iFolha - Tribunal de Contas encontra veículos sucateados em garagem da Prefeitura

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 25 de Setembro de 2017
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 25/09/2017
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Social
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Coluna do Ivo
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Olímpia FC - TV
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 07 de Maio, 2017 - 13:01
Tribunal de Contas encontra veículos sucateados em garagem da Prefeitura

Uma fiscalização realizada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), encontrou três veículos sucatea­dos que estavam estacionados na garagem da Prefeitura Municipal de Olím­pia. Além de estarem sem condições de utilização, os mesmos também estariam com as documentações irregulares. A informação consta em um relatório que o órgão divulgou na quarta-feira desta semana, dia 3.

Trata-se do resultado de fiscalizações que abrangeu 20 cidades da região de Rio Preto. O documento mostra que a maioria dos municípios mantém veículos sucateados em suas garagens.

De acordo com o levantamento feito pelo órgão de fiscalização, 65% de 248 órgãos públicos municipais e estaduais apresentaram irregularidades. Rio Preto não aparece na fiscalização.

“Entre as entidades visitadas que possuem registro atualizado sobre as condições das frotas, quase 40% têm carros sem uso, à espera de conserto. Mais de 10% desses órgãos ainda possuem meios de transporte com documentação irregular. Foram inspecionados veículos utilizados por prefeituras, Câmaras, secretarias estaduais, unidades do Corpo de Bombeiros e viaturas de uso do policiamento de trânsito”, consta em nota do TCE.

Em quase metade dos pátios e garagens checados, os técnicos do tribunal também constataram a existência de pontos que possibilitam a disseminação de doenças como a dengue. Foram encontrados pneus e sucatas abandonados, muitos com água parada.

De acordo com o TCE, 206 entidades municipais e 42 estaduais participaram da fiscalização, que ainda encontrou veículos sem equipamentos obrigatórios, sem seguro e com peças extraviadas.

“Outra constatação é de que muitos departamentos não controlam o consumo de combustível dos carros e o acesso de pessoas às garagens e não possuem sistema de segurança”, afirma a nota. Neste ano, o TCE já realizou duas fiscalizações de surpresa para constatar possíveis irregularidades. Desta vez, o objetivo foi encontrar falhas na gestão da frota. As fiscalizações antecedem o julgamento das contas dos gestores públicos de 2016 e aqueles que assumiram cargo em janeiro de 2017.

Segundo o TCE, em março, ocorreu a primeira fiscalização em unidades de saúde. “Com essas iniciativas, o Tribunal pas­sa a verificar não só a legalidade, mas também a qualidade do gasto dos recursos públicos. Outras vistorias em áreas consideradas prioritárias serão executadas até o final do ano”, consta em outro trecho da no­ta. Não há avisos prévios das fiscalizações realizadas pelo TCE.

Além de Olímpia, entre as cidades na região que passaram pelo pente-fino estão Bady Bassitt, Barretos, Bebedouro, Catanduva, Dolcinó­polis, Fernandópolis, Guapia­çu, Ilha Solteira, Jales, José Bonifácio, Mirassol, Nhandea­ra, Novais, Novo Horizonte, Ouroeste, Pereira Barreto, Pon­tes Gestal, Tanabi e Urânia.

OUTRO LADO

A Prefeitura Municipal de Olímpia, por meio da secretaria de Administração, esclarece que os veículos em questão são objetos de apreensão e foram doados pela União ao município há cerca de cinco anos.

No total, Olímpia recebeu cinco carros, no entanto, apenas dois, que estavam em condições viáveis de uso, foram regularizados e consertados ficando os demais estacionados no pátio da Prefeitura sem utilização, devido também ao alto custo do conserto. Diante das más condições dos patrimônios, os dois veículos, após serem utilizados por um tempo, foram vendidos em leilão realizado no ano passado.

Com relação aos outros três, a Prefeitura informa que já solicitou ao Detran a consulta da atual situação de documentação dos carros e aguarda retorno para tomar as providências cabíveis.


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
25 de Setembro, 2017
TJ nega liberdade para funcionário de Euripinho envolvido no tiroteio - 245
24 de Setembro, 2017
Briga entre ruralistas quase termina em morte e um boi teve que ser sacrificado - 701
24 de Setembro, 2017
Menina de 2 anos passa final de semana em Olímpia e volta com sinais de abuso - 340
24 de Setembro, 2017
Contribuintes devem R$ 55 milhões em impostos e taxas - 88
24 de Setembro, 2017
Prefeitura regulariza taxistas que recebem adesivos de identificação - 94


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       
































Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites