iFolha - Rapaz baleado em Severínia no domingo por jovem de Olímpia morreu na tarde de 3ª feira em Barretos

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 05 de Agosto de 2020
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 04/08/2020
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Cidade em Destaque
Radio iFolha
TViFOLHA


Olimpia, 21 de Julho, 2020 - 20:20
Rapaz baleado em Severínia no domingo por jovem de Olímpia morreu na tarde de 3ª feira em Barretos

BALA NA NUCA!
Wesley Henrique Pereira Luis, de Olímpia,
disparou seis tiros contra Didi
e um deles acertou sua nuca.
Didi foi internado ainda na noite de domingo,
passou por cirurgia mas não resistiu.
Ao que se informa, médicos teriam limpado
os estilhaços da bala
que transfixou a nuca de Sandro.


Faleceu Sandro Lucas Alves da Silva, o Didi, de 30 anos, que foi baleado na noite do último domingo em Severínia, por um rapaz de 19 anos de Olímpia, Wesley Henrique Pereira Luis, que reside no Jardim Harmonia, não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo na tarde de terça-feira, 21, enquanto estava internado na UTI da Santa Casa de Barretos.

Sandro foi baleado na cabeça, no bairro Jardim Maldonado, em Severínia, na noite de domingo, 19, enquanto dirigia um veículo VW Golf branco pela Rua Esmeralda Duarte da Silva e outro motorista, Wesley Henrique Pereira Luis (um rapaz de 19 anos de Olímpia que estava com dois menores em um gol antigo) parou ao lado do carro, o ameaçou e disparou contra ele. Um dos tiros atingiu a nuca do motorista, que perdeu o controle do veículo e bateu em uma árvore que estava na calçada.

Moradores acionaram a polícia e o resgate municipal. O motorista baleado foi socorrido e encaminhado para o Pronto Atendimento da cidade, porém pela gravidade dos ferimentos precisou ser transferido para Santa Casa de Barretos onde permaneceu até seu falecimento na tarde de terça-feira, 21.

Didi deu entrada na Santa Casa de Barretos, segundo familiares, com suspeita de que a bala estaria alojada na nuca, mas na tomografia foi constatado que a bala não estava alojada e que havia saído. Didi foi operado para que fosse feita a limpeza e a remoção dos estilhaços. Na terça-feira acabou não resistindo aos ferimentos e veio a óbito.

“Centenas de amigos
 chegaram a fazer
uma corrente
de oração”.


Na segunda-feira, centenas de amigos de Didi ainda acreditavam que ele conseguiria reagis e até se postaram em rua próxima de onde ele morava e fizeram uma corrente de oração para que ele se recuperasse.

O fato aconteceu por volta das 19h30 do domingo, 19, em Severínia, mas o Boletim de Ocorrência foi lavrado por volta da 01 hora, já na madrugada da segunda-feira, 20 na Delegacia Seccional de Barretos, onde funciona o Plantão da Polícia Civil da região.

Segundo o BO os PMs Cabo Urias e o Soldado Apparicio compareceram naquela Unidade Policial conduzindo preso o indiciado Wesley Henrique Pereira Luis, informando que no dia 19 de julho, por volta das 19:30 horas, foram informados que na Rua Esmeralda Duarte da Silva, nº 61, Centro, na cidade de Severínia, a vitima Sandro Lucas Alves da Silva tinha sido atingida por um disparo de arma de fogo.

No local, continua o histórico do BO, a vítima com ferimento na nuca estava sendo socorrida, ainda consciente, mas não conseguia dizer nada sobre os fatos, sendo levada para o PS de Severínia e encaminhada para Santa Casa de Barretos em estado grave. Ainda no local foram informados que a vitima estava no veículo VW/Golf, quando no local dos fatos, um veículo VW/Gol, modelo quadrado, cor cinza, tinha parado ao lado e efetuado o disparo, em seguida, evadido.

“Após os seis disparos
com um tiro atingindo
a nuca da vítima,
Sandro acabou
batendo o carro
em uma árvore”.


Ainda enquanto estavam no local, aguardando a pericia, visto que o veículo VW/Golf, andou um pouco e colidiu em uma árvore e no veículo tinha perfurações de disparo de arma, receberam a informação, da Policia Militar de Olímpia, que a pessoa de nome Cristofer Mateus Teixeira Inácio relatava que tinha emprestado o veículo VW/Gol, de cor cinza, para um amigo de nome Wesley, morador da cidade de Olímpia/SP.

Os policiais contaram que foram até a residência de Wesley, que não foi encontrado, estando na casa de familiares, onde foi localizado, na companhia do irmão W e do primo H. Indagado a respeito, Wesley alegou que estava sendo ameaçado de morte por Sandro, sob alegação que tinha "ficado" com a ex-namorada de Sandro e que Sandro teria em uma festa "sacado" uma arma para ele; então, resolveu ir até a cidade de Severínia para matá-lo, confessando que pegou o veículo VW/Gol emprestado.

Nada dizendo ao proprietário Cristofer sobre o que pretendia, foi até a cidade de Severínia com o irmão e o primo, sem que estes também soubessem o que pretendia, sendo que ao ver Sandro, pediu que o primo fosse para o banco traseiro e ao parar o veículo VW/Gol, ao lado do veículo de Sandro, sacou a arma, um revolver, calibre 38 e efetuou 06 disparos contra Sandro, acreditando ter acertado apenas um e em seguida, evadiu-se do local.

“Wesley disse que
adquiriu arma em
Rio Preto e jogou
fora depois
dos disparos

 

Os policiais disseram ainda que indagaram o acusado sobre a arma e Wesley disse ter adquirido na cidade de São José do Rio Preto, há muito tempo e que após efetuar os disparos, teria jogado a arma fora.

Foi dada voz de prisão a Wesley que não resistiu, sendo conduzido ao Plantão Policial, onde a esta foi ratificada e determinado que Wesley fosse submetido a exame residuográfico realizado pelo IC de Barretos, bem como solicitado exame pericial no local e no veículo VW/Golf.

O indiciado solicitou que os familiares fossem avisados, o que foi providenciado. Em seguida determinou o registro do presente Auto de Prisão em Flagrante de Delito, pelo crime de Tentativa de Homicídio, infringindo, em tese, os Artigos 121, § 2º, II cc 14, II ambos do CP.

Tratando-se de crime inafiançável na esfera policial, deixou de ser arbitrada fiança criminal e o indiciado recolhido na Cadeia Anexa a Delegacia Seccional de Policia de Barretos e será posteriormente encaminhado para a Cadeia Pública de Colina.

O autor, agora, com a morte da vítima, deverá responder por homicídio qualificado.


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
04 de Agosto, 2020
Na terça Olímpia bateu outro recorde absoluto de casos de covid-19: 70 em 24 horas além de mais uma morte - 193
04 de Agosto, 2020
Cidade em Destaque de terça-feira, 04, teve como tema principal a 11ª morte por covid-19 e a situação da pandemia em Olímpia. - 73
04 de Agosto, 2020
Olímpia registra a 11.ª morte por Covid-19, a primeira em agosto - 210
03 de Agosto, 2020
Olímpia inicia a 1.ª semana de agosto com mais 68 casos de covid-19 e 21 pacientes internados - 205
03 de Agosto, 2020
Cidade em Destaque de segunda-feira, 03.08, comentou mais uma morte na Santa Casa, o funcionamento do gripário e a situação da pandemia. - 134


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       








Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites