iFolha - Os meandros da Pedofilia

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 16 de Dezembro de 2017
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 13/12/2017
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Social
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Coluna do Ivo
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Olímpia FC - TV
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 24 de Setembro, 2017 - 22:59
Os meandros da Pedofilia

OSCAR ALBERGARIA PRADO

É alta a criatividade e malícia utilizadas pelos pedófilos que procuram abusar dos jovens. Utilizam-se do desconhecimento, da ingenuidade para ganhar sua confiança.


O fato dos jovens estarem dentro de suas casas não significa que estão protegidos, pois as ameaças e perigos do mundo virtual são até maiores que no mundo real.

Não se pode deixar de fiscalizar o que crianças e jovens estão acessando em seus celulares, tablets e notebookes, além de outros meios utilizados nas redes sociais. É preciso que os pais tenham conhecimento do que seus filhos vêem e com quem estão se comunicando.

Isto não significa que está havendo desrespeito à privacidade dos jovens, pois é mais importante cuidarmos da segurança deles, protegendo-os contra as ameaças que podem prejudicá-los, tanto quanto em relação à saúde, mas também à integridade física e mental. Precisamos, como pais, proteger nossos filhos seja dos riscos reais ou virtuais.

Há distinção em relação ao que significa pornografia infantil e pedofilia.

A pedofilia é tratada como um desvio no desenvolvimento da sexualidade, já a pornografia infantil está presente em alguns artigos do Estatuto da Criança e do Adolescente pela simples exposição de cenas de nudez que envolva crianças ou adolescentes, desde que contenham conotação pornográfica.

São diversos os sinais que são apresentados pelos jovens que vêm sendo molestados virtualmente. Podem apresentar alterações de comportamentos, sutis ou mais evidentes, fecharem-se em seus quartos, mostrarem sinais de irritabilidade ou evitamento, mudanças de padrões e horários, dificuldades escolares, alterações de sono além de outras.

Portanto, os pais, ou qualquer outro responsável, precisam estar atentos a esses sinais. Quando são apresentados alguns desses sinais, mesmo que o jovem diga que nada está acontecendo é importante que se proceda a uma investigação.

É imprescindível o diálogo entre pais e filhos sobre diversos assuntos da atualidade e também comentando sobre os riscos que os filhos podem passar em diversas áreas. Mas é muito importante que esse diálogo não se constitua em “lições de moral” ou sermões, porque isso só vai servir para afastar os jovens.

Nada impede que os pais utilizem de sua autoridade, o que é diferente de autoritarismo, quando os filhos se mostram inacessíveis.
A responsabilidade sobre os filhos é dos pais, que devem educá-los e darem a eles o sustento a que têm direito. Mas eles também têm o direito de decidir o que é melhor para eles, até que eles mesmos cresçam e então assumam o controle de suas vidas, como adultos.

As autoridades devem ser alertadas quando se descobre que um filho está sendo vítima de abusos virtuais ou reais. Além dessa medida devem limitar o acesso do jovem aos meios por onde o abuso ocorreu.

Os pais devem buscar estar atualizados sobre o que está acontecendo no mundo tecnológico e sobre as ameaças virtuais. Devem sempre buscar saber o que seus filhos acessam na rede virtual e com quem estão mantendo contato.

É bem verdade que todas as medidas que possam ser tomadas não vão impedir que os pedófilos continuem a agir, no entanto, certamente irão limitar o alcance dessa prática.

Oscar Albergaria Prado é advogado militante em Olímpia.

 


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
13 de Dezembro, 2017
Daemo assina contrato para perfuração e reestruturação de poços - 101
13 de Dezembro, 2017
Programação cultural do Natal Encantado continua nesta quinta - 84
13 de Dezembro, 2017
Jurista Luiz Flávio Gomes faz palestra na Casa do Advogado nesta quinta-feira - 111
13 de Dezembro, 2017
Trabalhador fica assustado ao saber de dívida de R$ 200 mil em loja de eletrodomésticos - 617
13 de Dezembro, 2017
Estelionatário vende panela por R$ 100, mas cobra R$ 1000, no cartão de crédito - 404


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       






























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites