iFolha - UBS Dalva Ayusso estava com lâmpadas queimadas

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 16 de Dezembro de 2017
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 13/12/2017
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Social
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Coluna do Ivo
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Olímpia FC - TV
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 09 de Abril, 2017 - 21:56
UBS Dalva Ayusso estava com lâmpadas queimadas

Uma situação constrangedora foi vivenciada pela reportagem desta Folha no início da manhã de quin­ta-feira, dia 6, quando flagrou várias lâmpadas queimadas no interior da Unidade Básica de Saúde (UBS) Dona Dalva Fer­nan­des Moreda Ayusso, localizada na Rua Theo­domiro Joaquim Biten­court, no Jardim Paulista, também conhecida por UBS do Campo Belo, na zona leste de Olímpia. O fato foi constatado pelo repórter que procurou o local para passar por uma consulta médica.

A situação começou a ser percebida porque se tratava de uma manhã chuvosa e mais escura que o normal. O que a reportagem verificou enquanto aguardava no saguão da UBS, foram várias funcionárias se revezando na tentativa de acender as lâmpadas que não respondiam.

Além disso, o médico que atendeu ao repórter em uma sala minúscula que, inclusive não tem co­mo fechar a porta corretamente porque não há o local adequado (buraco) no batente de madeira para acomodar a lingueta da fechadura, explicou que te­ve que mudar para essa salinha por falta de iluminação adequada na sala onde atenderia normalmente.

A situação verificada nessa UBS foi comunicada à assessoria de imprensa da Prefeitura que respondeu através de uma nota em nome da Secretaria Municipal de Saúde.

OUTRO LADO

De acordo com a secretaria de Saúde, não há (haveria) lâmpadas queimadas no local. Segundo a gerência da Unidade, quando está muita claridade (não era o caso), eles não acendem todas as lâmpadas.

Já a sala do médico também não está (estava) sem iluminação, ocorre que ele quis mudar de sala porque a lâmpada que tem lá é incan­descente e não fluorescente como ele prefere.

Entretanto, ao final a nota esclarece: “Cabe ressaltar que está sendo feita a readequação elétrica e lógica das Unidades de Saúde, bem como o levantamento das equipes necessárias para a efetiva implantação do prontuário eletrônico, o que implica diretamente em um melhor atendimento”.


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
13 de Dezembro, 2017
Daemo assina contrato para perfuração e reestruturação de poços - 101
13 de Dezembro, 2017
Programação cultural do Natal Encantado continua nesta quinta - 84
13 de Dezembro, 2017
Jurista Luiz Flávio Gomes faz palestra na Casa do Advogado nesta quinta-feira - 111
13 de Dezembro, 2017
Trabalhador fica assustado ao saber de dívida de R$ 200 mil em loja de eletrodomésticos - 617
13 de Dezembro, 2017
Estelionatário vende panela por R$ 100, mas cobra R$ 1000, no cartão de crédito - 404


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       






























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites