iFolha - Olímpia tem mais uma morte na 4.ª feira e fecha setembro com 18 óbitos por Covid

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 29 de Outubro de 2020
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 29/10/2020
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Cidade em Destaque
Radio iFolha
TViFOLHA


Olimpia, 30 de Setembro, 2020 - 22:14
Olímpia tem mais uma morte na 4.ª feira e fecha setembro com 18 óbitos por Covid

CURVA DESCENDENTE!
A 58.ª morte ocorrida na quarta-feira, 30,
foi de Victal Crepaldi, 88 anos,
internado no Hospital Nossa Senhora Barretos há vários dias.
Foram cinco óbitos nos últimos cinco dias.
Mas isso não quer dizer que o município possa estar vivendo uma
segunda onda do novo coronavírus. O quadro atual seria o resultado
do grande número de contaminação constatado no mês de agosto
e o fato de que muitos pacientes chegam a ficar internados por mais
de 15 dias nas UTIs de Olímpia e região.
Com 58 casos registrados Olímpia passa a ter 105,20 óbitos
por 100 mil habitantes, e fica entre os piores números do mundo.

 

Com mais uma morte por complicações da Covid-19 na quarta-feira, 30, Olímpia registrou esta semana cinco óbitos em quatro dias. Uma mulher de 84 anos morreu na segunda-feira, 28; na terça-feira, 29, o município acabou recebendo mais três notificações (uma delas, no entanto, foi de um homem de 81 anos que faleceu no domingo, dia 27 e estava internado na UTI do Hospital Nossa Senhora, em Barretos” e na 4.ª feira um outro homem de 88 anos acabou morrendo também em Barretos.

Com cinco mortes em quatro dias, a cidade terminou o mês de setembro com o registro de 17 óbitos no mês, o que dá uma média de um falecimento a cada 1,76 dias, enquanto no mês do pico da pandemia, agosto, em 31 dias, registrou-se 31 falecimentos, o que dá uma média de um caso por dia.

A maioria dos casos de setembro ocorreram na segunda quinzena do mês, mas isso não quer dizer que o município possa estar vivendo uma segunda onda do novo coronavírus, já que o número de internações e de pessoas em situação mais grave em UTI tem caído em grande proporção em relação ao mês do pico que foi em agosto, juntamente com o número de casos.

O quadro atual, dentro deste contexto, seria o resultado ainda do grande número de contaminação constatado no mês de agosto quando chegaram a ser registrados mais de 100 casos de infectados num mesmo dia.

A 58.ª morte ocorrida na quarta-feira, 30, foi de Victal Crepaldi, 88 anos, internado no Hospital Nossa Senhora Barretos há vários dias.

A 57.ª foi Sebastião Honório Pereira que estava internado há vários dias na Santa Casa local e faleceu terça-feira, 29.

O 56.º óbito por Covid tirou a vida na manhã de terça-feira, 29, do marceneiro e garçom Antonio Candido Monteiro, de 81 anos que estava internado há aproximadamente 15 dias na Santa Casa local.

A 55.ª morte se deu na segunda-feira, 28, quando perdeu a vida por complicações da Covid-19, Luzia Alves dos Santos, de 84 anos, que também estava internada na UTI do Nossa Senhora em Barretos.

Já a 54.ª aconteceu no domingo, 27, na UTI do Hospital Nossa Senhora em Barretos e vitimou Antonio Batista Henrique, de 72 anos.

PIOR DO QUE O PIOR PAÍS DO MUNDO EM NÚMERO DE MORTOS POR 100 MIL HABITANTES
Por outro lado, com 58 casos registrados até aqui, Olímpia passa a ter um número de casos de mortes por Covid-19 por 100 mil habitantes bem superior a média brasileira, situando-se entre os piores índices do mundo com 105,20 óbitos por 100 mil.

Na conta feita pelos especialistas, divide-se o número de mortes (58) pelo número de habitantes (55.130) e depois se multiplica o resultado por 100 mil, o que dá um resultado de 105,20.


OUTROS NÚMEROS
Até agora morreram 43 homens e 15 mulheres; 02 em maio, 03 em junho, 05 em julho, 31 em agosto, e 17 em setembro. Quanto a idade, a faixa com maior número é a entre 70 a 79 anos com 18 óbitos (13 homens e cinco mulheres); depois vem os que estão entre 80 e 89 também com 14 (10 homens e 04 mulheres); em terceiro os que se situam entre 60 e 69 com 13 (09 homens e 04 mulheres); depois vem os que estão entre 50 e 59, cinco homens; entre 40 e 49, dois homens e uma mulher; de 30 a 39 três homens; e nos dois extremos, com menos de 29 e acima de 90 apenas um cada.


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
29 de Outubro, 2020
Motorista da Daemo denúncia suposta proposta para sabotar água da cidade e juiz manda suspender o “Blog da Verdade” foram os principais assuntos do Cidade em Destaque de quinta-feira, 29. - 66
29 de Outubro, 2020
Gravação surpresa do vereador Niquinha agradecendo as orações que recebeu, mais uma morte por Covid-19 e a extinção do processo do “chapeludo” foram os temas principais do Cidade em Destaque de quarta-feira, 28. - 152
28 de Outubro, 2020
Prefeitura interdita ponte na vicinal Matadouro/Kimberlit - 143
28 de Outubro, 2020
Um de manhã e outro no final da noite. Olímpia teve duas mortes na terça-feira - 169
28 de Outubro, 2020
Coligação recorre ao TRE e garante que o vídeo “viralizado” no “Whats” foi propaganda negativa - 205


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       








Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites