iFolha - Morador de Olímpia é morto em fuga do CPP de Rio Preto

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 30 de Março de 2020
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 30/03/2020
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Cidade em Destaque
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 22 de Março, 2020 - 18:47
Morador de Olímpia é morto em fuga do CPP de Rio Preto

MORTE NA FUGA!       Lucas cumpria pena por assalto a mão armada e estava na lista da saída temporária suspensa.

Lucas Andrade dos Santos, de 22 anos, foi sepultado no cemitério de Ribeiro dos Santos.

Lucas Andrade dos Santos,(foto) de 22 anos, morador em Olímpia, foi morto com três tiros no peito quando tentava fugir do CPP - Centro de Progressão Provisória de São José do Rio Preto, juntamente com outros três presidiários. O corpo foi sepultado no cemitério do distrito de Ribeiro dos Santos.

A fuga aconteceu na noite de terça-feira, 16, um dia após uma série de rebeliões em quatro unidades prisionais do Estado de São Paulo, depois que a justiça determinou a suspensão da saidinha temporária por causa do coronavírus.

De acordo com a polícia, Lucas escalou e pulou o alambrado e o muro do CPP, juntamente com os presidiários Allan dos Anjos, de 19 anos; Higor Henrique Cardoso, de 22; e Thiago Silva, de 25 anos. Os três ainda estão foragidos.

Quando a fuga foi descoberta, policias do Baep (Batalhão de Ações Especiais), realizaram diligências e os fugitivos foram encontrados em um bar nas proximidades do CPP. Quando notaram a polícia foram para uma chácara desa­bi­tada. Quando os policiais entram na chácara, Lucas teria atirado e os policiais revidado matando o morador de Olímpia com três tiros no peito.

Segundo a polícia, o fugitivo morto estava com um revólver de calibre 38, com quatro das cinco balas disparadas. O revólver foi encaminhado para o exame de balística no Instituto de Criminalística de Rio Preto.

No Instituto Médico Legal foi feito exame residuo­gráfico para checar se ele usou a arma.

Os policias do Baep prestaram depoimento na Central de Flagrantes de Rio Preto. No entanto, a arma utilizada no confronto com o detento não foi apresentada na delegacia.

Com isso, o delegado seccional, Silas José dos Santos, determinou abertura de inquérito policial para apurar crime de abuso de autoridade em decorrência da recusa dos policiais do Baep em entregar a arma utilizada no confronto.

Em nota, o comandante do CPI-5, coronel Fábio Rogério Candido, informou que as armas usadas no confronto já foram entregues ao Instituto de Criminalística, com alegação de que a decisão é baseada no Código de Processo Penal Militar.

Por outro lado, de acordo com as advogadas Édna Marques e Márcia Gazeta, a família do detento morto quer apuração das circunstâncias em que ocorreu o confronto.

Lucas cumpria pena por assalto a mão armada e estava na lista dos presos que seriam beneficiados pela saída temporária que foi suspensa.


 


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
30 de Março, 2020
Sobrecoxa Recheada e Enrolada no Bacon - 30
30 de Março, 2020
Dia da Nutrição e Saúde - 32
30 de Março, 2020
Cuidando do seu aspirador de pó - 33
30 de Março, 2020
Sagitário; Fase boa para finalizar assuntos pendentes que não pareciam ter solução - 33
30 de Março, 2020
Sorria; Três desejos - 25


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       














Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites