iFolha - O Futuro é Mais Rápido do Que Você Pensa

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 15 de Abril de 2021
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 15/04/2021
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Cidade em Destaque
Radio iFolha
TViFOLHA


Olimpia, 29 de Março, 2021 - 09:29
O Futuro é Mais Rápido do Que Você Pensa

O Futuro é Mais Rápido do Que Você Pensa

O que acontecerá quando a inteligência artificial, a robótica, a biologia sintética e os sensores se unirem à impressão 3D, ao blockchain e a velocidades de conexão global de vários gigabytes? Estas convergências transformarão as indústrias tradicionais e certamente afetarão a maneira como educamos nossos filhos, governamos nossas nações e cuidamos do nosso planeta. Peter H. Diamandis e Steven Kotler investigam como várias ondas seguidas de novas tecnologias devem impactar nossa vida cotidiana e o conjunto da sociedade. Com uma clarividência surpreendente, os autores nos mostram de que maneira os grandes setores econômicos devem se reinventar, e quais serão as incríveis oportunidades para empreendedores, inovadores, líderes e qualquer um que tenha agilidade e ousadia. Ninguém poderia imaginar que a tecnologia avançaria com tanta velocidade: durante a próxima década, vivenciaremos enormes disrupções e criaremos mais riqueza do que nos últimos cem anos. De Peter H. Diamandis e Steven Kotler, o livro tem 336 páginas e é da Editora Objetiva.

 

Pisando em Nuvens

Quando Taís vê seu nome entre os aprovados no vestibular de Enfermagem, mal consegue acreditar. Ela sempre quis estudar numa universidade pública e se esforçou muito durante o último ano para isso. O problema é que ela foi aceita em sua segunda opção, um campus que fica em Macaé, bem distante de sua casa em São Gonçalo.  
Como seus pais não têm condições de mantê-la sozinha em outra cidade, Taís sabe que as chances de cursar a faculdade são praticamente nulas. Sem saber como reagir ao resultado e temendo decepcionar a família (em especial a avó), ela corre para seu porto seguro: Rafaela. Mas a reação da namorada de Taís pode ser bem diferente do que ela imaginava...  Este conto, que se passa no mesmo universo de “Céu Sem Estrelas”, acompanha uma jovem que vê seu sonho despontar no horizonte – mas talvez ele se desfaça em nuvens antes que possa alcançá-lo. O livro é um lançamento em e-book, da Editora Seguinte.

 

A Des-Educação do Negro

Nascido em 1875, o educador e historiador afro-americano Carter Godwin Woodson é um dos nomes mais influentes do estudo da educação norte-americana. Em “A Des-Educação do Negro”, ele aponta problemas, elenca situações, mas também apresenta uma solução. Trata-se de uma espécie de programa que abrange os pontos fundamentais não apenas da educação escolar, mas também de uma educação ampla que pense outra forma de viver, um sistema que defenda os valores da história e da cultura negra. Escritas em 1933, muitas das questões desta obra são válidas ainda hoje. Longe de ser um livro que fale somente sobre os Estados Unidos da época, as soluções aqui apresentadas lançam olhares sobre vários outros contextos sociais, culturais e políticos da diáspora negra. E essa análise, fantástica em sua precisão, apresenta a semente que precisa ser compreendida para entendermos os efeitos que reverberam nos dias atuais. A tradução é de Carlos Alberto Medeiros, e a introdução de Ana Lúcia Silva Souza. O livro tem 200 páginas e é da Editora Penguin Companhia.

 

Continuo Preta

Sueli Carneiro é uma das principais intelectuais públicas brasileiras. Em mais de quarenta anos de ativismo, ela vem combinando escrita, academia e intelectualidade para qualificar uma luta política que enegreceu o feminismo no Brasil e, ao mesmo tempo, colocou as mulheres como protagonistas do movimento negro. "Entre a esquerda e a direita, sei que continuo preta". Mais do que célebre, a tirada proferida por Sueli Carneiro sintetiza um lugar político fundamental para o movimento negro brasileiro. E sua vida oferece o desenho exemplar dessa posição. Para dar conta de uma longa trajetória política, que se confunde com a própria história do Brasil pós-redemocratização, a jornalista Bianca Santana realizou dezenas de horas de entrevistas e empreendeu uma escavação documental cuidadosa nesta biografia que é, a um só tempo, tributo à caminhada de Sueli Carneiro, repositório de informação sobre a luta das mulheres negras no Brasil e, por tudo isso, preciosa fonte de inspiração para as futuras gerações. Com 296 páginas é da Editora Companhia das Letras.
 


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
15 de Abril, 2021
Bombeiro incendiário teve que ser escoltado para prestar depoimento na prefeitura e cinco entidades representativas de jornalistas formam comissão para acompanha caso do editor da Folha, foram os temas do Cidade em Destaque de quarta-feira, 14.04.2021. - 25
15 de Abril, 2021
Cidade em Destaque de terça-feira, 13.04.2021 comentou a intolerância e ódio incontidos: advogados jogam ácido em carro de outro advogado. - 32
14 de Abril, 2021
Com 06 mortos em 03 dias Olímpia vai a 18 em abril e 172 na pandemia - 112
14 de Abril, 2021
Casos confirmados de covid caem de 50 para média de 30 por dia - 88
14 de Abril, 2021
Pista da ponte da Waldemar com Aurora está interditada - 65


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       














Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites