iFolha - Prefeitura confirma que só 23% do esgoto é tratado em Olímpia iFolha - Causos para sorrir; Música na praça

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 17 de Agosto de 2018
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 15/08/2018
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Canal da Nicole
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 02 de Outubro, 2017 - 19:38
Prefeitura confirma que só 23% do esgoto é tratado em Olímpia


Embora não seja o desejo do prefeito Fernando Augusto Cunha, em relação ao tratamento de esgoto no município de Olím­­pia, o fato que foi confirmado na sexta-feira desta semana, dia 29, pela assessoria, é que somente 22,88% do esgoto são tratados no município. Segundo a assessoria da Prefeitura Municipal, o restante é jogado in natura nos rios Olhos D’água e Cachoeirinha.

A questão veio à tona novamente em razão de, na quarta-feira desta semana, dia 27, o jornal Diário da Região, de São José do Rio Preto, publicou uma reportagem que coloca Olímpia como a cidade da região que mais joga DBO (carga poluente do esgoto) nos rios da região.

O Atlas Esgotos, elaborado pela Agência Nacional de Águas, coloca Olím­pia como a cidade da região que mais joga DBO (carga poluente do esgoto) nos rios da região de Rio Preto.

De acordo com o documento, a cidade deixa de tratar 77,2% do esgoto captado, o que gera uma carga de 2.078,1 quilos dias de DBO. Os dados são do maior estudo já feito, com informações de 2013.

Apesar disso, o prefeito explica que o plano de implantação da infraestru­tura para o tratamento da totalidade de esgoto completou 5 anos em 2017 sem a sua conclusão, mas que está enquadrado num programa do DAEE – Departamento de Águas e Energia Elétrica, chamado Água Limpa, sendo, assim, construído por meio de um Convênio (DAEE 2011/11/00319.0 e 29/12/2011) firmado com o Governo do Estado, com investimento inicial de R$ 21 milhões.

“A sua concepção é suficiente para atender a uma população estimada de 61 mil habitantes. Atualmente, a obra está 60% realizada, sendo que, para a conclusão dos outros 40%, são necessários investimentos da ordem de R$ 18 milhões”, explica Cunha.

Dessa forma, segundo o prefeito, a obra para tratar 100% de esgoto do município está paralisada por falta de recursos do DAEE. “O município tem estado em constante contato com o departamento para que as obras prometidas e já iniciadas pelo Estado sejam retomadas com a máxima urgência”, acrescenta.

A Prefeitura teve dificuldades para fazer com que as obras nessa área acompanhasse o crescimento turístico da cidade, justamente “porque Programa Água Limpa do DAEE está paralisado desde 2014, por isso a deficiência em atingir os 100% de esgoto tratado”.

Enquanto isso, o município construiu uma Estação Compacta de Tratamento de Esgoto “Córrego dos Pretos”, no ano de 2013 e a ampliou em 2016. “A estação trata 22,88% do esgoto da cidade. Atualmente, encontra-se em fase de licencia­men­to ambiental um novo projeto de uma estação compacta de tratamento de esgoto que vai tratar mais 16% do esgoto da cidade. Além disso, desde o início da gestão, temos tratado o assunto como prioridade”.

De acordo com Fernan­do Cunha, em 26 de janeiro, o município recebeu a visita dos engenheiros do DAEE – Departamento de Águas e Energia Elétrica.  A visita foi um pedido que fiz, antes mesmo de assumir o mandato, em reunião com Benedito Braga, secretário estadual de Saneamento e Recursos Hídricos, Ricardo Salles, secretário estadual do Meio Ambiente e Ricardo Daruiz Borsari, superintendente do DAEE. Os engenheiros estiveram em Olímpia para discutir entre outros assuntos, a retomada das obras da ETE.

“Uma prioridade dessa gestão, pois, no início do ano, a prefeitura e novos loteamentos do município foram multados pela CETESB porque a cidade não tem esgoto 100% tratado. Várias gestões junto ao Estado estão sendo feitas para que a obra seja retomada o mais breve possível”, reforça.

Ifolha

Olimpia, 05 de Fevereiro, 2018 - 11:57
Causos para sorrir; Música na praça

Música na praça

Um músico tenta ganhar uns trocados tocando violão no meio da praça, até que chega um fiscal e lhe pergunta:

— Desculpe, mas o senhor tem licença para tocar aqui?
O violonista balança a cabeça negativamente, sem parar de tocar.
— É uma pena — diz o fiscal. — Então, por favor, queira me acompanhar!

— Será um prazer — diz o músico, sorrindo. — Que música o senhor quer cantar?

 

O assalto

Um assaltante aborda o Manoel no meio da rua.

— Pare! — grita ele.

— Impare! — grita de volta o Manoel, estendendo três dedos.

— Mas eu estou te roubando! — explica o assaltante.

— Ah! Então não brinco mais!

 

Porcos-espinhos

Na aula de Zoologia, o professor pergunta para aquela aluna que nunca estudava:

— Ritinha, você sabe como os porcos-espinhos mantêm relações sexuais?

E ela, rápida:

— Com muito cuidado, professor! Com muito cuidado!

 

Papo de mulher

Duas mulheres saíram para beber e colocar a fofoca em dia. Após contarem as novidades, chega a amiga alemã de uma delas. O assunto logo muda para um dos temas femininos preferidos: homens.

A primeira começa a reclamar do ex-marido e de como ele não faz nada direito. A segunda conta como os homens solteiros não querem saber de compromisso. Ainda aprendendo o Português, a estrangeira tenta entrar na conversa, mas fica em dúvida sobre uma palavra e pergunta:

— Vocês têm uma palavra no Brasil para um homem interessante? As brasileiras se olham, riem e respondem ao mesmo tempo:

— Sim! Turista!

 

Na farmácia do português

O sujeito liga na farmácia e pergunta:

— Seu Manuel, tem vitamina efervescente?

— Tem. Você quer de 1 ou 2 gramas?

— Qual a diferença, seu Manuel?

— 1 grama.

 

Perigo no ar

Um fotógrafo daquele famoso jornal precisava fazer um serviço urgente: fotografar uma gigantesca queimada em uma reserva florestal.

Depois de chegar ao aeroporto, ele pede o aluguel de um pequeno avião e corre para pista. Lá ele encontra o piloto com o motor ligado, entra no avião e grita:

— Vamos!

O piloto taxia pela pista e decola. Em pleno voo, o fotógrafo diz:

— Você está vendo aquela fumaça lá na frente? Quero que você chegue o mais próximo que puder!

— Mas por quê? — pergunta o piloto.

— Ué, pra tirar minhas fotos! Eu sou fotógrafo!

O piloto fica alguns segundos em silêncio e diz:

— Deixa de brincadeira, vai? Fala logo que você é o meu professor de pilotagem!

 

Prova oral

Dia de prova oral. A professora chama o primeiro aluno e explica as regras:

— Joãozinho! Não sei se você conhece as regras, mas na prova oral você não pode olhar para os lados, nem consultar nenhum material.
— Para cada pergunta que eu fizer a sua resposta tem que ser oral.

Entendeu?

— Entendi, fessora...

— Então vamos começar: quem descobriu o Brasil?

— Oral...


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
15 de Agosto, 2018
Xande é preso por tráfico e denunciado como o autor do roubo de R$ 150 mil da AFPMO - 317
15 de Agosto, 2018
Menor é espancado por seguranças e servente sofre traumatismo craniano - 346
15 de Agosto, 2018
HB20 foi incendiado e moto e bolsa furtados em noite movimentada no Recinto do Fefol - 180
15 de Agosto, 2018
Diretor de escola de samba é preso por tráfico durante o Fefol - 347
13 de Agosto, 2018
Hugo Moura está faturando em presença vip - 99


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       






























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites