iFolha - Fernando Cunha foi o último a fazer perguntas aos candidatos

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 04 de Dezembro de 2020
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 03/12/2020
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Cidade em Destaque
Radio iFolha
TViFOLHA


Olimpia, 08 de Novembro, 2020 - 18:47
Fernando Cunha foi o último a fazer perguntas aos candidatos

SEGUNDA PARTE DA SEGUNDA PARTE!
IPTU, Daemo Ambiental, “Baby Fujão” e canil
foram as questões finais da
segunda parte do debate.


ASSISTA AO VÍDEO DA PARTE FINAL DA SEGUNDA PARTE DO DEBATE QUANDO OS CANDIDATOS RESPONDEM PERGUNTAS ENTRE SI

O candidato do PSD, Fernando Cunha, foi o último a fazer perguntas para os candidatos. Após as perguntas de Gustavo Pimenta ele questionou o próprio Pimenta e o candidato do PT, Willian Zanolli. O debate correu em clima de tranquilidade, com apenas alguns momentos mais apimentados e outros mais irônicos.

Em sua última pergunta, Gustavo ironizou sutilmente Zanolli, parabenizando-o por fazer parte da melhor idade e dizendo que essa é a definição utilizada nos tempos modernos e que não existe mais a expressão terceira idade. “Você sim faz parte da melhor idade com muito orgulho e te parabenizo. Mas no seu governo, William, vai ser possível uma redução do IPTU?”

“BABY FUJÃO” ERA

FILIANDO AO DEM

DE GENINHO

Zanolli primeiro lembrou Pimenta que é cidadão olimpiense e que foi dentro do seu governo, quando era vice-prefeito que foi aumentado estratosfericamente o IPTU. Lembrou que o candidato ausente a quem passa a chamar de “Baby Fujão”, na época do aumento era filiado ao Democratas de Geninho e parece que não existia naquela época pois não falou nada a respeito do aumento e a situação catastrófica do IPTU.

— Pretende modificar esta realidade, pois quem tem uma casa humilde paga pelo valor venal atribuído de por exemplo R$ 130,000,00 e que na época havia  uma falação do Beto Puttini que iriam ser valorizado os imóveis de Olímpia e disse que tinha uma casa que venderia pelo valor venal atribuído mas ele nunca quis comprar, porque o valor venal atribuído era além do valor de mercado.

—- Geninho, do Democratas, que era o prefeito quando Pimenta era vice aumentou IPTU pelo pico no momento em que o setor imobiliário em Olímpia, em razão do Turismo, estava superinflaciona­do. A camada mais pobre da população foi sacrificada e hoje paga um absurdo de IPTU e algumas pessoas de classe média e da Elite em um setor da cidade foi beneficiada por que o aumento em termos comparativos não subiram tanto.

— O  IPTU social irá  fazer que esse valor seja refeito de acordo com as possibilidades econômicas e financeiras daqueles que habitam as residências mais humildes, por não ter cabimento que as pessoas paguem pelo IPTU aquilo que não cabe no orçamento e nem no bolso delas.

— É preciso rever o IPTU de forma social não atropelando aqueles que não podem pagar muito alto.

NA RÉPLICA

GUSTAVO

IRONIZOU ZANOLLI

DE NOVO

Gustavo não perdeu a oportunidade de ironizar Zanolli novamente, dizendo que tinha toda razão e que fazia parte da administração e que era Secretário da Assistência Social, vice-prefeito e nenhuma dessas funções tem competência para legislar sobre IPTU e que Willian enquanto advogado deveria saber que quem manda o projeto é o Executivo, que não fugia de suas responsabilidades e quem votou foi a câmara municipal e que o IPTU social já existe na cidade de Olímpia.

Continuando a alfinetada lembrou que se fosse planejado da forma como foi exposto poderia cair numa renúncia de receita e recomendou que é necessário ser mais estrategista e ter mais conhecimento na hora de estar  dando a resposta e finalizou dizendo que entendia perfeitamente a boa intenção de tentar reduzir o IPTU.

NA TRÉPLICA

ZANOLLI TAMBÉM

IRONIZOU

Zanolli não deixou por menos e retrucou que enquanto advogado também sabia que o homem público não pode pecar por omissão e que Pimenta estava em outros cargos mas não havia deixado de ser cidadão e poderia ter dado a sua contribuição no debate e colocado a sua posição que era a que ele estava manifestando em relação ao IPTU.

— Em relação á questão da revisão e da questão Legal que a mesma vai ser discutida, pois Gustavo sendo advogado sabe também que pela Constituição Federal a habitação tem uma função social, razão pela qual há formas e fórmulas de se rever o IPTU como foi revisto pelo Fernando Cunha no patamar que entendeu deveria ser feito, mas que há fórmulas para se fazer melhor.

FERNANDO

CUNHA FOI O

ÚLTIMO E FEZ

PERGUNTAS

A ZANOLLI E

GUSTAVO

Em sua vez de perguntar aos candidatos, Fernando Cunha disse que é conhecedor da capacidade intelectual e elaborativa de Willian e que gostaria de ouvir sua opinião e as proposições sobre o Daemo na sua dimensão meio ambiente.

Zanolli respondeu que tem dito que uma das coisas que não faz é ser crítico daquilo que deu certo em outros governos seja no dele, no de Geninho ou no de Carneiro e entende que o Daemo avançou em algumas questões ambientais e que reconhecer isto é questão de justiça, mas ainda falta muito.

— A recuperação dos Mananciais não foi tratada com zelo, nem a questão dos animais. A administração poderia ter sido mais sensível, um pouco mais humana e ter cuidado daquela questão do Canil Municipal com um pouco mais de rapidez. Não se justifica que os cães lá abrigados tenham que passar pelo que estão passando em termos de calor, falta de liberdade, e um monte de outras coisas.

— Outra questão é o desperdício de água, muito dos prefeitos não se preocuparam com canos e vazamentos e isso acaba tendo um consumo muito grande de água do Ribeirão Olhos d’Água. Carneiro teve esta preocupação e renovou parte da rede hidráulica da cidade. São trabalhos assim que vou  incorporar no meu governo e que vou trabalhar bastante em relação à questão da recuperação das margens dos rios olhos D’água, Córrego dos Pretos, Lambari, Bagre e Cachoeirinha que estão no total abandono.

— Vou fazer um levantamento do passivo ambiental na cidade porque embora se observe que algumas árvores foram plantadas, muitas foram arrancadas e a olho nu dá para se perceber que é uma cidade que está que nem a minha careca e a cidade precisa ser cabeluda de árvore, porque a árvore é vida, meio ambiente é o que se respira, é o meio em que se vive.

— Sobre a questão da coleta seletiva de lixo, a mesma não foi organizada adequadamente e contrariando “Baby Fujão”, existe uma projeto, uma legislação ambiental no município e entendo que a pandemia pode não ter dado tempo de ter realizado embora interprete que nestas questões humanas e mais ligadas a população o seu governo seja meio carente.

NA RÉPLICA

FERNANDO FALA

SOBRE O CANIL

Em sua réplica, Cunha diz que pretende criar a Secretaria de Meio Ambiente e que o Daemo é uma empresa com cacoete de empresa e na sua opinião é melhor que seja assim para que ela seja eficiente e segundo ele, meio ambiente tem que voltar para prefeitura zelar, porque precisa ter a humanização que a saúde tem.

— Com relação ao Centro Animal, em Brasília até hoje falta árvore e que é uma questão de tempo. As árvores serão plantadas e o conforto térmico dos animais será incorporado sendo a única cidade da região que fez um centro de recebimento de animais como o que se tem em Olímpia.

CUNHA FAZ

A ÚLTIMA

PERGUNTA

PARA PIMENTA

Cunha diz que Pimenta foi provedor da Santa Casa, vereador, presidente da Câmara, conhece a vida pública, Prefeitura, Câmara e pergunta se no seu mandato de vereador recebesse em seu gabinete um assessor de um deputado federal que propusesse levar esse assessor até a Santa Casa para reunir com o assessor jurídico da Santa Casa, com o diretor técnico, com provedor da Santa Casa e oferecer 2 milhões de verbas, mas tendo que pagar 13% de pedágio para o padrinho, pra esse deputado Federal, esse assessor, como Gustavo reagiria?

Na resposta, Gustavo faz uma correção e informou que foi interventor da Santa Casa e não provedor. E alegou: “quem o conhece sabe que não receberia esse tipo de assessor, um assessor que quem tem um pouco de experiência na vida pública só de bater o olhar já sabe a proposta indecente que vem”.

— Se for para tomar café, para falar de futebol, sem problema, mas na hora de discutir dinheiro público não se pode discutir com qualquer pessoa, principalmente com alguns chupins que vem e asseguram que políticos recebem este tipo de assédio constantemente.

— Essa é uma política covarde por não ter ficado só nisso. Para ele ter feito uma gravação colocando o provedor numa situação delicada onde ele recebe um telefonema sem saber o que estava fazendo. O provedor e ter essa conversa gravada é pior ainda.

NA RÉPLICA

FERNANDO

COMPLEMENTA

Em sua réplica, Fernando diz que é conhecido e foi testado por 4 anos e que ninguém enriqueceu durante os quatro anos que esteve a fren­te da Prefeitura de Olímpia e pede para não permitirem a Olím­pia mudar essa orientação.

Pimenta, por sua vez, finalizando, na tréplica, considerou que acredita na boa política tanto que colocou seu pai como vice e que alguns falaram que era nepotismo, no entanto, para ele, quem sabe das regras da política sabe que não tem nada a ver porque são cargos  eletivos e não é Olímpia que está inovando com isso, várias cidades tem o hábito de colocar uma pessoa de confiança e que admitiu que se sente muito seguro com o pai do seu lado.

Gustavo conclui dizendo que não é fácil estar no debate porque gera um frio na barriga, mas que o político tem que estar passando por isso, encarando as câmeras, conversando com os adversários políticos porque é assim que vai amadurecer.


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
03 de Dezembro, 2020
Quando chegará a vacina da Covid-19 foi o principal tema discutido no programa Cidade em Destaque de quinta-feira, 03. - 97
02 de Dezembro, 2020
Prefeitura confirma que não haverá Réveillon e Natal em Olímpia contará com decoração na praça, em ruas do centro e na Avenida Aurora foram os principais assuntos do Cidade em Destaque de quarta-feira, 02. - 91
01 de Dezembro, 2020
Dona de casa denuncia festa com mais de 500 pessoas em chácara na área rural em Olímpia e ponte histórica é instalada na Avenida dos Olimpienses foram alguns destaques do Cidade em Destaque de terça-feira, 01. - 275
30 de Novembro, 2020
Segunda onda pode chegar a Olímpia semanas após capital e a farra do boi continua com bares e restaurantes sem fiscalização foram alguns assuntos do Cidade em Destaque de segunda-feira, 30. - 137
30 de Novembro, 2020
Série premiada - 128


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       








Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites