidas que não estavam acostumadas a malhar devem iniciar com atividades leves. A melhor opção é a caminhada que pode ser executada até os últimos dias de gravidez.

É bom ficar atenta para algumas recomendações importantes a fim de garantir o sucesso e os benefícios das atividades físicas. A primeira coisa a fazer é conversar sobre o assunto com o médico que está acompanhando o pré-natal. É importante fazer uma avaliação física para saber como estão as articulações a fim de verificar se não existe nenhum problema que poderá ser agravado, aliás, esta é uma dica que vale para todas e todos que querem começar a praticar uma atividade física.

Outro ponto, nunca dispensar os alongamentos antes de iniciar os exercícios. Prestar bastante atenção à roupa que vai usar na hora da malhação; deve ser bem confortável, de preferência de malha. Usar sutiã reforçado que acomodem confortavelmente os seios e as calças e bermudas não podem de modo algum apertar o abdome. O tênis teve ter solado amortecedor.

Antes de malhar, alimentar-se para evitar a queda do nível de açúcar no sangue. Não descuidar do consumo de água durante o tempo em que exercitar-se.

Tenha especial atenção quanto à temperatura do corpo, não deixe que se eleve muito, pois além da sensação desconfortável, prejudica muito o bebê. Fazer intervalos e descansar entre os exercícios.

É bom ficar atenta a alguns sintomas e suspender imediatamente a prática se ocorrerem sangramentos vaginais, contrações, dor na região lombar, taquicardia, febre ou cansaço exagerado.

Lembrando mais uma vez que, constatado a gravidez, todas as atitudes devem ter o aval do médico. 


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
12 de Dezembro, 2018
Polícia faz busca e apreensão em Escritório de advocacia de Olímpia - 186
12 de Dezembro, 2018
Assaltantes levaram mais de 20 baterias da Auto Elétrica do “Dirceu” - 63
12 de Dezembro, 2018
Ex- vereador é roubado por motociclista quando esta sentado na Praça da Cizoto - 115
12 de Dezembro, 2018
Empresário é roubado e leva tiro centro da cidade - 73
10 de Dezembro, 2018
Dia 10 de dezembro: Dia do Palhaço - 58


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       




























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites