iFolha - Gestantes devem ter atenção especial com sua saúde bucal

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 22 de Novembro de 2017
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 21/11/2017
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Social
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Coluna do Ivo
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Olímpia FC - TV
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 08 de Maio, 2017 - 18:51
Gestantes devem ter atenção especial com sua saúde bucal

Parece exagero, mas é preciso cuidar da formação da dentição do futuro bebê. E isso se faz através de cuidados com os dentes da gestante. Mais do que fazer o pré-natal, a mamãe também precisa cuidar da saúde bucal. Os médicos explicam que as características da dentição e do paladar são definidas durante a gestação e estão relacionadas com a saúde oral da gestante.

Apesar de muitas vezes negligenciada, a saúde bucal da gestante também é importante. Mas, não é porque os dentes ficam mais fracos, essa ideia é falsa. O que acontece é que a fome aumenta nos três primeiros meses, mas o número de escovações após as refeições extras não. Assim, a verdadeira causa dos problemas bucais nessa fase é a falta de cuidado. Porém, é preciso ter bastante atenção, pois a saúde oral é decisiva para o futuro do filho.

O paladar, por exemplo, é formado a partir do quarto mês de gestação e está diretamente relacionado à dieta da mãe. Assim, se durante a gestação a grávida ingerir muito doce, o filho provavelmente vai consumir muito açúcar durante a vida. A constituição dentária e infecções também podem ter origem nesse período.

E ainda, os especialistas neste assunto vão mais longe, eles afirmam que gestantes com a gengiva doente aumentam em até sete vezes as chances de ter um parto mais cedo. A periodentite, sangramento na gengiva, e gengivite, inflação na gengiva, induziriam o parto antes dos nove meses.

No caso da gengivite, isso aconteceria porque a doença gengival desencadearia a produção de fluidos e hormônios que induzem o parto. A periodentite pode provocar a contração da musculatura e expulsão do bebê, pois as bactérias presentes na boca migram pela corrente sanguínea até o útero e a placenta.

Para evitar esses problemas, o ideal é que a mulher que pretenda engravidar consulte um dentista antes e durante a gravidez, sendo que o tratamento dentário deve ser feito com o conhecimento do médico ginecologista e obstetra. A gengivite que ocorre durante a gravidez é denominada gengivite gravídica. Porém, ela não é causada pelas alterações hormonais do período, mas pela placa bacteriana. A prevenção é simples, basta ter hábitos de higiene. Manter os dentes bem limpos, sobretudo junto à linha gengival, vai ajudar a reduzir drasticamente, ou mesmo prevenir, a doença. Substituir os doces por alimentos mais nutritivos, como o queijo, as frutas ou vegetais frescos, também é indicado para as futuras mães e seus bebês.

Engana-se quem pensa que depois do nascimento do bebê é preciso se preocupar com a saúde oral do filho só depois de todos os dentes nascerem. A primeira consulta ao dentista deve acontecer por volta do sexto mês. Nessa fase os primeiros dentinhos começam a nascer e os cuidados com eles devem ser iniciados.

Segundo um levantamento do Ministério da Saúde, 58% da população brasileira não têm acesso adequado a escovas e cremes dentais e isso inclui pessoas que consumiram estes produtos de forma esporádica ou inadequada.  Neste caso, a escola tem exercido importante papel no sentido de ensinar as crianças, desde a creche, a importância de uma correta e diária higiene bucal.

Tanto entidades públicas como particulares têm atuado neste sentido reservando em seus currículos um espaço especial para educar os seus alunos.

No entanto, é em casa que começa tudo. Os pais é que teoricamente teriam que cuidar da saúde bucal de seus filhos, como dito anteriormente, logo nos primeiros meses de vida. Sendo que um papel especial exerce a mãe que deveria dar atenção especial aos seus dentes durante a gravidez


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
21 de Novembro, 2017
Réveillon 2018 será no estacionamento do Thermas com shows sertanejos e escola de samba - 92
20 de Novembro, 2017
Futuro - 33
20 de Novembro, 2017
Cirurgia de correção pode ser a solução para aumentar a autoestima - 33
20 de Novembro, 2017
CD Na Luz do Som - Victor & Leo está nas lojas - 28
20 de Novembro, 2017
O filme Como Se Tornar um Conquistador chegou nas locadoras - 29


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       
































Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites