iFolha - Moradores do Harmonia reclamam do esgoto, mosquitos e escorpiões

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 19 de Setembro de 2019
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 16/09/2019
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Cidade em Destaque
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 01 de Setembro, 2019 - 17:04
Moradores do Harmonia reclamam do esgoto, mosquitos e escorpiões

Moradores reclamaram diretamente no órgão com­petente e o caso não foi resolvido. Então foram para as redes sociais para mostrar o estado de abandono que se encontrava o seu bairro, com esgoto sen­do despejado a céu a­berto exalando forte o­dor principalmente quando o sol está forte, no horário de almoço; e in­festação de pernilon­gos e de escorpiões.

Após pelo menos duas semanas das primeiras reclamações e, principalmente depois do fato ser veiculado na Rádio Cidade e nesta Folha, o DAE­MO – Departamento de Água e Esgoto do Município de O­límpia começou o serviço de encontrar de onde estaria vindo o esgoto que estaria sendo despejado pe­la galeria pluvial que deságua num local onde antes era um veio d’água que desaguava no Córrego dos Pre­tos. Na sexta-feira, 30, o problema foi resolvido.

Três moradoras do Harmonia foram entrevistadas e lamentaram a situação em que se encontrava o bairro.

Moradora diz que já reclamou pra todo lado e ninguém resolve nada

A moradora da Rua Agenor Storti, no Harmonia I, Alcione Helena Mar­­tins Vieira (fo­to), que foi uma das que foi atrás dos órgã­os públicos para reclamar da situação de abandono do bairro declarou recentemente que já pediu soluções para os problemas que o bairro vem enfrentando em vários órgãos da administração e que ninguém resolve nada.

Sobre o principal problema que é o vazamento de esgoto, que foi resolvido esta semana, Alcione, afirmou que esse vaza­men­­to deve ser mais problemático do que parece, pois já aconteceu outra vez, foi reclamado, consertaram e agora novamente voltou a vazar o esgoto.

“Cheirava esgoto puro. Era um cheiro insuportável e tem pernilongo demais agora, muito perni­longo, tem nuvem de per­nilongo. Foi acionado tam­bém o pessoal da dengue e eles vieram aqui e falaram que esse pernilongo não faz nada, não causa dengue. Mas é 24 horas picando a gente e eles falaram que só vai passar veneno se ocorrer algum ca­so de dengue”, contou.

Mas além do esgoto e dos pernilongos a dona de casa diz também que tem outros problemas. “Tem o lixo que a população joga no mesmo terreno. São va­silhas que quando chove vai ficar água presa nelas. Essa rua que tem es­sa curva acentuada e eu já pedi na Prodem, já fiz várias reclamações, ela tem que ter uma mão só e colocar lom­bada. Do jeito que está não pode ficar mais”, ressaltou.

E ela vai além: “A pracinha nossa não é praça, é ma­to, é lixo. O Harmonia está simplesmente abandonado, ninguém resolve nada. São várias coisas para fazer e ninguém faz nada. O prefeito precisa vir aqui e olhar como as coisas estão”.

Dona de casa diz que com o sol forte tinha que sair pra fora por causa do mau cheiro

A moradora do Harmonia, Suelem de Melo Gale­t­ti Correia (foto) explicou na semana passada que o mau cheiro era tão forte que às vezes não dava nem para jantar ou almoçar no lado de fora, na área da residência. “Pernilongo é outro tor­mento, a gente gasta mu­ito veneno. Passa de manhã, passa a noite para as crianças dormirem. Às vezes tem que acordar de madrugada e passar veneno de novo porque eles vêm de dentro da pia, da pia do banheiro, tem que fechar tudo. Eles vêm de dentro do vaso, do ralo do banheiro, é uma loucura”, destacou.

Ela contou que o mau cheiro ficava insuportável na hora do sol quente. “A partir do meio-dia que começava aquele sol quente aí subia aquele cheiro forte de esgoto que vinha da tubulação que fica mais ou menos 100 metros de casa. Às vezes saia de dentro de casa, aí tinha que sair para fora, abrir as portas, ligar ventiladores porque o cheiro ficava muito forte, não dava nem para respirar lá dentro”, destacou.

A moradora contou que a situação está ruim há mu­ito tempo (ele mora no local há pouco mais de dois anos) e explica que melhora uns tempos e depois volta. “Sempre saiu esgoto, sempre o cheiro ruim, pernilongo e também escorpião. Tem muito escorpião, teve vez da gente matar sete escorpiões  dentro de casa e uma madrugada eu acordei com meu filho sendo picado, no travesseiro dele tinha um enorme e a gente toma todas as preocupações e mesmo assim eles aparecem.

Aposentada diz que não dá pra continuar suportando tanto mau cheiro e escorpião

A aposentada Alessan­dra Aparecida Lopes Batista (foto), também residente na Rua Agenor Storti, no bairro Harmonia I, explicou para esta Folha que o mau cheiro do esgoto era tanto que parecia estar dentro de casa. “Era um mau cheiro insuportável que a gente não sabia se ficava com a casa aberta ou a casa fechada porque o mau cheiro era demais, não conseguia ficar dentro de casa. A gente olhava e via se era o esgoto da gente; se era o banheiro, fechava o banheiro, abria o banheiro e não era o banheiro; sai na rua e ia lá embaixo e era o esgoto lá embaixo”.

E continua: “Os perni­lon­gos, é demais. O meu marido compra refil, põe nos quartos, põe nas tomadas, mas não adianta. Escorpião, eu fui lavar o fundo hoje e achei atrás da máquina, debaixo do fogão, achei dentro do box. É demais, é uma in­fes­ta­ção de escorpião. Outro dia meu marido estava sentado no sofá, eu olhei para ele e tinha um descendo a parede. Eu falei calma, levanta do sofá devagar e sai, se eu não falo o escorpião picava o meu marido”.

Ela mora há cinco anos no local e diz que os problemas, principalmente dos escorpiões e dos mosquitos são crônicos. “É insuportável. O mau cheiro, você imagina a gente viver 24 horas com mau cheiro no nariz, vo­cê fazendo comida e ao invés de sentir o cheiro da comida você sentir o mau cheiro de esgoto.

Tem que haver uma solução”.


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
16 de Setembro, 2019
A foto - 355
16 de Setembro, 2019
A morte do bebê em Severínia e a divisão de Olímpia em Casa Grande e Senzala foram os principais temas do Cidade em Destaque de segunda-feira, 16.09.2019. - 316
16 de Setembro, 2019
As superstições da Sexta-feira 13, mulher andando pelada, calor insuportável e as notícias de polícia foram os temas do Cidade em Destaque de sexta-feira, 13.09.2019. - 267
16 de Setembro, 2019
Primavera pede pratos coloridos e saudáveis - 324
16 de Setembro, 2019
Cleber & Cauan acabam de lançar o álbum Surreal - 438


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       


















Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites