iFolha - Decretada preventiva de “Tavinho Monobloco” pego com seis porções de droga em sua casa

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 19 de Março de 2019
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 18/03/2019
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Canal da Nicole
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 06 de Janeiro, 2019 - 17:18
Decretada preventiva de “Tavinho Monobloco” pego com seis porções de droga em sua casa

Em audiência de custódia realizada no plantão judiciário de Barretos, o vendedor Augusto Pugim Silva, o “Tavinho Monobloco”, de 25 anos, morador na rua Salandro Montini, no Quinta das Colinas, teve sua prisão preventiva decretada. Ele havia sido autuado em flagrante acusado de tráfico de drogas em Olímpia.

O flagrante aconteceu na tarde de quarta-feira, dia 2, por volta das 16h45, quando a Polícia Militar se encontrava em patrulhamento na avenida Alberto Oberg, quando abordaram o veículo Hyundai, prata, ocupado por “Tavinho Monobloco” e sua amásia.

Nada de ilícito foi encontrado no veículo. No entanto, questionado pelos policiais sobre as denúncias de trafico de drogas, ele teria confessado sobre a existência de entorpecentes em sua residência. Na casa foram encontradas quatro porções de maconha e duas de cocaína, além de R$ 28,70.

Também foram encontradas três folhas manuscritas com anotações de venda de drogas e um aparelho celular com diálogos, além de fotos no aplicativo WhatsApp referentes ao tráfico. Segundo a Polícia Militar , “Tavinho” teria admitido que a droga lhe pertencia e que era comercializada por R$ 1 mil o quilo.

Já na delegacia de polícia de Olímpia, em depoimento assistido pelo advogado Léo Cristian Alves Bom, o acusado alegou que a droga encontrada em sua casa era para seu consumo. Sobre as anotações nas folhas, contou que era referente a venda de roupas. No entanto, não soube informar os endereços dos compradores e nem notas fiscais das compras e vendas, como também o CNPJ da firma. Com isso, ele foi autuado em flagrante, que foi convertido na audiência de custódia em prisão preventiva.

“Tavinho Monobloco” já foi condenado em dois processos por envolvimento com o tráfico de drogas, quando residia em Severínia, sendo em um deles condenado a pena de 3 anos e 4 meses e no outro processo pegou pena de 5 anos e 10 meses. Ele é filho de Luiz Carlos Antunes Silva, o “Monobloco”, apontado pela polícia como um dos comandantes do tráfico na região e um dos líderes do PCC. O pai estaria condenado a aproximadamente 60 anos de prisão e atualmente está cumprindo pena na penitenciária 3 de Lavínia.


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
18 de Março, 2019
Saiba como cuidar dos fios brancos - 67
18 de Março, 2019
O CD de Rosa de Saron chegou nas lojas - 51
18 de Março, 2019
O filme Os Crimes de Grindelwald chegou nas locadoras - 44
18 de Março, 2019
Almondegas ao Molho - 58
18 de Março, 2019
Costelinha ao Forno - 53


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       




























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites