iFolha - Casos aumentando nos últimos dias já pode ser efeito do “estouro da boiada” do 7 de setembro

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 18 de Setembro de 2020
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 17/09/2020
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Cidade em Destaque
Radio iFolha
TViFOLHA


Olimpia, 13 de Setembro, 2020 - 17:52
Casos aumentando nos últimos dias já pode ser efeito do “estouro da boiada” do 7 de setembro

NÚMEROS PANDÊMICOS!
Na média dos últimos 14 dias, cidade ainda
fechou a semana com queda de mais de
30%. Dois bebês, um de 11 meses e outro de
01 ano, apareceram como contaminados junto
com os 47 da sexta-feira, 11, quando Olímpia
chegou a 2079 casos confirmados.

Depois de vários dias de queda significativa no número de casos positivos, nos últimos dias Olímpia voltou a aumentar a quantidade de contaminados com o novo coranaví­rus, mas sem atingir as médias do agosto. No entanto, o novo aumento já pode ser um prenúncio de que a curva poderá voltar a ficar ascendente em razão do chamado “estouro da boiada” verificado no feriado prolongado do dia 7 de setembro.

É que os sintomas de contaminação começam a surgir entre segundo e quarto dias e o resultado dos exames mais outros 4 a 5 dias, mas também podem ser percebidos mais tardiamente, ainda podendo levar alguns dias para que o possível estrago na situação possa ser sentido com mais intensidade.

POPULAÇÃO PARECE QUE

PERDEU A NOÇÃO

DA REALIDADE E

ACREDITA QUE PANDEMIA ACABOU

O fato é que além de a cidade ter recebido milhares de turistas (que ficam apenas o feriado e retornam para as suas cidades) e também teve milhares de olimpienses viajando para praia e outros locais turísticos nas redondezas e promovendo muitas festas e reuniões com dezenas de pessoas em chácaras, casas de temporada, ranchos e outras instalações à beira dos rios, principalmente o Rio Grande.

Na internet, nas redes sociais, foram centenas de registros de postagens de festas e aglomerações registra­das descaradamente por pessoas que não usavam máscaras e nem cumpriam o distanciamento.

Pelas manifestações dos registros nos comentários na web, a sensação que se tem é a de que grande parte da população está acreditando que a pandemia já está controlada e até que não existe mais, não se importando com o registro de seis mortes nos nove dias de setembro, e com o fato de a displicência e a falta de observação das medidas de distanciamento (principalmente ficar longe de aglomerações), a higiene e utilização de máscara podem provocar uma chamada segunda onda da epidemia pela total falta de conscientização dos chamados cidadãos.

MESMO COM AUMENTO

DOS ÚLTIMOS DIAS

MÉDIA CONTINOU EM QUEDA

Esta semana a secretaria da Saúde fez o seu primeiro computo de casos na terça-feira, 08, por causa do feriado. Neste dia, acumulando-se resultados de quatro dias, foram registrados 33 positivos; na quarta-feira foram 44; na quinta-feira 29; e na sexta-feira 47.

Na média dos últimos 14 dias, a cidade ainda assim fechou a semana com queda de mais de 30%. No dia 28 de agosto estava com média de 36,7 casos por dia e chegou nesta sexta-feira, 11, com média de 25,7%.

Na sexta-feira, 11, a Saúde recebeu 59 resultados negativos e 47 positivos para Covid. Além disso, 12 notificações suspeitas foram registradas e, por outro lado, mais 138 pessoas estão recuperadas.

Com as atualizações, Olímpia possui 2.079 casos confirmados, dos quais 1.905 estão curados (91%), 48 vieram a óbito e 16 estão internados em hospitais de Olímpia, Barretos e Rio Preto (04 em UTI, 02 Suporte Ventilatório e 10 na enfermaria). O município aguarda resultados de 128 suspeitos, incluindo dois hospitalizados (01 no Suporte Ventilatório e 01 na Enfermaria).

AS IDADES E OS

PERCENTUAIS DE

NOVOS CASOS

Os casos positivos são 23 mulheres (11 meses, 19, 20, 22, 23, 26, 29, 30, 31, 34, 36, 38, 39, 43, 44, 44, 45, 52, 55, 58, 61, 63 e 72 anos) e 24 homens (1, 13, 23, 27, 29, 30, 32, 33, 34, 34, 36, 37, 40, 42, 50, 51, 54, 55, 55, 58, 59, 62, 63 e 84).

Entre os 47 confirmados na sexta-feira, 11, apareceram dois bebês, um de 11 meses e outro de um ano. São 23 mulheres (48,93%) e 24 homens (51,06%). Destes, 25 (53,19%) eram de pacientes com menos de 40 anos. Já 16 pessoas (34,04%) foram confirmadas com idade entre 40 até 59 anos. Já entre os de 60 anos e mais foram 06 (12,76%).

OS OUTROS

RESULTADOS

DA SEMANA

Na quinta-feira, 10, foram 29 casos positivos, mais um óbito, 46 notificações suspeitas e Olímpia chegou a 2.032 casos confirmados, dos quais 48 vieram a óbito e 11 estavam internados em hospitais de Olímpia, Barretos e Rio Preto (04 em UTI e 07 na enfermaria). O município aguardava neste dia resultados de 146 suspeitos, incluin­do três hospitalizados (01 UTI, 01 no Suporte Ventila­tório e 01 na Enfermaria). 

Já na quarta-feira, 09, foram 44 positivos, um novo óbito, 35 notificações e Olímpia chegou a 2.003 casos confirmados, dos quais 47 vieram a óbito e 16 estavam internados em hospitais de Olímpia, Barretos e Rio Preto (06 em UTI, 01 em Suporte Ventilatório e 09 na enfermaria). O município aguardava resultados de 128 suspeitos, incluindo dois hospitalizados (01 no Suporte Ventilatório e 01 na Enfermaria).

Na terça-feira, computando-se também os casos ocorridos no sábado, no domingo e na segunda-feira (feriado de 07 de setembro), Olímpia registrou 33 positivos, confirmou o óbito, de um senhor de 74 anos e recebeu 77 notificações suspeitas. Neste dia Olímpia possui 1.959 casos confirmados, dos quais 1.734 estão curados (88%), 46 vieram a óbito e 18 estavam internados em hospitais de Olímpia, Barretos e Rio Preto (07 em UTI, 01 Suporte Ventilatório e 10 na enfermaria). O município aguardava resultados de 149 suspeitos, incluindo dois hospitalizados (01 na UTI e 01 no Suporte Ventilatório).

SANTA CASA TINHA

18 INTERNADOS NA

QUARTA-FEIRA

A Santa Casa de Olímpia, através de sua página no Facebook, por volta de 17 horas da sexta-feira, 11, informou que na ala para tratamento de Covid-19 (2.º e 3.º andares do hospital) havia 19 pacientes internados, com 05 leitos de UTI ocupados (50%), 04 dos cinco leitos de suporte ventilatório pulmonar tomados (80%) e 09 na enfermaria (30%) que tem 30 leitos.

Na enfermaria, havia 09 pacientes, todos com covid-19 (06 de Olímpia, 02 de Severínia e 01 de Guaraci).

Nos leitos de suporte ventilatório, 04 pacientes, todos com covid (02 de Severínia e 02 de Olímpia).

Na UTI, estavam 05 internados, todos positivos para covid-19 (01 de Olímpia, 03 de Severínia e 01 de Cajobi).

Desde o início da pandemia o hospital registrou 36 óbitos, sendo 23 de Olímpia, 05 de Cajobi, 05 de Severínia, 01 de Altair, 01 de Colina e 01 de Guaraci. Também foi registrado um óbito por suspeita da Covid-19, de paciente de Severínia.


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
17 de Setembro, 2020
Após seis dias sem óbitos, Olímpia registra mais dois e chega a 50 mortes na 4.ª feira - 249
17 de Setembro, 2020
Cidade em Destaque de quinta-feira, 17, divulga em primeira mão que Thermas abre no dia 1.º de outubro e a volta dos mototáxis. - 107
17 de Setembro, 2020
Thermas confirma a reabertura do Parque Aquático em 1º de outubro - 231
16 de Setembro, 2020
Com mais 25 positivos na quarta Olímpia mantém a média de casos - 99
16 de Setembro, 2020
Secretário do Turismo cita o Thermas para ilustrar importância do turismo - 229


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       








Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites