iFolha - Falta de calçada em terreno abandonado pode provocar atropelamento e morte de moradores

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 20 de Outubro de 2017
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 19/10/2017
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Social
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Coluna do Ivo
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Olímpia FC - TV
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 09 de Abril, 2017 - 21:52
Falta de calçada em terreno abandonado pode provocar atropelamento e morte de moradores

Enquanto o ex-prefeito Eugênio José Zuliani atuava com muito denodo na criação de novos lotea­men­tos, uma área localizada entre os jardins Paulista e Luiza, na zona leste da cidade permanecia abandonada. Por isso, a falta de calçadas que continua prevalecendo no local, em um terreno a­ban­donado pode, a qualquer momento, provocar um atropelamento e inclusive a morte de moradores daquele setor da cidade.

Trata-se de uma grande área localizada entre as ruas João Forti, Antônio Benfati e Theodomiro Joaquim Bitencourt, que, segundo consta, pertenceria a dois empreendedores imobiliários e financeiros que, pelo menos pelo que se sabe, estariam aguardando que a Prefeitura implantasse infraestrutura no local para futuro lote­amento.

Na mesma área, de frente para a Rua Theo­do­miro Joaquim Biten­court, funcionam duas escolas municipais, a Unidade Básica de Saúde (UBS) Dona Dalva Fer­nandes Moreda Ayus­so e uma quadra po­li­es­portiva também de propriedade do município.

Mas a situação de perigo está principalmente no cruzamento da Rua Antônio Benfati com a Rua João Forti, que interliga com a Rua Ângelo Santin, esta já no Campo Belo.

Nesse cruzamento, sempre no início da manhã quando a movimentação de veículos é intensa, várias mães levando filhos às escolas ou mesmo até à UBS, passam pelo local, mas sem que sejam beneficiadas por calçadas – passeios públicos que são obrigados por lei municipal.

Isso ocorre diariamente no início da manhã, conforme a reclamação de um motorista que sempre trafega pela Rua João Forti no sentido dos bairros, principalmente quando há sol, uma situação que dificulta a visão dos condutores de veículos.

Esse cruzamento, só para se ter uma ideia, é utilizado por moradores dos jardins Campo Belo, Santa Fé, Alvora e Harmonia. Quer dizer, um grande número de contribuintes.

OUTRO LADO

A reportagem passou a questão para a assessoria de imprensa da Prefeitura Municipal, inclusive da existência da lei, que o ex-prefeito de Olímpia estava ameaçando construir calçadas e depois cobrar dos proprietários.

Em resposta foi encaminha uma nota informando que “o proprietário será notificado para providências a respeito da calçada e limpeza”.


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
19 de Outubro, 2017
Polícia captura procurado condenado a 27 anos de prisão por estupro de vulnerável - 354
19 de Outubro, 2017
“Euripinho” quase foi transferido para São Paulo para fazer tratamento fisioterápico - 1062
19 de Outubro, 2017
Ampliação do Fórum poderá custar R$ 14 milhões - 158
19 de Outubro, 2017
Feriado em Olímpia registra maior ocupação hoteleira do ano - 94
16 de Outubro, 2017
Na novela da Record - 60


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       
































Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites