iFolha - Postagem sobre “sequestro de crianças” nas redes sociais causa pânico na cidade

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 23 de Abril de 2019
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 22/04/2019
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Canal da Nicole
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 20 de Janeiro, 2019 - 19:33
Postagem sobre “sequestro de crianças” nas redes sociais causa pânico na cidade

A postagem de um áudio no aplicativo whatsapp, que falava sobre o  desaparecimento de duas crianças em Olímpia e uma eventual tentativa de sequestro de outras duas crianças, viralizou nas redes sociais em Olímpia durante essa semana. Ao final ficou constatado  que tudo não passou de interpretação errada.

O áudio viralizou na noite de quarta-feira, dia 16, onde uma mulher dizia que estava nas proximidades da ETEC, na rua José Piton, quando um carro de cor escura teria passado a segui-la, tendo inclusive chegado a subir na calçada.

A mulher dizia que estava com suas duas filhas (menores) e como não carregava nada de valor achou que os ocupantes  do carro tinha intenção de levar as suas filhas. Também no áudio tem o comentário de que duas crianças estavam desaparecidas em Olímpia.

Na manhã de quinta-feira, dia 17, ouvintes do programa do radialista Valter Carucce, ajudaram a identificar a mulher que fez o áudio. Inclusive, a aposentada Rosa Torres, mais conhecida por Rosinha telefonista da Santa Casa, concedeu entrevista explicando o que aconteceu.

Ela contou que o áudio foi feito na quinta-feira, dia 10, tendo ela passado para duas amigas contando o que aconteceu. Ela confirmou que foi perseguida pelos ocupantes do carro escuro e que imaginou que eles queriam pegar as suas filhas, pois não levava nada de valor.

Contou Rosinha, que foi  socorrida por um rapaz na Avenida Andrade e Silva. Explicou que não conseguiu anotar a placa do carro e que por isso, não registrou o boletim de ocorrência na delegacia de polícia de Olímpia.

De acordo com a aposentada, esta semana ela ficou assustada com a repercussão do caso com o seu áudio tendo viralizando nas redes sociais. Contou que muitas pessoas reconheceram sua voz e passaram a ligar para saber sobre o acontecido.

Declarou ainda a telefonista aposentada, que ficou muito assustada com o acontecido e que não saiu mais de casa. Também contou que não recebeu nenhuma ligação dos elementos que estavam no carro escuro ou mesmo viu este veículo nas proximidades de casa.

Por outro lado, na delegacia de polícia de Olímpia, não foi registrado nenhum boletim de ocorrência de desaparecimento de crianças. Na repartição policial informava-se que tudo não passou de mais um caso de FakeNews nas redes sociais.

 


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
22 de Abril, 2019
Juliana Paiva escalada - 49
22 de Abril, 2019
O chocolate não é um vilão! - 60
22 de Abril, 2019
CD acústico de Thiaguinho chegou nas lojas - 46
22 de Abril, 2019
O filme O Manicômio chegou nas locadoras - 39
22 de Abril, 2019
Mousse de Chocolate - 55


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       




























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites