iFolha - O livro Máquinas Como Eu está nas livrarias!

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 21 de Julho de 2019
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 21/07/2019
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Canal da Nicole
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 08 de Julho, 2019 - 18:10
O livro Máquinas Como Eu está nas livrarias!

Máquinas Como Eu
Londres, 1982. A Grã-Bretanha perdeu a Guerra das Malvinas. A primeira-ministra Margareth Thatcher tem seu poder desestabilizado ao ser desafiada pelo esquerdista Tony Benn. O matemático Alan Turing vive sua homosse- xualidade plenamente e suas contribuições para o avanço da tecnologia permitiram não só a disseminação da Internet e dos smartphones como a criação dos primeiros humanos sintéticos, com aparência e inteligência altamente fidedignas.  É nesse mundo que Charlie, Miranda e Adão — o robô que divide a vida com o casal — devem encontrar saída para seus sonhos e ambições, seus dramas morais e amorosos. O novo romance de Ian McEwan desafia nosso entendimento sobre humanos e não humanos e trata do perigo de criar coisas que estão além de nosso controle. Com 328 páginas, o livro é da Editora Companhia das Letras.

 

Os Sertões – A Luta
Baseado no trabalho testemunhal de Euclides da Cunha sobre a campanha de Canudos, “Os Sertões” é uma das obras mais contundentes da nossa literatura. Nela, o autor expõe a violenta repressão sofrida pelos seguidores de Antônio Conselheiro, ao mesmo tempo que narra a nossa nacionalidade em formação. Neste romance gráfico livremente inspirado no clássico brasileiro incontornável, somos lançados para dentro da luta, para o coração do confronto entre um movimento messiânico sertanejo e as Forças Armadas do país. Através da tensão dramática do roteiro de Carlos Ferreira e dos traços sombrios e torturados do desenho de Rodrigo Rosa, o principal episódio de “Os Sertões ganha uma visão singular e poderosa”. Com 96 páginas, o livro é da Editora Quadrinhos na Cia.

 

O Oráculo da Noite
O que é, afinal, o sonho? Para que ele serve? Como extrair sentido de seus tantos símbolos, repletos de detalhes e signifi- cados? Neste livro, o renomado neurocientista Sidarta Ribeiro responde a essas e muitas outras questões sobre um dos grandes enigmas da humanidade ao recuperar narrativas literárias e históricas do mundo todo. Ele mostra como os sonhos eram importantes às civilizações antigas, como no Egito e na Grécia, situando-os no cerne da ciência e da política, ou como as culturas ameríndias preservam alguns dos exemplos mais bem documentados de profecias oníricas capazes de guiar povos inteiros. Ao mobilizar os principais debates da psicanálise, da medicina, da biologia molecular e da neurofisiologia, “O Oráculo da Noite” apresenta uma história da mente humana pelo fio condutor do sonho. Com 472 páginas, o livro é da Editora Companhia das Letras.

 

Os Dias da Crise
O ano é 2013. Protestos eclodem em vários pontos do país. Quais eram as primeiras reivindicações? No que elas se transformaram? Entender o que aconteceu naquele ano parece ser a chave para entender os eventos desencadeados em seguida. Descortinando contradições e relações que apenas a ficção pode detectar, “Os Dias da Crise”  nos dá um vislumbre do que foi posto em marcha naquele 2013 que já parece distante. Faz isso pelos olhos de Alexandre, um personagem que luta para conter o próprio cinismo ao mesmo tempo em que reafirma certa independência em relação aos grupos em conflito. Ligado ao mundo corporativo, o que Alexandre pretende é relatar a própria derrocada, além do princípio de uma crise que também é econômica. Tanto quanto uma leitura instigante, o romance de Jerônimo Teixeira desnuda o vazio do discurso político de tantos atores da comédia brasileira e oferece uma visão nítida de uma época turbulenta. De Jerônimo Teixeira, o livro tem 128 páginas e é da Editora Companhia das Letras.


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
21 de Julho, 2019
Cunha prevê que ETE comece a tratar o esgoto em setembro - 10
21 de Julho, 2019
Prefeitura instala mais uma “lombofaixa” e já anuncia convênio para implantar outras - 15
21 de Julho, 2019
Loteamento proposto por vereadores precisa provar que não reviverá trauma do Maranata - 14
21 de Julho, 2019
Niquinha e Marcão Coca anunciam loteamento popular pelo Facebook - 18
21 de Julho, 2019
A incógnita de 2020 começa a mostrar sua cara. “Talquei?” - 32


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       


























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites