iFolha - Olmos enviou nota no dia do debate justificando que não ia comparecer

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 04 de Dezembro de 2020
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 03/12/2020
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Cidade em Destaque
Radio iFolha
TViFOLHA


Olimpia, 08 de Novembro, 2020 - 17:05
Olmos enviou nota no dia do debate justificando que não ia comparecer

DE ÚLTIMA HORA!
“Ação premeditada de adversários para transformar
debate em jogo de cartas marcadas”. Candidato
fez “livemicio” no mesmo horário do Debate
na tentativa de esvaziar o evento realizado
pela OAB e consórcio de imprensa.

Embora tivesse utilizado o seu gabinete do ódio (dezenas de correligionários, assessores e simpatizantes que ficam disparando postagens e montagens destruindo os opo­nentes e defendendo o can­didato) para tentar de todo jeito, com inverdades, acusaçõ­es inverídicas e agressões, o candidato do PP, Flávio Olmos, enviou nota de esclarecimento ao jornalista José Antônio Arantes, um dos or­ganizadores do Debate – Elei­ções 2020 – Fortalecendo a Democracia – apenas na tarde do dia 04, horas antes do evento.

Os ataques aconteceram durante toda a semana e mesmo no dia, tentando confundir a população de que o debate não aconteceria. Por volta de 18 horas soltaram que o candidato Pimenta não participaria. Depois, como es­te reafirmou sua presença publicamente nas redes sociais, começaram a propagar que o Debate havia sido cancelado.

Segundo o jornalista Jo­sé Antônio Arantes e sua filha Bruna Arantes Saveg­nago, foram dias de verdadeiro terrorismo, quando usaram todo tipo de técnicas de destruição na inter­net para evitar que o debate fosse realizado. “Era co­mo se eu e meu pai fosse­mos candidatos e estivéssemos liderando as pesquisas com uma vantagem muito grande. Como se fosse uma questão de vida ou morte”, afirmou a âncora do programa Cidade em Destaque na rádio Cidade.

TEXTO CORDIAL

MAS COLOCANDO

EM DÚVIDA

REALIZADORES

DO EVENTO

A nota, cujo texto tenta ser cordial, acaba concentrando uma série de agressões e acusações tanto aos outros candidatos como aos organizadores do debate, um consórcio de veículos de comunicação e a própria subseção local da OAB – Ordem dos Advogados do Brasil.

A nota escrita em nome do candidato e endereçada ao jornalista começa agradecendo o convite e confirmando que haviam acei­ta­do participar. “Inicialmente havíamos aceitado o convite para participar, no entanto, devido aos a­contecimentos da última semana, onde é fato público e notório o grau de virulência e desespero de alguns adversários (incluindo órgãos de imprensa), que estão deixando em segundo plano o debate de propostas e ideias, para se dedicar, quase exclusivamente, aos ataques gratuitos, tentativas de armação e agressões pessoais a minha pessoa e a minha família, optamos por não mais participar deste evento”.

E continua: “Tenho demonstrado com os princípios democráticos, a disposição necessária para enfrentar qualquer tipo de discussão. Somente na Rádio Cidade, participei de três entrevistas ao vivo. A alta audiência destas entrevistas e a maneira como me comportei, demonstram que não tenho receio de enfrentar o debate franco e democrático”.

AÇÃO

PREMEDITADA

E ARTICULADA

DE ALGUNS

ADVERSÁRIOS

“Porém não posso me render a ação premeditada e articulada de alguns adversários que deram mostrar que iriam transformar o debate em uma arena de grosserias e a­gres­sões, ou até mesmo em um jogo de cartas mar­­cadas”, comple­menta.

A nota diz também: “Inclusive, na equipe de jornalistas e profissionais convidados para o debate, temos pres­tadores de serviço da prefeitura que adesi­varam até seus veículos com a publicidade de nosso adversário, além de jornalistas com cargo em comissão que estão participando ativamente da campanha de nosso adversário e, que, além de receberem verba do município, tem estes, total interesse no resultado das eleições, sem a parcialidade necessária e nenhuma condição técnica para participar de um evento deste porte”.

Flávio também justifica: “Aproveitaremos este tempo da agenda para continuar nos fazendo presente nas ruas e nos bairros de Olímpia, sempre ao lado do povo o­lim­pien­se, com carinho, humildade e levando as nossas propostas do Plano de Governo”.

NO HORÁRIO

DO DEBATE

FEZ“LIVEMICIO”

PARA ESVAZIAR

EVENTO

No entanto, no mesmo horário do debate o candidato fez uma “livemí­cio” na inter­net para tentar concorrer e não deixar que o debate tivesse repercussão.

Na nota, Olmos ainda destacou: “Independentemente dessa não participação do debate, permaneço à disposição dos veículos de imprensa para mostrar nossas propostas para O­límpia e esclarecer aos eleitores. Tanto é que temos 3 (três) sabatinas em andamento, sendo uma na Tv Band, outra na Paróquia Nossa Senhora Aparecida e outra na Paróquia São José, todas com a nossa participação”.

E conclui dizendo: “A­pro­veito para reafirmar o meu respeito ao Jornal Folha da Região e a Rádio Cidade, e desejar boa sorte na cobertura destas eleições”.


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
03 de Dezembro, 2020
Quando chegará a vacina da Covid-19 foi o principal tema discutido no programa Cidade em Destaque de quinta-feira, 03. - 97
02 de Dezembro, 2020
Prefeitura confirma que não haverá Réveillon e Natal em Olímpia contará com decoração na praça, em ruas do centro e na Avenida Aurora foram os principais assuntos do Cidade em Destaque de quarta-feira, 02. - 91
01 de Dezembro, 2020
Dona de casa denuncia festa com mais de 500 pessoas em chácara na área rural em Olímpia e ponte histórica é instalada na Avenida dos Olimpienses foram alguns destaques do Cidade em Destaque de terça-feira, 01. - 275
30 de Novembro, 2020
Segunda onda pode chegar a Olímpia semanas após capital e a farra do boi continua com bares e restaurantes sem fiscalização foram alguns assuntos do Cidade em Destaque de segunda-feira, 30. - 137
30 de Novembro, 2020
Série premiada - 130


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       








Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites