iFolha - Homem mata mulher esganada em Severínia

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 24 de Junho de 2019
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 24/06/2019
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Canal da Nicole
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 02 de Janeiro, 2019 - 23:34
Homem mata mulher esganada em Severínia

Roberto Carlos, montador de lona de circos, ex-morador de Guaraci, assassinou uma mulher esganada em Severínia onde mora atualmente, no início da madrugada de segunda-feira, 31, véspera do Ano Novo.

Segundo o Boletim de Ocorrências registrado na delegacia de polícia de Olímpia, o motivo teria sido por ela não querer manter relações sexuais com ele. Esta foi a alegação do assassino que foi preso pela Guarda Municipal de Severínia.

O crime ocorreu no início da madrugada do dia 31 na casa do autor, na rua João Furigo, bairro Cidade de Deus, Severínia.

O assassino seria Roberto Carlos Seconelo, 52 anos, montador de lona de circos.
Ele contou na polícia que teria combinado um "programa" com a vítima, de apelido Jade, natural de Poções (BA) e moradora atualmente também no bairro Cidade de Deus em Severínia, e que esta, após ter ido até a casa dele, teria se negado a manter relações sexuais, momento em que teria se revoltado e esganado a vítima.

A Guarda Municipal da cidade teria sido acionada por um morador das proximidades de onde ocorreu o crime. O homem ligou e avisou a guarda que teria escutado uma mulher gritando por socorro desesperadamente na casa dos fundos do Bar. Depois, um homem (suspeito) saiu do local sozinho e foi para o bar tomar cerveja.

Ao chegar ao bar uma pessoa perguntou ao autor sobre a mulher quando teria respondido que esta estava dentro da sua casa. Ao entrarem no local para averiguar a situação de gritos, os guardas se depararam com a mulher já morta e enrolada num cobertor, em cima da cama.

Acionado, um médico teria atestado preliminarmente a morte da mulher por esganadura/enforcamento.

Imediatamente os guardas municipais saíram da casa e foram até o bar da Nega, no bairro Babão, onde conseguiram prender o autor ainda em flagrante.


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
24 de Junho, 2019
Assista aos vídeos do programa Cidade em Destaque com Bruna Silva Arantes Savegnago e José Antônio Arantes na Rádio Cidade pelo Facebook – junho de 2019 - 24
23 de Junho, 2019
Motociclista sofre fratura exposta em batida na Av. Andrade e Silva - 187
23 de Junho, 2019
Aposentado denuncia débito indevido de seguro de vida - 114
23 de Junho, 2019
“Chicó” preso com quase 150 grs de cocaína após tentar fugir e cair de escada no St. Fé - 217
23 de Junho, 2019
Ladrão arromba e furta salão de beleza na Cecap - 143


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       




























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites