iFolha - Com reclassificação para UTI II valor recebido do SUS pela Santa Casa aumentará mais de 10 vezes

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 17 de Dezembro de 2017
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 13/12/2017
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Social
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Coluna do Ivo
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Olímpia FC - TV
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 26 de Novembro, 2017 - 22:25
Com reclassificação para UTI II valor recebido do SUS pela Santa Casa aumentará mais de 10 vezes

Com a reclassificação da Unidade de Cuidados Intensivos (UCI), antes Unidade de Terapia Intensiva Tipo I, da Santa Casa de Olímpia, para Unidade de Terapia Intensiva (UTI), Adulto Tipo II, o hospital passará a ser remunerado em mais de 10 vezes mais do que vem recebendo pelos serviços de atendimentos intensivos que tem prestado para o Ministério da Saúde.

Pelo menos foi essa a informação que foi confirmada na tarde de sexta-feira, dia 24, pela provedora da Santa Casa, Luzia Cristina Contim (foto), à reportagem desta Folha da Região. Ela se baseia em uma publicação feita pela Secretária Estadual de Saúde, na página 43, do Caderno 1, do Diário Oficial do Estado (DOE), na edição de quinta-feira desta semana, dia 23.

“Município de Olímpia – reclassificação de 5 leitos de UCI-a (antes, UTI Adulto Tipo I) para UTI Adulto Tipo II, código de habilitação 26.01 no CNES, Santa Casa de Misericórdia de Olímpia, CNPJ  53.227.229/0001-20,  CNES  2082845,  sob a gestão municipal. A unidade está inserida no Plano de Ação Regional da Rede de Urgência/Emergência da RRAS 13, cujo Plano foi aprovado pela Portaria GM/MS 71, de 09-01-2014. Impacto financeiro para a re­classi­ficação dos 5 leitos: mês R$ 51.665,75, ano R$ 619.989,00. Incentivo financeiro para 4 leitos de UTI da RUE: mês R$ 35.180,16, ano R$ 422.161,92”, consta na publicação confirmada pela reportagem.

Embora ainda não seja um valor considerável para administrar o hospital, já que há instituições que já recebem muito mais por ano, trata-se de uma questão que faz a provedora da Santa Casa de Olímpia comemorar o reajuste já obtido, ainda na esfera estadual.

De acordo com a provedora, atualmente o hospital recebe o valor de R$ 98.764,75 por ano pelos serviços que presta pelos tratamentos intensivos e, depois da homologação do Ministério da Saúde, passará a receber, R$ 1.032.000,00¸ ou seja, mais de 10,5 vezes o atual valor. “Agora, a luta tem que ser em Brasília para que façam a habilitação rapidamente”, comentou a provedora.

 



Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
13 de Dezembro, 2017
Daemo assina contrato para perfuração e reestruturação de poços - 109
13 de Dezembro, 2017
Programação cultural do Natal Encantado continua nesta quinta - 87
13 de Dezembro, 2017
Jurista Luiz Flávio Gomes faz palestra na Casa do Advogado nesta quinta-feira - 114
13 de Dezembro, 2017
Trabalhador fica assustado ao saber de dívida de R$ 200 mil em loja de eletrodomésticos - 668
13 de Dezembro, 2017
Estelionatário vende panela por R$ 100, mas cobra R$ 1000, no cartão de crédito - 429


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       






























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites