iFolha - O destemperado vereador em mais uma tentativa atrapalhada de intimidação

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 24 de Março de 2019
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 24/03/2019
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Canal da Nicole
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 24 de Fevereiro, 2019 - 16:51
O destemperado vereador em mais uma tentativa atrapalhada de intimidação

“Existem seres humanos e humanos seres. Através do sim e do não, somos ensinados e criamos em nossas “consciências”, noções de certo e errado. Algoritmos ou logaritmos, como os computadores, somos pro­gra­mados para viver em sociedade e de acordo com suas leis e costumes. Uns com mais condições e a maioria, com ínfimas oportunidades, caminha como zumbi, capengando, entendendo que é preciso sempre enganar o outro, levar vantagem em tudo, alimentando os instintos animais de dominação, próprios dos irracionais. Poucos são os que conseguem se desconstruir e reconstruir”.

Mestre Baba Zen Aranes.


NÃO DÁ PARA ...

... afirmar que não era esperado. Quem tem um mínimo de conhecimento, não precisa fazer esforço hercúleo para decifrar o comportamento de certos modelos que a psicologia analítica chama de arquétipos. Daí a prever as reações, os impulsos e as atitudes destas figuras, acaba sendo fácil.

TÍPICO DE UM SER ...

... acostumado a partir para o confronto. A utilizar a agressão verbal com palavras consideradas pela maioria como não condizentes com a relação social, que, como o animal que marca o território, acostumou-se a utilizar todas as armas para conquistar o seu espaço, não importando a quem fira, ou quem atinja, ou quem possa sair marcado ou ser prejudicado em seus embates.

O ESQUENTADO, ...

... e às vezes destemperado (no sentido de imo­derado) atual presidente da Câmara, ao que parece, após ter sido convencido a entrar numa sinuca de bico de forma errada, acabou fazendo aquilo que era esperado, não apenas por este colunista, mas, talvez, até por aqueles que o convenceram a fazer o que fez, sabendo quais seriam as reações e quais seriam as consequências: deu continuidade, mais uma vez de forma errônea e atabalhoada na sua sanha intimidatória e que parece ter o objetivo de calar a boca deste jornalista.

TALVEZ ...

... entendendo ser uma forma de amedrontar este ser que vos escreve, inclusive incluindo o nome de sua tromba, agora tentou notificar o jornalista, sua filha e a Rádio Cidade FM, mais uma vez de forma atabalhoada e errônea.

O DESTEMPERADO ...

... presidente do “Circo da Aurora”, via cartório, enviou a seguinte notificação:

“Tem a presente a finalidade de notifica-los no sentido de que seja preservado e gravado na integra as falas realizadas no programa “Olímpia em Destaque” do dia 19 de fevereiro de 2019, transmitido pela Rádio Cidade Olímpia FM (98,7). Bem como seja fornecida uma cópia ao notificante.

A presente notificação tem por objetivo a análise e estudo da matéria noticiada acerta do notificante, a fim de verificar o ingresso de ações judiciais.

Assim, ficam Vossas Senhorias, na condição de apresentadores e proprietários da Rádio Cidade Olímpia FM (98,7), a preservarem na íntegra o conteúdo do programa “Olímpia em Destaque” do dia 19 de fevereiro de 2019.

Tem a presente notificação também a finalidade de requerer cópia da mídia gravada do programa “Olímpia em Destaque”, do dia 19 de fevereiro de 2019, isto no prazo de 15 dias a contar do recebimento deste.”

EM PRIMEIRO ...

... lugar, a Rádio Cidade é uma Rádio Comunitária, cuja concessão pertence a uma associação.

TAMBÉM ...

... claro está que ninguém é obrigado a produzir provas contra si mesmo. A preservação, entretanto, se encontra expressa em dispositivo legal que tem que ser cumprida, geralmente através de ordem judicial.

DEPOIS DE ...

... lucubrar alguns instantes, este colunista, que nunca escondeu nada de ninguém e sempre primou pela total transparência em seus atos, inconfor­mado com a possibilidade de ter ofendido alguém, quis saber que programa era este que o atrapalhado vereador estava citando e solicitou à produção da rádio que providenciasse a localização da gravação do programa solicitado pelo destemperado vereador. E mandou o seguinte comunicado via WhatsApp de seu produtor:

“Caro senhor Gustavo. Tendo em vista a notificação extrajudicial recebida na manhã de hoje, 22.02.19, de parte do atabalhoado e destemperado atual presidente da Câmara Municipal da Estância Turística de Olím­pia, solicito a busca da gravação do programa “Olímpia em Destaque” do dia 19 de fevereiro de 2019”.

A RESPOSTA ...

... no entanto, após algumas horas foi a seguinte:

Caro jornalista. Comunico Vossa Senhoria que reuni toda a equipe de técnicos, inclusive solicitei a colaboração de outros do setor de informática, para ajudar nas buscas de referido programa, inclusive não apenas no servidor da emissora de rádio, mas também pela internet, e não foi possível lograr êxito. As buscas, mesmo com todo o esforço possível, levando em consideração o nome e a data dos fatos, não se confirmaram positivas. Não foi encontrado nenhum programa “Olímpia em Destaque” nos computadores da emissora. Inclusive, um especialista em infor­má­tica fez uma busca nos drives em busca de arquivos apagados e não conseguiu encontrar nada com o referido nome”. Cordiais saudações, Gustavo.

DIANTE ...

... de tal resposta, o jornalista ficou pensativo, sem saber o que estaria preocupando o descontrolado edil e começou a procurar qual seria o motivo de tal assertiva e chegou à conclusão de que realmente não existe nenhum programa com o nome citado na notificação.

NA SEMANA ...

... passada, inclusive, o confuso vereador já havia tido negada pela justiça uma interpelação judicial por ter entrado de forma errada.

MAS COMO ...

... na semana passada cenas de suas fanfarrices ganharam o noticiário policial e da justiça des­por­tiva, com Boletim de Ocorrências registrado com acusação de ter ofendido um empresário; o registro de ameaça de morte por parte de um trio de arbitragem que veio atuar em Olímpia na súmula do jogo; e ainda a agressi­vi­dade com que tratou outro vereador chamando-o de trombadinha; nesta semana, o que “viralizou” foi um vídeo onde defendia a troca de paralelepípedos por asfalto em algumas ruas da cidade que tem este tipo de pavimentação há mais de cinco décadas, pasmem os senhores, por serem feias.

CLARO, ...

... que a beleza da rua fica indefensável em contraste com a serventia de um piso que durou décadas sem ter que ser reca­peado e sem apresentar os chamados buracos que o asfalto rotineiramente apresenta em poucos anos, sem contar com o aumento da velocidade da água das enxurradas que podem provocar outros tipos de problemas. Mas, em sede de po­pu­lismo clientelista, tudo pode.

MAS A POPULAÇÃO ...

... atualmente está super atenta para encontrar motivos para fazer qualquer coisa que “viralize” na internet. E como o atrapalhado vereador é useiro e vezeiro em utilizar o recurso de vídeo na internet para anunciar suas proezas populistas, teve um trecho de uma gravação que fez para defender sua tese de que paralelepípedos nos olhos dos outros é talco Johnson. Quer dizer: a tese defendida era a de que os ditos quadrados ou retângulos de pedra têm que ser substituídos pelo asfalto que não dura nem um quinto dos “pepídeos”.

NO ENTANTO, ...

... um ser daqueles que vive a achacar os outros na internet, muitas vezes não por mal, mas agindo pre­conceituosamente, pegou um trecho em que o atrapalhado vereador tenta falar a palavra paralelepípedo e criou uma espécie de “meme” que não demorou muito para “empestiar” o WhatsApp.

O VÍDEO ...

... “viralizou” primeiro nos grupos de WhatsApp e ao depois até no Face­book, onde o destemperado vereador gravou também um vídeo dando suas explicações para o fato.

ESTE COLUNISTA ...

... também recebeu de várias pessoas o tal do vídeo que tinha sido publicado no Facebook na íntegra e entendeu ser um tremendo de um preconceito querer ressaltar o desconhecimento de certas palavras do nosso dicionário por parte do atrapalhado vereador. E seu discurso, não ressente de seu vocabulário pobre. Embora não exista o programa “Olímpia em Destaque” na Rádio Cidade, no programa “Cidade em Destaque”, ele, inclusive passou mais de uma hora sendo entrevistado pelo jornalista, com bastante desenvoltura. Justiça seja feita.

MAS EM ...

... homenagem à sátira escrachada, este colunista tentou decifrar o enigma, ouvindo por várias vezes a tal palavra pronunciada pelo destemperado vereador. Chegou à conclusão que ele diz “Parmare­lopípedo”. Mas nem precisava. Pois, passados poucos minutos, eis que surge uma explicação tipo enciclopédia: “O parma­rele­pípedo é um palmito da família dos pepídeos, de cor amarela, originário da região de Parma, na Itália”. Pano rápido no “Circo da Aurora”.

José Salamargo ... após preparar a Pitoca para lutar contra os moinhos de vento, agora enviou o Pitico para ser adestrado em canil especializado. Este, no auge de seus 7 meses de vida, pode aprender muito mais sobre como fazer a segurança deste jornalista e de sua tromba.


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
24 de Março, 2019
Olímpia FC já trocou 26 técnicos em seis anos - 31
24 de Março, 2019
Padrasto é acusado de agredir enteado com um soco na boca - 31
24 de Março, 2019
Escrevente acusa comerciante de agredi-lo no portão de sua casa - 77
24 de Março, 2019
Turma tenta impedir prisão de dois irmãos por desacato em Severínia - 49
24 de Março, 2019
Batida deixa passageira de moto gravemente ferida - 204


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       




























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites