iFolha - Tenente Correia, grande homem, grande nome, comemorou data festiva

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 26 de Fevereiro de 2020
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 23/02/2020
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Cidade em Destaque
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 26 de Janeiro, 2020 - 19:31
Tenente Correia, grande homem, grande nome, comemorou data festiva

Em razão das atribula­ções do período natalino e de final de ano, este jornal deixou de reverenciar o natalício do sempre estimado Antonio Martins Correia, também conhecido como Sargento Correia, figura pública expoente da política e do Direito.

Sempre é tempo para anunciar aos leitores que o dia 29 de dezembro marca a vinda ao mundo deste ser humano fantástico, ex-comandante do destacamento da Policia Militar local e que hoje empresta enorme brilho ao cenário jurídico e às discussões políticas, com sua enorme capacidade de síntese e compreensão de mundo.

Ao Tenente Correia, que construiu sua história com fé, empatia e respeito a princípios caros à construção de uma sociedade justa e honesta, o desejo de felicidade do corpo administrativo deste jornal. 

Tenente Correia comemorou a data festiva recebendo os cumprimentos de sua esposa Sizué, dos filhos Clewerson e Hamilton e da neta Maria Eduar­da, além dos inúmeros a­migos.

Que venham muitos outros dezembros de alegria e esperança pra ele e para os que o cercam de carinho.


Comentários - 1
Dourado
Publicado em 20 de Novembro, 2017

Esta é uma conversa acomodada, bizantina, pra não dizer enganosa. Faz meio século que as autoridades olimpienses se desculpam com a população esclarecendo que os problemas de fornecimento de água estão relacionados com a rede que é antiga, à base de canos de metal, hoje retrógrados e impróprios. Desde 1969, quando atuava pela Radio Difusora, sob o comando de J.C. Seno e mesmo durante a direção de Silva Filho, que nós, daquela emissora, denunciamos várias vezes e amos que já estava ficando tarde para a troca de toda a rede de distribuição de água, que já apresentava uma série de problemas de fornecimento. Naquela época, se não me engano, ainda não se falava em novas tecnologias, mas já começavam a aparecer pelo mundo, estudos, trabalhos, seminários... e denúncias de cientistas sobre os graves problemas que as populações urbanas poderiam sofrer, ao longo das próximas décadas, se medidas educativas (preventivas) de aprimoramento do uso da água não fosse tomadas pelos governos. No caso de Olímpia, como soe poderia acontecer nesta esquecida e vilipendiada menina-moça, as medidas forem sempre paliativas e apenas com intuito de mascarar e engambelar o cidadão; as desculpas sempre foram as mesmas e repetidas como já foi dito acima. Derrubaram árvores centenárias (como aquela Mangueira que era nosso ponto, no cruzamento das vicinais NatalDiógenes Breda, só para facilitar a entrada de um resort de praias artificiais), construiram arcos na entrada da cidade, acesso de 1º mundo (menos!) para o Thermas, apoiaram times de futebol (sem nenhum propósito a não ser facilitar a predação de recursos públicos), choraram por uma alcunha de cidade turística e outras superficialidades que sequer o cidadão presta atenção, mas em nenhum momento dedicaram atenção e recursos para capacitar a cidade de infra-estrutura necessária para garantir o STATUS que tanto almejavam. Como diz o ditado latino Asinus asinum fricat, durante todos esses anos, as autoridades constituídas pelo voto, apenas se esfregaram uns nos outros, seguidamente, dando um olé no cidadão que, hoje, desarmado da proteção das instituições que deveriam lhe dar guarida, corre o risco (mal ainda não superado no sec. XXI nestas pequenas cidades provincianas) de ser espezinhado e ridicularizado pelos seus conterrâneos, indiferentes e analfabetos em seus direitos constitucionais. Como sentenciou Steve Connor (The Independent, London) nossos tataranetos poderão ser beneficiados com este planejamento (que esta conversa bizantina anunciou) mas não as populações atuais. Como diria minha saudosa sogra (Dª Amélia) ai já teria morrido o burro e o tocador do burro.

 
Ultimas Noticias
23 de Fevereiro, 2020
Prefeito vai para a Grécia e vice vai assumir prefeitura por uma semana. - 160
23 de Fevereiro, 2020
Jovem posta vídeo criticando reforma da “fonte luminosa” e recebe críticas por desinformação. - 213
23 de Fevereiro, 2020
Olímpia pode trazer um meia colombiano e volante goiano - 263
23 de Fevereiro, 2020
Olímpia empata com Marília e mantém “briga” pela vaga - 179
23 de Fevereiro, 2020
Autônomo é preso na Av. Manoel Cunha portando um celular furtado - 285


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       














Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites