iFolha - SITUAÇÃO INSUSTENTÁVEL! CPFL não consegue atender com qualidade as necessidades de energia da Olímpia turística.

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 16 de Agosto de 2018
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 15/08/2018
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Canal da Nicole
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 12 de Fevereiro, 2018 - 00:00
SITUAÇÃO INSUSTENTÁVEL! CPFL não consegue atender com qualidade as necessidades de energia da Olímpia turística.

JOSÉ ANTÔNIO ARANTES

Interrupções e piques constantes, longos tempos sem energia e até Boletins de Ocorrências registrados na delegacia local para garantir direitos de pousadas e de particulares que acabam tendo prejuízo com longos tempos de ausência de energia. Sem contar os constantes piques que levam até a queima de fontes e outros sistemas elétricos.

A verdade é que a concessionária de energia elétrica CPFL – Companhia Paulista de Força e Luz não está conseguindo atender a Olímpia Estância Turística que, principalmente nos finais de semana, feriados e períodos de temporada acaba tendo aumento populacional em média de até 40%.

Não existe outra saída, mesmo em meio a um período turbulento e de eleições, será preciso que o prefeito Fernando Cunha, com urgência volte suas baterias para realizar um trabalho político junto à concessionária CPFL – Companhia Paulista de Força e Luz para que os problemas sejam resolvidos e que o município tenha um fornecimento constante de energia mesmo nos períodos em que a cidade esteja com picos de visitantes.

Outra saída é a tentativa de se procurar a justiça para resolver o problema também de modo geral que pode ser estudada como tentativa de tentar, através dos interesses coletivos, difusos e individuais homogêneos, obrigar a concessionária a fornecer energia constante e de qualidade.

Na sexta-feira a região central da cidade com vários piques de fornecimento, entre as 16h30 até quase 18 horas, tendo interrupções que chegavam a demorar até 10 minutos, inviabilizando muitas atividades comerciais.

Mas esta situação está sendo verificada em várias regiões da cidade e, quando o consumidor tenta encontrar uma explicação esbarra na falta de atendimento local e se vê obrigado a ser atendido pelos sistemas infor­ma­tizados de inteligência artificial. Ou seja, tem que conversar com máquinas que não conseguem dirimir suas dúvidas.

A mesma situação se verifica no caso de fornecimento de internet e telefonia pelas grandes operadoras.

Uma cidade turística não pode viver sem os equipamentos necessários para atender visitantes e população.


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
15 de Agosto, 2018
Xande é preso por tráfico e denunciado como o autor do roubo de R$ 150 mil da AFPMO - 195
15 de Agosto, 2018
Menor é espancado por seguranças e servente sofre traumatismo craniano - 210
15 de Agosto, 2018
HB20 foi incendiado e moto e bolsa furtados em noite movimentada no Recinto do Fefol - 114
15 de Agosto, 2018
Diretor de escola de samba é preso por tráfico durante o Fefol - 218
13 de Agosto, 2018
Hugo Moura está faturando em presença vip - 85


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       






























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites