iFolha - Coronavírus mata mais duas mulheres de Olímpia. Uma delas era interna no Abrigo

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 06 de Março de 2021
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 06/03/2021
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Cidade em Destaque
Radio iFolha
TViFOLHA


Olimpia, 16 de Fevereiro, 2021 - 13:47
Coronavírus mata mais duas mulheres de Olímpia. Uma delas era interna no Abrigo

A BOIADA FOI PRO BREJO E TIRARAM O BREJO!
103º e 104º óbitos aconteceram no Hospital do Amor de Bebedouro, uma na segunda e outra na madrugada de terça. Em fevereiro, agora são sete mulheres e um homem que perderam a vida por complicações da covid-19. Três nos últimos três dias.



As 103.ª e 104ª vítimas fatais do novo coronavírus em toda a pandemia (sétima e oitava em fevereiro) são duas mulheres, uma de 71 e outra de 97 anos, esta última interna do Abrigo São José (a segunda residente na entidade a morrer com exame positivo para a doença).

A 103.ª morte ocorreu no dia 15 no hospital do amor em Bebedouro e tirou a vida de Fidelcina Costa Marques (foto), de 71 anos de idade. Segundo o perfil do Facebook da advogada Helena de Souza Pereira, os familiares e amigos estão inconformados com sua partida e porque, segundo informações, o marido e a filha também estariam internados e intubados na UTI do mesmo hospital em Bebedouro.


Já a 104ª morte oficial ocorreu na madrugada desta terça-feira, 16, também em Bebedouro, quando veio a óbito Elcídia Marçal de Menezes, de 97 anos, que era residente no Abrigo São José e também estava internada no hospital de Bebedouro.

Não oficiais, entretanto, direta e indiretamente, em razão da doença provocada pelo vírus, a covid-19, há quem acredite que já esteja superando as 200 mortes.

OITO MULHERES E UM HOMEM
MORTOS EM FEVEREIRO

Agora, Olímpia soma oito mortes em 15 dias, sete mulheres e um homem, o que faz voltar à média de antes da fase vermelha, em janeiro, que era de um óbito a cada 2 dias.

Por outro lado, com 104 casos registrados até aqui, o município continua a ter o maior número de casos de mortes por Covid-19 por 100 mil habitantes da região (DRS V), com 188 óbitos por 100 mil.

Na conta feita pelos especialistas, divide-se o número de mortes (104) pelo número de habitantes (55.130) e depois multiplica o produto por 100 mil, o que dá um resultado de 185.

Para se ter uma ideia, Barretos, que é a maior cidade da região a que pertence Olímpia (a DRS V) e que registrou mais dois óbitos na segunda-feira, com 191 mortes e 122.833 habitantes o número é de 155 mortos por 100 mil habitantes.

AS OITO ÚLTIMAS VÍTIMAS
DO NOVO CORONAVÍRUS:
07 MULHERES E UM HOMEM

Fevereiro teve o seu primeiro óbito por complicações da Covid-19 e a 97.ª morte de toda a pandemia na terça-feira, 02 de fevereiro: uma mulher de 86 anos. Maria Monteiro Dias Barros estava internada na Santa Casa de Olímpia desde o dia 18 de janeiro.

Na quarta-feira, 03, mais uma mulher de 86 anos veio a óbito por complicações da Covid-19: Genny Gazige Pegoraro. Ela também estava internada na Santa Casa local. Foi o segundo de fevereiro e o 98º da pandemia.

Na sexta-feira, 05, quem perdeu a vida em razão de complicações da Covid-19 foi Célia de Fátima Benevides, 63 anos, a 99ª vítima, que havia sido internada na Santa Casa de Olímpia na terça-feira, dia 02.

Na segunda-feira, 08, foi confirmada pela Saúde a morte nº 100 da pandemia e a quarta de fevereiro. Às 07 horas da manhã de sábado, 06, veio a óbito, Rosa Aparecida Galeti, 67 anos. Ela nem chegou a ser internada, morreu ao ser atendida na UPA.

O 101.º óbito por complicações da covid-19 em Olímpia aconteceu na terça-feira, 09, e tirou a vida de Maria de Oliveira Pereira, 77 anos. Ela estava internada em Bebedouro.

O primeiro homem a morrer por Covid-19 em fevereiro, o 102º de toda a pandemia, foi Antônio Crepaldi (deixa os filhos Sandra e Cássio), ocorrido no domingo, 14, também antes de ser internado, quando estava sendo atendido na UPA.

A 103.ª morte ocorreu no dia 15, no hospital do amor em Bebedouro, e tirou a vida de Fidelcina Costa Marques, de 71 anos de idade.

Já a 104ª morte ocorreu na madrugada desta terça-feira, 16, também em Bebedouro, quando veio a óbito, Elcídia Marçal de Menezes, de 97 anos, que era residente do Abrigo São José e também estava internada no hospital de Bebedouro.

O QUE DIZEM OS NÚMEROS
São 60 homens (57%) e 44 mulheres (42%). Dos 104 óbitos registrados até aqui, o mais novo tinha 24 anos e o mais velho 97. Apenas 08 deles tinham até 39 anos (7,69%). 11 tinham entre 40 e 59 anos (10,57%). 53 entre 60 e 79 anos (50,96%). E 32 com mais de 80 anos (30,76%).


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
06 de Março, 2021
Cidade em Destaque de sexta-feira, 05.03.2021, abordou novas medidas da fase vermelha e sobre os números da pandemia cada vez piores. - 23
04 de Março, 2021
Cidade em Destaque de quinta-feira, 04.03.2021 especial procurou entender o novo decreto da fase vermelha publicado pelo prefeito. - 70
04 de Março, 2021
Mais mortes por Covid, mais escolas com alunos infectados e a nova fase vermelha de Dória foram os temas do Cidade em Destaque de quarta-feira, 03.03.2021. - 72
04 de Março, 2021
Cunha publica novo decreto com medidas mais rígidas e anuncia que vai endurecer a fiscalização - 243
04 de Março, 2021
Olímpia passa de 5 mil positivados e de 50 internados na quinta-feira - 138


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       


















Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites