iFolha - Guerra na internet agora questiona licitação de psiquiatria e compra de carro novo do gabinete

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 19 de Fevereiro de 2018
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 19/02/2018
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Social
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Coluna do Ivo
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Olímpia FC - TV
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 11 de Fevereiro, 2018 - 21:44
Guerra na internet agora questiona licitação de psiquiatria e compra de carro novo do gabinete

A verdadeira guerra da politicagem estabelecida na internet, ao que tudo indica, por ex-assessores e atuais seguidores do ex-prefeito Eugênio José Zuliani que deverá sair candidato a deputado federal nas próximas eleições, provocaram mais uma semana de discussões acaloradas com agressões, xingamento e manifestações de ódio contra o atual prefeito principalmente nas páginas do Facebook.

O primeiro tema abordado pelos chamados “fakenews” dava conta de que a secretaria da Saúde havia contratado uma médica que ganharia R$ 27 mil por mês para trabalhar como psiquiatra sem ter habilitação para tanto. Após baixaria total pela internet, a prefeitura expediu nota de esclarecimento para mostrar que a situação não era o que estariam querendo fazer transparecer.


Segundo a nota, a Secretaria de Saúde de Olímpia atribui como inverídica a informação de que uma única médica foi contratada pelo município pelo valor de R$ 27 mil mensal. “A contrata­ção se deu, por meio de licitação, para empresa jurídica especializada que atenda a área de psiquiatria e não pessoa física, conforme erroneamente noticiado”.

E continua: “No total, serão disponibilizados pela contratante, dois médicos com registros profissionais, conforme apresentados no certame licitatório, para atender os pacientes do Ambulatório de Saúde Mental”.

A nota da Saúde também destaca que cabe ressaltar que a rede pública tem um único profissional na área concursado, não suficiente para atender a demanda crescente que gira em torno de mais de 400 consultas/mês. “Salienta ainda que a profissional responsável pela empresa vencedora não possui nenhum vínculo de parentesco com integrantes da administração municipal”.

A nota é concluída esclarecendo que até novembro de 2015 a equipe médica do Ambulatório era composta por 03 psiquiatras que atendiam em média 450 pacientes/mês e possui 7106 pessoas cadastradas. “Porém, em novembro de 2015, um dos profissionais veio a falecer. Tentou-se sua reposição através de concurso público realizado em 2016 e o mesmo foi fracassado por falta de inscritos. Em abril de 2017 ocorreu a exoneração de outro profissional psiquiatra que custava aos cofres públicos R$ 12.942,12/mês. Em maio de 2017 foi realizada uma compra emergencial de consultas de psiquiatria e inserido pedido de processo licitatório para aquisição de 350 consultas mês, sendo realizado o pregão presencial 59/2017 para contratação de empresa especializada em Serviços Médicos em Psiquiatria, onde a empresa que ganhou o certame rescindiu o contrato após assinar”, finaliza.

COMPRA DE CARRO ZERO

O outro “fakenews” da semana foi disparado colocando dúvidas sobre a compra de um carro zero pela prefeitura, um Honda Civic, que segundo os comentários teria a finalidade de ir buscar e levar todos os dias uma secretária de governo que reside em São José do Rio Preto.

Após também muitos xingamentos e manifestações de ódio na internet, a Prefeitura emitiu nova nota esclarecendo que a compra de um novo veículo havia sido concretizada através de verba existente para o gabinete do prefeito. “Por meio de licitação, conta a nota, a aquisição se deu por medidas de segurança e gastos com manutenção. Atualmente, o setor conta com dois veículos Corolla, com mais de 300 mil quilômetros rodados (cada um), sendo um deles em circulação há 13 anos e apresentando constantes riscos aos passageiros e gastos para o município. Ambos são utilizados exclusivamente em viagens a trabalho, como São Paulo, Ribeirão Preto e até mesmo Bra­sília, e tem como ocupantes prefeito, vice-prefeito, secretários municipais e servidores públicos. A necessidade ainda de adquirir o carro vem de demanda antiga que se concretiza hoje por ter orçamento para tal, não gerando perda a nenhuma outra área do município”.


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
18 de Fevereiro, 2018
Aposentado cai no golpe da “funcionária” e perde quase R$ 10 mil com cartão trocado - 120
18 de Fevereiro, 2018
Operação “Edurance” prende traficante e devedor de pensão - 403
18 de Fevereiro, 2018
Estudante hipoteca casa da avó para ficar em liberdade - 87
18 de Fevereiro, 2018
Caminhoneiro fica ferido após bater em traseira de carreta em rodovia - 142
18 de Fevereiro, 2018
Ladrões levam fusca 77 de aposentada e o abandonam no Quinta das Aroeiras - 146


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       






























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites