iFolha - Asma, muito calor pode dificultar a respiração

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 21 de Janeiro de 2021
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 20/01/2021
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Cidade em Destaque
Radio iFolha
TViFOLHA


Olimpia, 02 de Janeiro, 2021 - 19:45
Asma, muito calor pode dificultar a respiração

Asma, muito calor pode dificultar a respiração

Mudanças bruscas de temperatura, o uso de ar condicionado prolongado, poeira doméstica, mofo, poluição e até o uso de cloro pode desencadear uma crise de asma. Até mesmo os pelos dos animais, por mais bem tratados que sejam, podem afetar a vida de quem tem a doença. Pesquisas demonstram que o período de dezembro a março é o campeão das internações devido às crises asmáticas. E é preciso relembrar os cuidados extras que os asmáticos devem ter em relação ao novo coronavírus.

A variação climática nessa época do ano é comum e responsável pelo revezamento entre o ar frio e quente, que gera o estreitamento dos brônquios dificultando a entrada e saída de ar dos pulmões, e que na maioria das vezes traz à tona sintomas como tosse, falta de ar, chiado e aperto no peito. Em situações de muito calor, o funcionamento do aparelho respiratório muda e fica desidratado por causa da baixa umidade do ar.

Pneumologistas explicam que as doenças respiratórias são frequentes durante todo o ano, sendo mais incidentes no outono e inverno, mas alerta que no verão sua prevalência também é significativa e merece atenção. Essa condição climática predominante nos meses mais quentes do ano torna, inclusive, as atividades físicas mais desgastantes, levando também ao ressecamento das vias aéreas, da pele, deixando o indivíduo mais sensível à poluição. É recomendada maior ingestão de líquidos e a realização de exercícios fora dos horários de pico de calor.

O tratamento da asma tem três pilares: ação educativa do paciente e seus familiares para controle da doença, higiene do ambiente e tratamento farmacológico de manutenção e tratamento da crise. Entre os medicamentos mais indicados estão os broncodilatadores de ação imediata. Recomendados para o tratamento da crise aguda de asma, eles podem ser utilizados na forma inalatória através de spray ("bombinhas") ou via nebulização. Em casos mais severos, é necessária a utilização de anti-inflamatórios por via oral ou endovenosa, por um curto período. Sempre sob recomendação médica, a automedicação jamais deve ser adotada.

Há medidas domiciliares que podem auxiliar a pessoa que tem asma a evitar as crises ao longo do ano. É possível ter uma boa resposta com procedimentos domésticos, tais como usar umidificadores de ar, limpar a casa com pano úmido, não levantar poeira com espanador ou vassoura, evitar odores fortes, animais de sangue quente, plantas e, principalmente, contato com fumaça de cigarro e realizar a manutenção correta do ar condicionado.  

A asma não tem cura. É uma doença crônica que se tratada de forma adequada, proporciona qualidade de vida ao seu portador. O indivíduo asmático é submetido a um tratamento contínuo para manter a doença sob controle.

Seguem algumas dicas de como se prevenir do agravamento dos sintomas da asma em meio às férias de verão: elabore com o seu médico, um plano de ação com estratégias para evitar as crises, para o tratamento de manutenção da asma e leve uma cópia com você. Para crianças e adolescentes que costumam acampar, é importante deixar uma via com o profissional responsável; a qualidade do ar tende a ser melhor nas primeiras horas do dia para evitar a poluição atmosférica proveniente do tráfego pesado; ao fazer reservas em hotéis, peça por um quarto ensolarado, seco e longe de piscinas cobertas; certifique-se de que todos os medicamentos necessários para o seu tratamento (conforme descritos no seu plano de ação) estão em seu poder com suas embalagens originais e respectivas bulas; ao incluir as medidas de prevenção da asma em seu planejamento de férias, você aumenta suas chances de se divertir, descansar e ter férias de verão saudável.

E, mais uma vez, fique atento às normas de prevenção contra a Covid-19.

 


 


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
20 de Janeiro, 2021
Com apenas 640 doses, vacinação em Olímpia começa na 5.ª feira às 08 horas na Santa Casa - 210
19 de Janeiro, 2021
Com 550 casos em apenas 19 dias, mês de janeiro já é o 3.º com maior número de infectados com o novo coronavírus - 151
19 de Janeiro, 2021
Olímpia registra 03 mortes por covid-19 na terça-feira e chega a 08 mortos em janeiro - 369
19 de Janeiro, 2021
Verminose não é doença de criança! - 102
19 de Janeiro, 2021
Embu das Artes, um lugar para conhecer e se apaixonar - 106


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       








Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites