iFolha - A transparência como sinal de respeito ao cidadão.

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 12 de Novembro de 2019
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 11/11/2019
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Cidade em Destaque
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 03 de Novembro, 2019 - 20:49
A transparência como sinal de respeito ao cidadão.

“O que é público não é privado, portanto pertence a um povo, a uma comunidade. Se alguém é escolhido para comandar o que é de todos, tem como obrigação fundamental dar satisfação àqueles para quem trabalha ou ganha para representar. Quando isso não ocorre, o público passa a ter caráter de privado, e quem comanda passa a se entender proprietário, inclusive da vida e da morte de seus comandados. Aí, se está diante do limiar da tirania, onde todos são inimigos que têm que ser anulados”.  Mestre Baba Zen Aranes.

TALVEZ SEJA ...
... próprio do ser humano que é formatado pela moral, pelos costumes e formado para ser um robô que segue padrões previamente definidos, programado para ser isto ou aquilo.


SE NÃO FOR ...
... assim, fica pior. Sem essa formatação e, sem o estudo formal, raramente consegue se distanciar de seu estado animal e se limita a reagir por impulso, de forma semelhante aos animais que nascem, crescem e morrem, reagindo à fome, ao domínio do terreno, lutando pela mera sobrevivência, pela preservação da espécie (este é raro no ser humano animalizado) seguindo aquilo que os estudiosos classificaram de instinto.

MUITOS ...
... chegam ao poder em estágios distintos da evolução humana. Uns, como a maioria da população, após passarem por longo período apenas reagindo pelos impulsos inconscientes, tomam gosto pelo poder, se embebam da sensação de onipotência e rapidamente se transformam em tiranos.

OUTROS, ...
... embora letrados e já tendo superado a fase animalesca por terem recebido o alimento do conhecimento e terem exercitado a reflexão crítica, sucumbem às amarras do passado e, por não terem dominado os traumas, os complexos de sua formação inicial, se deixam dominar por esta mesma droga chamada poder, passam a ver o próximo como se estrume fosse, e acreditar que são insubstituíveis, imprescindíveis e o mundo vai acabar sem o contato com suas perfeições.

CLARO, ...
... uns poucos, casos raros, conseguem se superar e, após conseguirem enxergar e questionar a maioria das regras que lhes foram impregnadas, além de conseguirem chegar ao estágio de reflexão ampla, antes de qualquer julgamento, e passam a ver o próximo como seres que precisam ser compreendidos, realmente governam para o bem comum, para a justiça social.

NO PRESENTE ...
... caso, sem querer ser dono da verdade, mas apenas estabelecendo uma tese ou premissa neste processo reflexivo conjunto de hoje, a impressão que se tem é a de que o nosso atual mandatário pode ser encaixado na segunda tese e estaria no limiar de sua fase de tirania.

E PIOR É ...
... que parece ter entendido que as regras do jogo político eleitoral estão ai para ser manipuladas, mesmo sem fugir do regramento legal.

PARECE TER ...
... exposto, sem nenhum temor, seus sintomas de tirania e deixado ser construída a narrativa de que tem nojo dos pobres (portanto da maioria) e que governa e governará para a minoria que representa desde sua origem.

ESTAS CARACTERÍSTICAS ...
... são próprias de quem consegue movimentar as peças do jogo de xadrez com convicção e construir uma situação em que utiliza as fraquezas do sistema democrático para a perpetuação de sua tirania.

COM ARMAS ...
... poderosas como a utilização de suas prerrogativas de função para espalhar o medo e forçar o respeito às suas intransigências, constrói um quadro de destruição a qualquer tipo de oposição, que pode correr o risco de ter que criar candidaturas contrárias falsas para poder legitimar sua própria reeleição.

AÍ PRINCÍPIOS ...
... como os da Impessoalidade; o da Moralidade no que tange à ética, por exemplo na contratação de comissionados; e o da Publicidade, no que tange a transparência nos atos públicos, são deixados de lado, ou cumpridos parcialmente, pois os fins passam a justificar os meios e, como o governo passa a ter caráter de privado, não existe público para ser informado.

COMO DIRIAM ...
... os estudiosos das máximas políticas: “aos amigos tudo, aos inimigos a lei”.

José Salamargo – Quem sabe um super-homem ou uma supermulher venha nos restituir a glória, mudando como um Deus o curso da história ...


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
11 de Novembro, 2019
CPFL diz que trabalho de melhoria na rede causou piques de energia na segunda-feira - 59
11 de Novembro, 2019
Fim de semana festivo - 84
11 de Novembro, 2019
Mexeu, Remexeu, tudo de novo aconteceu. Brechó Mexe Remexe. - 71
11 de Novembro, 2019
“Niquinha” admite possibilidade de terceiro mandato à frente do Olímpia FC - 123
11 de Novembro, 2019
Aluna desacata e xinga inspetora de alunos na escola “Reis Neves” - 52


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       






















Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites