iFolha - Florença, uma das mais belas cidades do mundo

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 14 de Novembro de 2018
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 13/11/2018
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Canal da Nicole
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 05 de Novembro, 2018 - 10:09
Florença, uma das mais belas cidades do mundo

A Catedral Santa Maria del Fiori (Duomo) é um dos locais mais visitados de Florença. A construção é símbolo da riqueza e poder da região nos Séculos XIII e XIV e chama a atenção principalmente por sua cúpula e torre do campanário / GB Imagem




A Ponte Vecchio com seus arcos medievais está erigida sobre o Rio Arno. Além de proporcionar a travessia de um lado a outro, ao longo do seu trajeto encontram-se o que há de melhor em joalherias e ouriçarias / GB Imagem

 

 

Considerada uma das cidades mais bonitas do mundo, Florença, encravada na região da Toscana, na Itália, é conhecida por ter convivido com renomados artistas ao longo de sua história e, por isso mesmo, guarda um enorme acervo em museus e também a céu aberto. É uma das mais bonitas cidades do mundo, já foi considerada capital da moda e é berço do Renascimento.

Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, Florença possui obras de Michelangelo, Leonardo da Vinci, Donatello, Giotto, Botticelli e Rafael Sanzio. É o lugar perfeito para quem pretende passear, comer bem e também abastecer-se culturalmente. A história da região é interessante e deixou suas marcas, as quais são preservadas até hoje.

Um dos pontos mais famosos e procurados é a Catedral Santa Maria del Fiore, símbolo do poder e riqueza nos Séculos XIII e XIV; a construção durou cerca de seis séculos, sendo que a fachada em estilo neogótico e em mármore colorido foi concluída em 1867. E falando da catedral, não se pode deixar de citar o Campanário de Giotto que tem aproximadamente 85 metros de altura e abriga os sinos da famosa igreja. É possível visitar a torre mediante pagamento de ingresso. 

O bom é que em Florença pode-se andar a pé à vontade, os melhores lugares para se visitar estão pertinho um do outro. Através da Ponte Vecchio pode-se alcançar a Piazza della Signoria, onde tudo acontece. O local também abriga o Palazzo Vecchio, sede da prefeitura de Florença. A Ponte Vecchio merece destaque, os cidadãos de Florença contam que durante a II Guerra, Hitler teria dado ordens para que a ponte não fosse bombardeada e teria sido obedecido. Trata-se de uma edificação medieval sobre o Rio Arno e que abriga joalherias principalmente.

Pertinho da Piazza della Signoria fica Galeria da Academia de Belas Artes de Florença, ou simplesmente a Galeria da Academia. Entre tantas outras obras, é ali que está o original da obra “David”, a mais famosa de Michelangelo. Uma réplica pode ser vista na Piazzale Michelangelo.

Na margem direita do Rio Arno está o magnífico Palazzo Pitti que ao longo dos seus mais de quinhentos anos de história abrigou famílias da nobreza e aristocracia italianas que ditaram a política em suas distintas épocas. O primeiro morador do Palazzo Piti foi a família Médici que governou Florença do Século XV até o Século XVIII. A poderosa família era composta de banqueiros e políticos que se destacaram também por seu interesse pelas artes em geral, daí a grande concentração de artistas na cidade e o seu valioso tesouro histórico.  Considerado também símbolo do estilo renascentista, foi transformado em museu, é aberto ao público e mostra valiosas coleções de artes. Os jardins de Boboli que ficam na Piazza Pitti atraem inúmeros visitantes. Bom lugar para descansar e saborear um lanche. O local é considerado museu a céu aberto porque entre seus caminhos e bem cuidados canteiros de plantas, abriga alguns monumentos, entre eles a Fonte do Oceano.

A rica família Médici mandou construir dentro da Basílica de São Lourenço a sua capela particular, sendo que a Sacristia Nova foi concebida por Michelangelo. Atualmente é considerada um dos prédios religiosos mais importantes da Toscana.

A gastronomia em Florença não deixa nada a desejar. O visitante encontra o melhor da cozinha local e também o melhor da cozinha internacional, além de excelente infraestrutura de hospedagem e atendimento ao turista. Além de companhias aéreas, a região também é servida por linhas ferroviárias que funcionam, e muito bem.

Não é preciso visto para viajar, apenas passaporte válido. Uma boa opção é seguir até Roma e de lá tomar o rumo à Florença. A cidade vale alguns dias de estadia, principalmente porque a região entorno é belíssima e propicia passeios de um dia para conferir o que talvez seja uma das partes mais bonitas da Itália.

A moeda vigente é o Euro e talvez você esteja pensando que seria inviável um passeios destes no momento, mas programe-se. Fale com uma agência de viagens, veja quais são as opções. Com planejamento antecipado, você poderá realizar a viagem cultural de sua vida!


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
13 de Novembro, 2018
Thermas dos Laranjais é a 4.ª melhor do Brasil em gestão de pessoas do “Valor Econômico” - 64
13 de Novembro, 2018
3.º Jantar Beneficente em prol da Santa Casa lota o salão social do Thermas dos Laranjais - 87
13 de Novembro, 2018
Geninho entra com Habeas Corpus para não quebrar o seu sigilo bancário e fiscal - 316
12 de Novembro, 2018
O caos na Saúde pública local e a miopia de quem se nega a ver - 94
12 de Novembro, 2018
Tratando a pele do modo certo - 63


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       






























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites