iFolha - Olímpia começa semana com mais três mortes em dois dias

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 02 de Março de 2021
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 02/03/2021
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Cidade em Destaque
Radio iFolha
TViFOLHA


Olimpia, 22 de Fevereiro, 2021 - 21:12
Olímpia começa semana com mais três mortes em dois dias

EFEITO BORBOLETA COLORIDA!
Com 108 falecimentos, média por 100 mil habitantes já se aproxima de 200 (196). Em fevereiro, agora são sete mulheres e cinco homens que perderam a vida por complicações da covid-19.



Olímpia começou a semana com o registro de mais três mortes em razão de complicações da Covid-19. Um homem de apenas 40 anos, um de 65 e outro de 79. Agora são sete mulheres e cincos homens, 12 ao todo, que perderam a vida durante fevereiro que já é o quarto mês de toda pandemia em número de óbitos.


A 106.ª morte de Olímpia foi de Leandro Santos de Carvalho, de 40 anos de idade, no domingo, 21, na Santa Casa de Olímpia.

O 107.º óbito foi o de Leonildo Amaro, de 65 anos, na segunda-feira, 22.

Já a 108.ª morte foi a de Elídio Carlos Vieira, 79 anos, também na segunda-feira, 22, na Santa Casa local.

Elídio também era conhecido como Elídio Tintureiro, proprietário da Lavanderia Nossa Senhora Aparecida. Recentemente perdeu a irmão Diva também para Covid. E seu irmão Antonio Vieira de Carvalho, o "ZIZA", também está internado tratando da doença provocada pelo Sars-CoV-2.

FEVEREIRO CONTINUA NO PLATÔ DA PANDEMIA

Agora, Olímpia soma 12 mortes em 22 dias, sete mulheres e cinco homems, o que faz voltar à média de antes da fase vermelha, em janeiro, que era de um óbito a cada 2 dias.

Por outro lado, com 108 casos registrados até aqui, o município continua a ter o maior número de casos de mortes por Covid-19 por 100 mil habitantes da região (DRS V), com 196 óbitos por 100 mil.

Na conta feita pelos especialistas, divide-se o número de mortes (108) pelo número de habitantes (55.130) e depois multiplica o produto por 100 mil, o que dá um resultado de 196.

Para se ter uma ideia, Barretos, que é a maior cidade da região a que pertence Olímpia (a DRS V) e que registrou mais um óbitos na segunda-feira, 22, com 194 mortes e 122.833 habitantes o número é de 158 mortos por 100 mil habitantes.

AS OUTRAS MORTES DE FEVEREIRO

Fevereiro teve o seu primeiro óbito por complicações da Covid-19 e a 97.ª morte de toda a pandemia na terça-feira, 02 de fevereiro: uma mulher de 86 anos. Maria Monteiro Dias Barros estava internada na Santa Casa de Olímpia desde o dia 18 de janeiro.

Na quarta-feira, 03, mais uma mulher de 86 anos veio a óbito por complicações da Covid-19: Genny Gazige Pegoraro. Ela também estava internada na Santa Casa local. Foi o segundo de fevereiro e o 98º da pandemia.

Na sexta-feira, 05, quem perdeu a vida em razão de complicações da Covid-19 foi Célia de Fátima Benevides, 63 anos, a 99ª vítima, que havia sido internada na Santa Casa de Olímpia na terça-feira, dia 02.

Na segunda-feira, 08, foi confirmada pela Saúde a morte nº 100 da pandemia e a quarta de fevereiro. Às 07 horas da manhã de sábado, 06, veio a óbito, Rosa Aparecida Galeti, 67 anos. Ela nem chegou a ser internada, morreu ao ser atendida na UPA.

O 101.º óbito por complicações da covid-19 em Olímpia aconteceu na terça-feira, 09, e tirou a vida de Maria de Oliveira Pereira, 77 anos. Ela estava internada em Bebedouro.

O 102º de toda a pandemia foi registrado no domingo, 14, o óbito do primeiro homem a morrer por Covid-19 em fevereiro, Antônio Crepaldi, 78 anos, (deixa os filhos Sandra e Cássio), também antes de ser internado, quando estava sendo atendido na UPA.

A 103.ª morte ocorreu no dia 15 no hospital do amor em Bebedouro e tirou a vida de Fidelcina Costa Marques, de 71 anos de idade.

Já a 104ª morte oficial ocorreu na madrugada de terça-feira, 16, também em Bebedouro, quando veio a óbito Elcídia Marçal de Menezes, de 97 anos, que era residente no Abrigo São José e também estava internada no hospital de Bebedouro.

A 105.ª morte de Olímpia foi de Dagoberto Inácio,  aos 64 anos de idade,  na madrugada de quinta-feira, 18, no Hospital Austa Clínicas em São José do Rio Preto onde estava internado desde o dia 10 de fevereiro.

 

O QUE DIZEM OS NÚMEROS
São 64 homens (59,25%) e 44 mulheres (40,74%). Dos 108 óbitos registrados até aqui, o mais novo tinha 24 anos e o mais velho 97. Apenas 08 deles tinham até 39 anos (7,40%). 12 tinham entre 40 e 59 anos (11,11%). 56 entre 60 e 79 anos (51,85%). E 32 com mais de 80 anos (29,62%).


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
02 de Março, 2021
Taís Araújo é pé no chão - 72
02 de Março, 2021
As verduras ficam mais nutritivas se foram cozidas sem água. - 43
02 de Março, 2021
Caviar para tratar os cabelos - 59
02 de Março, 2021
MC Kekel e MC Rita estão juntos de novo. - 61
02 de Março, 2021
Quando Hitler Roubou o Coelho Cor-de-Rosa - 61


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       


















Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites