iFolha - Pastor de igreja é a nona morte por Covid-19 em Olímpia

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 11 de Agosto de 2020
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 11/08/2020
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Cidade em Destaque
Radio iFolha
TViFOLHA


Olimpia, 27 de Julho, 2020 - 10:18
Pastor de igreja é a nona morte por Covid-19 em Olímpia

DOMINGO TRÁGICO!
Uma mulher de 70 anos morreu as 6h20 da manhã
e o pastor por volta das 21 horas.
Duas mortes na sexta-feira e duas no domingo.
Quatro mortes em três dias.
Em julho já são seis mortes, provavelmente o resultado do desrespeito total de grande parte da população que passou a não respeitar as medidas de contenção e o isolamento
.


O pastor Rogério Marcelino, de 52 anos (na foto, ao lado da esposa Cleusa Feliciano), da igreja Pentecostal Deus é Amor, é a nona vítima mortal da Covid-19 em Olímpia e o segundo óbito ocorrido no domingo, 26, na Santa Casa local que já havia registrado a morte de uma mulher de 70 anos no início da manhã, 6h20.

Das nove mortes registradas em Olímpia duas foram em maio e apenas uma no mês de junho e em julho já são seis mortes, provavelmente o resultado do desrespeito total de grande parte da população que passou a não respeitar as medidas de contenção e o isolamento.

O pastor morreu por volta de 21 horas do domingo, quando, segundo familiares, os funcionários da ala do covid do hospital foram trocar a posição em que estava e ele acabou tendo uma parada cardiorrespiratória e não foi possível ressuscitá-lo.

Rogério, ao que se informa tinha outras comorbidades, como diabetes e bronquite asmática.

Segundo ainda informações extraoficiais, ele teria ido até duas vezes na UPA no final de semana retrasado e apenas na terceira vez, quando já teria piorado bastante o seu estado de saúde é que teriam realizado o exame e constatado a contaminação pelo novo coronavírus.

Entre domingo e segunda é que teria sido internado e sido intubado, vindo a falecer aproximadamente uma semana depois.

O pastor deixa quatro filhos e foi enterrado no início da manhã desta segunda-feira, por volta das 7 horas, no cemitério São José em Olímpia.

Uma pessoa próxima da família que esteve no enterro contou como foi o enterro do pastor: “Eu fui lá agora no enterro, fiquei de longe e tudo. Que coisa mais triste. Sabe aquele pessoal todo equipado da saúde, vindo trazendo o caixão naquelas roupas assim de cena de filme de final do mundo que a gente assiste que parece que o vírus está no ar, assim, sabe? Daquele estilo”.

E continuou: “O caixão você vê que está lacrado, é visível, porque ele está lacrado. Eles não chegam a tocar no caixão também, é colocado um negocinho assim e o caixão vai indo e eles vão ajudando com o pau. Nossa, é muito triste. E é assim, chega, já vai lá com o caixão e já coloca lá na boca já, nem deixa para fora para pessoas tocarem no caixão”, concluiu.

A prefeitura, no início da manhã, emitiu o comunicado do nono óbito: “É com tristeza que a secretaria de Saúde de Olímpia comunica mais um óbito por complicações da Covid-19, o nono registrado no município. Trata-se de um homem de 52 anos, que estava internado na UTI da Santa Casa há quase 10 dias e não resistiu. Ele tinha comorbidades preexistentes”.

12 MORTOS NA SANTA CASA – UM NA UPA E OUTRO EM RIO PRETO. AS MORTES DO COVID-19 NA MICRORREGIÃO.

Com mais esta morte a Santa Casa de Olímpia contabiliza agora 12 óbitos, seis de Olímpia, três de Cajobi, um de Altair e um de Colina. De Olímpia também teve uma morte em Rio Preto e outra que não chegou a ser internada no hospital, pois morreu intubada na UPA.

“AS MORTES DE OLÍMPIA”
Olímpia registrou até agora nove mortes, sendo duas no domingo, 27, uma mulher de 70 anos (segunda mulher a morrer em Olímpia) que faleceu às 6h20 daquele dia e o pastor Rogério Marcelino, de 52 anos que faleceu por volta das 21 horas do mesmo dia; Duas pessoas também faleceram no dia 24: um rapaz de 36 anos (Ricardo Rodrigo Pereira) e uma mulher de 78 (a primeira mulher a morrer por covid-19 em Olímpia).

A primeira morte de Olímpia foi de um paciente de 70 anos que faleceu no dia 14 de maio; outro, de 68, veio a óbito no dia 20 do mesmo mês; o terceiro foi o empresário Joseph Humberto Catelani Rossi, 61 anos, que morreu no dia 01 de junho após ficar internado por mais de 20 dias no HB em Rio Preto; o quarto, de 60 anos, veio a óbito no dia 08 de julho, após ficar mais de uma semana internado na UTI da Santa Casa; e o quinto, de 72 anos, faleceu na noite do dia 14 do mesmo mês, na UPA – Unidade de Pronto Atendimento de Olímpia.


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
11 de Agosto, 2020
Cuidados especiais com os atores vulneráveis - 50
11 de Agosto, 2020
A postura corporal tem tudo a ver com beleza - 35
11 de Agosto, 2020
Mano Walter lança EP “Histórias” - 44
11 de Agosto, 2020
Filme; Um Elefante Sentado Quieto - 44
11 de Agosto, 2020
Cappuccino de Canela com Mel - 46


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       








Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites