iFolha - O livro O Verão Tardio chegou nas livrarias

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 19 de Julho de 2019
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 16/07/2019
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Canal da Nicole
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 29 de Abril, 2019 - 14:27
O livro O Verão Tardio chegou nas livrarias

O Verão Tardio
“O Verão Tardio”, sexto romance de Luiz Ruffato, é uma história de inadequação. Depois de mais de vinte anos, Oséias, um homem abandonado por mulher e filho, decide regressar a sua cidade-natal, Cataguases, em Minas Gerais. Durante seis dias, seguimos passo a passo suas andanças, visitas a familiares e encontros com velhos personagens locais. A sombra do suicídio de uma de suas irmãs, Lígia, e a comunicação falha com praticamente todos à sua volta acompanham suas tentativas de reatar os fios do passado. Em meio a um Brasil que parece ir do projeto à ruína a todo momento, “O Verão Tardio”  propõe uma reflexão sobre uma sociedade em que as classes sociais romperam completamente o diálogo e, como afirma um de seus personagens, se tornaram “planetas errantes” prontos para entrarem em rota de colisão e se destruírem. Com 240 páginas, o livro é da Editora Companhia das Letras.



Antologia da Literatura Fantástica
Numa noite de 1937, ao conversar sobre ficções fantásticas, três amigos — Jorge Luis Borges, Adolfo Bioy Casares e Silvina Ocampo — resolveram criar uma antologia com seus autores preferidos. Do filósofo Martin Buber ao explorador Richard Burton, passando pela tradição dos contos orientais, além de Cortázar, Kafka, Cocteau, Joyce, Wells e Rabelais, são 75 histórias — não só contos, como fragmentos de romance e peças de teatro — que nos apresentam uma literatura marcada pelo imaginário e por um modo diferente de representar a realidade. “A nossa sociedade — global, multilinguística, imensamente irracional — talvez só possa descrever a si mesma com a linguagem intuitiva da fantasia”, anota a escritora Ursula K. Le Guin no posfácio desta edição. Com 448 páginas, o livro é da Editora Companhia das Letras.



Querido Evan Hansen
Evan Hansen sempre teve muita dificuldade de fazer amigos. Para mudar isso, decide seguir as recomendações de seu psicólogo e escrever cartas encorajadoras para si mesmo, com esperança de que seu último ano na escola seja um pouco melhor. O que não esperava era que uma das cartas fosse parar nas mãos de Connor Murphy, o aluno mais encrenqueiro da turma. Quando Connor comete suicídio e sua família encontra a carta de Evan, todos começam a pensar que os dois eram melhores amigos. Sem conseguir explicar a situação, Evan acaba refém de uma grande mentira. Ao mesmo tempo, graças a essa (falsa) amizade, o garoto finalmente se aproxima de Zoe, a menina de seus sonhos, e passa a ser notado no colégio. No fundo, Evan sabe que não está fazendo a coisa certa, mas se está ajudando a família de Connor a superar a perda, que mal pode ter? Evan agora tem um propósito de vida. Até que a verdade ameaça vir à tona, e ele precisa enfrentar seu maior inimigo: ele mesmo.  De Val Emmich, o livro tem 336 páginas e é da Editora Seguinte.



A Mulher que Tocou em Jesus
A história da mulher do fluxo de sangue, descrita no Novo Testamento, é talvez um dos relatos mais impressionantes de cura da Bíblia. Cercado por uma multidão que pedia por milagres, Jesus perguntou aos discípulos – perplexos com o questionamento – quem o tocara. Quem o tocara, e apenas na orla de seu manto, foi uma mulher que há mais de 12 anos tinha uma hemorragia incessante que não apenas esgotou seus recursos financeiros, como também quase a fez perder as esperanças. Ao tocar em Jesus foi instantaneamente curada. Mas quem era essa mulher e o que se passou com ela durante sua vida? Pe. Luís Erlin, autor de diversas obras publicadas pela Editora Ave-Maria que já venderam mais de 300 mil livros, conta a história emocionante dessa personagem em um romance belíssimo. “A Mulher que Tocou em Jesus – Em Deus não existem acasos, existe providência”, tem 120 páginas.


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
16 de Julho, 2019
De bem com a vida - 113
16 de Julho, 2019
Os ingredientes naturais á favor da beleza - 110
16 de Julho, 2019
O clipe Pra Gente Ser Feliz - Plutão Já Foi Planeta está disponível - 96
16 de Julho, 2019
Todas as Canções de Amor - 113
16 de Julho, 2019
Batida de Chocolate - 92


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       


























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites