iFolha - Novo cardápio sem sofrimento!

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 02 de Março de 2021
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 02/03/2021
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Cidade em Destaque
Radio iFolha
TViFOLHA


Olimpia, 08 de Fevereiro, 2021 - 19:04
Novo cardápio sem sofrimento!

Novo cardápio sem sofrimento!

Você tem preocupação com sua saúde ou está sentindo a sua silhueta um pouco maior e aprendeu que um bom remédio para isso é prestar atenção nos alimentos que está colocando em seu prato. Gostaria de mudar os hábitos, mas sente certa ansiedade quanto às novas atitudes. É assim mesmo. Especialistas em Nutrição nos ajudam nisso com algumas orientações.

Primeiro você precisa rever a sua lista de compras e se não tem uma lista de compras, crie uma para você e sua família. Nessa lista, dê preferência aos alimentos in natura e minimamente processados. Os alimentos in natura são aqueles obtidos diretamente de plantas ou de animais, como legumes, folhas, frutas, ovos e leite. Já os minimamente processados são aqueles que foram submetidos a processos que não adicionam substâncias ao alimento original. Alguns exemplos são grãos secos, polidos e empacotados ou moídos na forma de farinhas, raízes e tubérculos lavados, cortes de carne resfriados ou congelados e leite pasteurizado.

Os nutricionistas orientam diminuir o consumo de alimentos classificados como processados e ultraprocessados, tais quais o pão, queijo, compota de frutas e conservas de legumes. O ideal é não ter sempre à disposição alimentos ultraprocessados, pois geralmente são abundantes em sódio, açúcares e gordura.

Se o alimento in natura não apetecer o indivíduo, uma saída é pesquisar receitas rápidas na Internet que utilizem ingredientes saudáveis. Afinal, muitas verduras e legumes apresentam diferentes formas de preparo, e isso pode modificar as preferências da pessoa ao ser introduzida a um novo sabor.

Um bom exemplo disso é a berinjela. Muitas pessoas que não gostam da berinjela podem ter o paladar surpreendido ao incluir o legume em sua dieta na forma de uma saborosa caponata (preparação a base de berinjela refogada com cebola, pimentão, tomates e outros ingredientes conforme a preferência).

A mesma dica vale para as frutas. Melhor mesmo são as frutas in natura que podem ser acrescentadas em lanches, saladas, bolos.

Outra dica interessante: inclua exercícios físicos na sua rotina. Pode ser andar de bicicleta, fazer alongamentos, ou caminhar. Aliás, caminhar é muito eficaz e exige apenas ter força de vontade para começar porque rapidamente se tornará algo muito prazeroso.

Em tempos de pandemia, é comum evitar a frequência na academia, então à dica é procurar opções de treinos disponíveis em aplicativos gratuitos, vídeos online na Internet ou até procurar um grupo específico no Whatsapp mediado por um profissional de Educação Física.

Comece devagar, respeite o seu corpo e seus limites. A mesma dica vale para a alimentação. Talvez seja difícil mudar totalmente os hábitos alimentares de uma hora para outra, mas é importante começar e ir abolindo os alimentos nocivos substituindo pelas opções saudáveis. Os resultados positivos logo aparecem e servirão de estímulo.


 


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
02 de Março, 2021
Taís Araújo é pé no chão - 72
02 de Março, 2021
As verduras ficam mais nutritivas se foram cozidas sem água. - 43
02 de Março, 2021
Caviar para tratar os cabelos - 59
02 de Março, 2021
MC Kekel e MC Rita estão juntos de novo. - 61
02 de Março, 2021
Quando Hitler Roubou o Coelho Cor-de-Rosa - 61


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       


















Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites