iFolha - Londres e os encantos da realeza

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 16 de Julho de 2018
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 16/07/2018
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Olímpia FC - TV
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 09 de Abril, 2018 - 12:29
Londres e os encantos da realeza

O “Big Ben” é um dos pontos turísticos mais visitados em Londres. Oficialmente batizada de “Elizabeth Tower”, as badaladas do relógio marcam as horas há mais de 150 anos, dia após dia  / GB Imagem



O Palácio de Buckingham, a residência oficial da Monarquia Britânica, é sem dúvida parada obrigatória para quem quer visitar a Inglaterra. Dados do Palácio: 19 salas; 52 quartos; 188 quartos para empregados; 92 escritórios; 78 banheiros / GB Imagem

 

 

Mais um casamento real vai mexer com a rotina dos ingleses. No dia 19 de maio, o Príncipe Harry e Meghan Markle dirão o tão esperado “sim”, um ao outro, em cerimônia na capela de Saint George, que fica no luxuoso Castelo de Windsor. Apesar de estar sendo considerado um evento simples, quando comparado a outros casamentos reais, será luxuoso e promete chamar a atenção do mundo inteiro. O local da cerimônia teria sido uma escolha pessoal do Príncipe Harry que também inovou quanto à lista de convidados. Entre as novidades, ele convidou suas ex-namoradas e cerca de dois mil plebeus, pessoas simples que poderão acompanhar o cortejo do casamento bem de perto.

A família real britânica não é a única família real do planeta, mas com certeza é a mais comentada e a que mais aparece na mídia. Já pensou passar férias inesquecíveis e quem sabe conseguir uma selfie com um dos membros da família real? Esse é o sonho de muitos turistas que vão a Londres.

Londres é a capital do Reino Unido e da Inglaterra, uma das maiores cidades da Europa e já liderou a lista das mais populosas do mundo. A cidade tem sido um dos mais importantes centros da política e do comércio mundiais por quase dois milênios. E também Londres também é um dos principais destinos turísticos de toda a Europa.

A atração principal de Londres, como já foi dito, é a família real britânica e seus palácios; e não podendo se esquecer do Big Ben, o mais famoso relógio do mundo, tanto pela sua exatidão como pelo seu tamanho. A torre do Big Ben foi oficialmente batizada de “Elizabeth Tower”. Somente o seu sino pesa treze toneladas e meia e é localizado em uma das torres do parlamento inglês. Foi construído durante a gestão de Sir Benjamin Hall, ministro de Obras Públicas da Inglaterra em 1859. Por ser um sujeito muito alto, Benjamim tinha o apelido de Big Ben.

Outro ponto turistico que não pode deixar de ser visitado na capital londrina é o Museu Madame Tussauds, o museu de cera mais importante que se tem conhecimento. Lá se pode  encontrar várias personalidades confeccionadas em cera. É uma atração realmente imperdível.

O Palácio de Buckingham, a residência oficial da Monarquia Britânica, também é parada obrigatória para quem quer visitar a Inglaterra. Somado ao fato de ser a residência onde a Rainha Elizabeth II mora, o Palácio de Buckingham é o local de entretenimento real, base de todas as visitas oficiais de chefes de Estado ao Reino Unido, e uma grande atração turística. Mas não é admirado por todos, foi votado como o quarto prédio mais feio de Londres em março de 2005. O Palácio, originalmente conhecido como Casa de Buckingham, construída pelo Duque de Buckingham em 1703, foi adquirido pelo Rei Jorge III em 1762 como uma residêndia privada. Foi reformado e aumentado ao longo de 75 anos, principalmente pelos arquitetos John Nash e Edward Blore, formando três "asas". O Palácio de Buckingham se tornou a residência oficial da Monarquia com a ascensão da Rainha Vitória em 1837. As reformas mais significativas foram feitas na Era Vitoriana, com a adição de uma grande "asa" em direção ao leste e com a remoção de antigas entradas. A face leste foi refeita em 1913 junto ao Memorial de Vitória, criando a atual "cara pública" do Palácio, incluindo o famoso balcão. O Rei Eduardo VII previu uma grande redecoração no estilo belle époque. Várias pequenas salas de recepção são mobiliadas no estilo chinês. Os jardins do Palácio são os maiores jardins privados de Londres, projetado originalmente por Capability Brown, mas redesenhado por William Townsend Ailton do Key Gardens e John Nash. O grande lago foi finalizado em 1828 e é abastecido pelas águas do lago Serpentine do Hyde Park.

Hoje, o Palácio não é somente a residência da Rainha e do Príncipe Filipe, mas também a residência do Duque de York e a Condessa de Wessex. Comparado aos outros palácios e castelos da Realeza Britânica, o Palácio de Buckingham é relativamente novo. Apesar da popularidade da Monarquia estar em declínio, uma multidão estimada em um milhão de pessoas se reuniu na frente do palácio para ver a Rainha no seu Jubileu de Ouro em junho de 2002.

Construída em estilo gótico, a Abadia de Westminster é outro importante ponto turístico de Londres. Inaugurada em 28 de Dezembro de 1065, a Abadia de Westminster tem um relevante papel na história da Inglaterra e de todo o Reino Unido, como palco de inúmeras coroações e casamentos reais. Muitos monarcas britânicos e membros da família real estão sepultados por lá.

A Tower Bridge construída sobre Rio Tâmisa, inaugurada em 1894 é também um dos pontos turísticos mais visitados da cidade, além de ser conhecida como uma das pontes mais famosas do mundo. A Tower Bridge está localizada ao lado da Torre de Londres, lugar em que as joias da coroa britânica ficam guardadas em uma camâra subterrânea. Menos valiosa, mas igualmente curiosa é a colônia de corvos que habita a Torre e é protegida por decreto real. Segundo a lenda, o império ruirá no dia em que as aves pretas deixarem o lugar.

Atrações não menos interessantes, e que valem a pena uma visita são o Museu Britânico, o Royal Albert Hall, o Palácio de St. James e a London Eye. A London Eye é a terceira maior roda gigante do mundo e uma das atrações mais disputadas de Londres, oferecendo uma vista inigualável da cidade, em um voo sobre Westminster, de cara para o Rio Tâmisa e para o Big Ben.

E se der tempo não deixe de conhecer o Museu de Sherlock Holmes. O Dr. Watson recebe os visitantes e lhes apresenta a residência. Com exceção do detetive mais famoso da literatura, está tudo lá: o violino, o cachimbo, a poltrona, a lareira, os livros, os tubos de ensaio e todo o universo residencial de um personagem que fez da lógica sua maior arma.

Gostou? Então faça já a suas malas e boa viagem!


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
16 de Julho, 2018
Amador termina com jogo interrompido no intervalo do 2º tempo e São José campeão - 77
16 de Julho, 2018
Olímpia anuncia mais oito contratações e marca jogo-treino contra a Francana - 81
16 de Julho, 2018
DOA vence mais duas partidas no paulista de Basquete Sobre Rodas - 46
16 de Julho, 2018
Gari preso tentando furtar casa no J. Colorado e é detido por vizinhos - 82
16 de Julho, 2018
Soldador é acusado de balançar o pênis para garota de 15 anos - 116


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       






























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites