iFolha - O novo Coronavírus sob um governo da velha política irresponsável

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 26 de Maio de 2020
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 26/05/2020
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Cidade em Destaque
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 10 de Maio, 2020 - 18:20
O novo Coronavírus sob um governo da velha política irresponsável

“E o governante que conta mortos como se contasse pedras, que se preocupa mais com CNPJ que com CPF encontrará em algum momento seu lugar em alguma cova rasa da história”.

Do Conselho Editorial

Por mais que governadores e prefeitos tenham se esforçado para conter a pandemia que com certeza mudará a vida de toda a população mundial, a contribuição e os exemplos do governo federal foram os piores possíveis.

A parte mais civilizada do planeta tem se mostrado surpresa com a quantidade de imbecilidades, patetices e ações surreais que o presidente Jair Bolsona­ro tem patrocinado para impor sua vontade que contraria recomendações de especialistas.

Cientistas, pesquisadores, médicos, especialistas, organizações voltadas à saúde de vários países pelo mundo afora e mesmo a Organização Mundial de Saúde tem se mostrado horrorizados com as atitudes do primeiro mandatário brasileiro.

Mesmo Donald Trump, um troglodita para os padrões americanos de educação, recuou do seu discurso de negação da catástrofe após ter jogado a nação americana em uma de suas maiores crises na área de saúde com reflexo a se sentir na economia e já se consolidando como campeão absoluto de número de mortes pela pandemia.

Todos os dirigentes mun­diais que se posi­cio­na­­ram de forma a mini­mi­zar a pandemia pagaram um preço muito alto e sofrerão por terem subestimado uma das maiores crises da humanidade neste período de globalização.

E o Brasil governado por um presidente bufão, irresponsável, com mentalidade de aluno rebelde e burro do fundão de uma quinta série periférica e suburbana, sem noção de civilidade, e, “midioti­zado”, arrastará milhares de almas e a economia ao precipício.

Não é preciso bola de cristal, tarô, búzios, conhecimentos de quiro­man­cia, vocação profética, dons adivinhatórios ou premonitórios para se acercar de que a tragédia brasileira é inevitável.

O exemplo que o presidente da república deu e tem dado foi uma grande e criminosa colaboração para que se ampliasse a desgraça que está por vir, segundo cientistas e proeminentes autoridades da área da saúde.

Alguns estados já dão conta do esgotamento de seu sistema de saúde com enterros acontecendo aos milhares e hospitais sem condição de atendimento com pessoas morrendo de forma solitária, abandonadas, ao Deus da­rá, como se diz por ai.

O governador do Estado de São Paulo que tem se postado por seguir a ciência no tocante ao combate ao Coronavirus e mesmo seguindo as normas técnicas recomendadas pela OMS, aventa a hipótese de mandar pessoas acometidas pelo vírus para ser tratadas no interior do estado, já que os hospitais da capital e de grandes centros estão próximos de esgotarem a capacidade de atendimento.

Vislumbra-se que os efeitos econômicos desta crise no Estado de São Paulo, em razão das políticas implantadas, poderá ser menor que na maioria dos estados.

E poderia ser melhor se não houvesse resistências ao isolamento, principalmente provocadas pelos seguidores do Capitão Corona que as estimula como chefe de torcida de time de terceira divisão.   

E as irresponsabilidades parecem não cessar nunca.

Além dos encontros matinais no cercadinho com o gado na porta do planalto, o bárbaro incivilizado anunciou que patrocinará um churrasco para trinta pessoas no final de semana e depois irá visitar a mãe de 93 anos.

Estas atitudes bizarras e inconsequentes refletem mundo afora e a sensação que se manifesta nos grandes jornais internacionais é de que o país é desgo­ver­nado por um louco desprovido de sensibilidade, humanidade e capacidade de governar.

Esta infelizmente é a realidade que se vive e os reflexos, gostem ou não os seus apoiadores, o resultado será o pior possível e o cres­cimento do número de óbitos por Covid 19 aponta nesta direção.

E o governante que conta mortos como se contasse pedras, que se preocupa mais com CNPJ que com CPF encontrará em algum momento seu lugar em alguma cova rasa da história.


 


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
26 de Maio, 2020
Os politiqueiros e suas falsas verdades, pedido de exame de covid-19 e morte de mototaxista foram os temas do Cidade em Destaque de terça-feira, 26.05.2020 - 47
26 de Maio, 2020
Briga no Quinta da Colina termina com homem esfaqueado na segunda-feira - 76
26 de Maio, 2020
Olímpia tem mais um caso de covid-19 confirmado e vai a 43 - 137
26 de Maio, 2020
“Chaves” e “Chapolin” boas opções para assistir na quarentena - 54
26 de Maio, 2020
Totalmente Demais: Policiais vão à casa de Germano para apreender Fabinho - 59


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       








Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites