iFolha - Preste atenção nos alimentos que você ingere

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 21 de Janeiro de 2018
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 18/01/2018
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Social
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Coluna do Ivo
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Olímpia FC - TV
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 02 de Janeiro, 2018 - 17:48
Preste atenção nos alimentos que você ingere

Final de ano é sempre marcado por aquela “comilança extra” e, com isso, aumenta o risco de intoxicação alimentar.

A intoxicação alimentar leva milhares de pessoas ao pronto-atendimento dos hospitais da rede pública e particular. Os médicos afirmam que as más condições de higiene são as principais causas deste mal, que aparece aumentar à medida que a temperatura sobe. O principal sintoma é a diarreia.

A intoxicação alimentar ocorre quando a pessoa ingere algum alimento contaminado por bactérias. A temperatura e a umidade são as condições ideais para a multiplicação delas sem contar que, com o Verão, as pessoas passeiam mais, ou seja, aumenta também a frequência às lanchonetes e bares.

As bactérias mais comuns envolvidas na intoxicação alimentar são:

a) Clostrídeos: geralmente disseminadas pelas moscas. Estão presentes no ar, poeira e chão.  Uma das intoxicações mais graves causadas por esta bactéria é o Botulismo. Ao invés de atacar o intestino como os outros tipos, ela age no sistema nervoso, podendo levar o indivíduo à morte devido à paralisia respiratória. Pode ser encontrada em conservas tais como pickles, palmitos, milho, ervilha, patês.

b) Salmonella: contamina todos os tipos de carnes (branca ou vermelha) e ovos. A contaminação ocorre no animal, antes do mesmo ser abatido. O cozimento completo do alimento destrói totalmente as bactérias nocivas: por este motivo prefira sempre consumir ovos bem cozidos ou bem fritos e muito cuidado com a maionese, principalmente aquela preparada a partir de gemas cruas, conhecidas como “caseiras”.

c) Estafilococos: está presente na superfície da pele humana, principalmente em torno do nariz e machucados. Um corte na mão ou braço da pessoa que prepara a refeição pode contaminar a refeição toda se os alimentos não forem cozidos em temperatura de 60°C durante no mínimo de 30 minutos.

Vale ressaltar que intoxicação alimentar não é provocada pela ingestão de alimentação saudável ou guloseimas. Para evitá-la, nada melhor que a prevenção, optando por uma alimentação em lugares com condições mínimas de higiene.
Náuseas, franqueza, dores de cabeça e abdominal, vômitos, além de diarreia são os sintomas da intoxicação. No caso do botulismo, há também a visão turva e a paralisia aguda (incluindo a respiratória).

Quando o problema é diagnosticado, o foco do tratamento é a hidratação, pois muitos líquidos são perdidos com vômitos e diarreia. Recomenda-se ingerir muita água de coco e chá de ervas, camomila e erva doce.

Neste período de recuperação, não se deve consumir alimentos como leite e derivados, açúcar, refrigerantes, sucos de frutas laxativas (laranja, mamão, tangerina, entre outros), além de comida crua e verduras cozidas.

O ideal é optar por uma dieta leve: sopas de legumes, canja, purês sem leite, legumes bem cozidos (batata, chuchu, cenoura), biscoito de água, torradas, para que a desintoxicação ocorra.

Em crianças, a doença pode ser mais intensa, pois os pequenos possuem o sistema imunológico em desenvolvimento e por isso são mais frágeis.

Os médicos são unânimes ao afirmarem que, ao perceber uma intoxicação alimentar, deve-se procurar um serviço médico de emergência e oferecer muito liquido para evitar a desidratação, neste caso o soro caseiro pode ser uma ótima opção.

Fique de olho nos alimentos que ingerir.


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
18 de Janeiro, 2018
Lavrador desfere duas facadas em instalador de antenas em Severínia - 216
16 de Janeiro, 2018
Ladrões armados levam celulares e R$ 37 mil de agência de turismo no centro em pleno meio dia - 575
16 de Janeiro, 2018
Martines acredita que grande número de viroses é consequência do tempo e aumento de turistas - 236
16 de Janeiro, 2018
Delegado acredita que primeiro homicídio do ano pode ter sido execução ligada ao PCC - 651
15 de Janeiro, 2018
Olímpia tem vacina contra a Febre Amarela em todas as UBS - 213


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       






























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites