iFolha - Aprenda como amadurecer frutas

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 15 de Abril de 2021
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 15/04/2021
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Cidade em Destaque
Radio iFolha
TViFOLHA


Olimpia, 29 de Março, 2021 - 10:15
Aprenda como amadurecer frutas

Aprenda como amadurecer frutas

A maioria das frutas é colhida e vendida antes de estar totalmente madura. Isso acontece porque durante o transporte e a chegada às feiras e aos supermercados, elas precisam estar conservadas e firmes. Cada fruta tem o seu ponto ideal de amadurecimento, ou seja, melhor fase do alimento, cujo sabor e textura estão adequados para o consumo. Mas, em algum momento, é possível comprar frutas que ainda precisam amadurecer. Se isso acontecer mantenha as frutas com amadurecimento tardio em lugares quentes para acelerar seu metabolismo. Você pode embrulhá-las em papel ou sacos plásticos perfurados, se possível junto com um pedaço de fruta já madura, para concentrar o gás do amadurecimento, o etileno. Não deixe as frutas em embalagens fechadas, pois isso irá sufocá-las e prejudicar o amadurecimento adequado.

 

Tipos de queijo

- Gruyére: O Gruyère brasileiro é bem diferente da versão suíça e apresenta características bem próximas ao queijo Emmental. O seu sabor é suave e adocicado e a textura é macia. A harmonização com a carne resulta em uma experiência única de sabor.

- Gorgonzola: com sabor intenso e picante, tem uma consistência mais cremosa. Para os lanches, uma ótima pedida é servir com cebolas caramelizadas ou rúcula e mel, justamente pelo contraste entre o doce e o salgado. Misturá-lo com iogurte ou creme de ricota para fazer um molho é uma boa opção também.

- Reino: de gosto mais acentuado e picante, tem textura firme que derrete na boca. Fica excelente com pães do tipo preto e australiano. Quando é derretido sobre carnes e hambúrgueres, harmoniza perfeitamente com bacon ou ingredientes mais úmidos, como o molho chimichurri, de cebola ou vinagrete.

 

Croquetas

Típicas da Espanha, as croquetas são diferentes do croquete brasileiro. A forma é praticamente a mesma, o que muda é o recheio. Enquanto a versão nacional leva carne, a croqueta tradicional é feita com presunto e molho bechamel, marcado pelo sabor do louro. É empanado e frito, como o salgadinho que conhecemos. O segredo da croqueta está no recheio com o presunto alemão, uma especialidade originada do Presunto Floresta Negra, típico do sul da Alemanha. O que dá origem ao seu sabor único é uma combinação de fatores: corte especial do pernil suíno, em peça única, sem pele, com uma fina camada de gordura, marinado em um tempero que leva zimbro e folhas de louro. Depois, o presunto passa por um banho com corantes naturais, como carmim e beterraba, e vai para o cozimento e para a defumação, até atingir a textura macia e suculenta e seu sabor característico.

 

Lasanha

Com origem incerta, a lasanha é considerada um prato italiano, mas gregos, romanos e até ingleses criaram pratos semelhantes ao longo da história. O fato é que pesquisadores britânicos alegam que o primeiro livro de receitas da Inglaterra, escrito por cozinheiros a serviço do rei Ricardo II em 1390, continha uma receita de “loseyns”, que alterna camadas de uma massa de cereal não identificada, um caldo, especiarias como canela e açafrão e queijo ralado; um prato bem parecido com a lasanha. Independentemente da sua origem, a lasanha está presente no nosso cotidiano, tanto pelo seu sabor único, quanto pela sua praticidade e versatilidade. Com variadas opções de recheio, pode levar molhos à base de carne, frutos do mar, vegetais, entre outros. O queijo não pode faltar, seja entre as camadas de massa ou ralado por cima para derreter e gratinar. Preparar a lasanha pode até ser fácil, mas o processo vai além de intercalar o molho, o recheio e cozinhar no forno.

Dicas para fazer a lasanha perfeita, que despertará o apetite mesmo antes de servir. Confira:

- Faça a lasanha com, no máximo, quatro camadas. Mais do que isso, o prato fica enjoativo e difícil de servir.

- Não exagere na quantidade de recheio para que a massa não desapareça entre tantos ingredientes.

- A lasanha deve ser colocada no forno preaquecido, bem quente. Nos primeiros 15 minutos, deixe-a coberta com papel alumínio. Depois, retire-o para dourar o prato.

- Para evitar que os pedaços desmanchem, espere esfriar um pouco antes de servir.


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
15 de Abril, 2021
Bombeiro incendiário teve que ser escoltado para prestar depoimento na prefeitura e cinco entidades representativas de jornalistas formam comissão para acompanha caso do editor da Folha, foram os temas do Cidade em Destaque de quarta-feira, 14.04.2021. - 24
15 de Abril, 2021
Cidade em Destaque de terça-feira, 13.04.2021 comentou a intolerância e ódio incontidos: advogados jogam ácido em carro de outro advogado. - 25
14 de Abril, 2021
Com 06 mortos em 03 dias Olímpia vai a 18 em abril e 172 na pandemia - 108
14 de Abril, 2021
Casos confirmados de covid caem de 50 para média de 30 por dia - 88
14 de Abril, 2021
Pista da ponte da Waldemar com Aurora está interditada - 65


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       














Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites