iFolha - Um mundo lúdico em “O Sétimo Guardião”

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 24 de Outubro de 2018
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 22/10/2018
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Canal da Nicole
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 01 de Outubro, 2018 - 11:56
Um mundo lúdico em “O Sétimo Guardião”

Bruno Gagliasso e Marina Ruy Barbosa são os protagonistas de “O Sétimo Guardião”, vivendo os personagens Gabriel e Luz / João Cotta-RG




Lilia Cabral viverá a personagem Valentina Marsalla, famosa empresária do ramo de cosméticos que tem seu passado ligado a Serro Azul, cidade fictícia de “O Sétimo Guardião” / João Cotta-RG

 

 

 

E as gravações da nova novela das nove, que tem a missão de substituir “Segundo Sol”, estão bem adiantadas. “O Sétimo Guardião” marca a volta de Aguinaldo Silva ao realismo mágico. A trama, que tem direção artística de Rogério Gomes, vai mostrar que alguns lugares guardam grandes histórias e que, com elas, muitos mistérios podem estar escondidos. Resta saber até quando cada um é capaz de guardar um segredo. “Ao longo de minha carreira como autor consegui construir um território ficcional. Volto, desta vez, ao realismo mágico, em que transitei algumas vezes. Agora, em uma cidade que já foi citada em outras novelas minhas, mas que até então nunca havia aparecido: Serro Azul”, conta Aguinaldo Silva.

À primeira vista, Serro Azul pode parecer apenas mais uma típica cidade do interior, pacata e cercada por montanhas, onde avanços tecnológicos como Internet e telefonia celular ainda não chegaram. Um lugar pelo qual quem passa não dá muita atenção, sem saber o que está perdendo, afinal, uma cidade que é vizinha de Greenville e Tubiancanga não poderia deixar de ter suas peculiaridades. A principal delas é uma fonte com propriedades curativas e rejuvenescedoras, que é a parte mais externa de um gigantesco aquífero, uma enorme reserva daquilo que a cada dia se torna o bem mais precioso da Terra: a água. Essa fonte é protegida por sete guardiães que têm como missão garantir que essa riqueza não chegue às mãos erradas.

Todo esse universo de Serro Azul será ambientado numa cidade cenográfica construída nos Estúdios Globo. Com 18 mil metros quadrados, o espaço tem 38 edificações, 27 delas com interior utilizadas pelos personagens. “Queremos reproduzir uma verdadeira cidade do interior, com a praça, a igreja, a prefeitura...”, conta o diretor artístico Rogério Gomes. A fonte protegida pelos guardiães também está sendo construída. São seis metros de queda d’água dentro de uma gruta cenográfica de mais de mil metros quadrados. “Esperamos alcançar o efeito de grandiosidade que o segredo da fonte pede”, torce o diretor.

As gravações da novela começaram no final de julho, no Rio de Janeiro, e já passaram por São Paulo, onde foram feitas cenas numa casa no Morumbi e na Avenida Paulista, e depois a equipe seguiu para Minas Gerais, onde gravou na região da Serra da Canastra. Agora, as gravações seguem em externas pelo Rio de Janeiro. “No início, parte da trama se passa em São Paulo, depois todos os personagens vão para a fictícia Serro Azul, que estará toda concentrada aqui na cidade cenográfica. Em Minas, gravamos alguns stock shots”, explica Rogério Gomes.

“Esta novela tem um lado lúdico muito forte. É como abrir uma janela para aquele mundo que gostaríamos de ver”, conta Aguinaldo. “Busco essas histórias na minha infância. Eu nasci e me criei em Carpina, em Pernambuco, que é uma cidade como Serro Azul e todas as outras presentes em minhas novelas ”, revela ainda o autor.
Os sete guardiães, responsáveis por proteger a fonte, são pessoas que, aparentemente, levam uma vida comum: o prefeito Eurico (Dan Stulbach), o delegado Machado (Milhem Cortaz), o médico Aranha (Paulo Rocha), o mendigo Feliciano (Leopoldo Pacheco), a cafetina Ondina (Ana Beatriz Nogueira), a esotérica Milu (Zezé Polessa) e Egídio (Antônio Calloni), o guardião-mor. Escolhidos através de um ritual secreto, eles são substituídos a cada vez que um morre. Sempre por perto dos guardiães está Léon, o gato de Egídio. Alguns comentam que o animal tem poderes. Outros se arriscam a dizer que ele não é apenas um gato. Quem também tem uma ligação muito forte com Léon é Luz (Marina Ruy Barbosa). A jovem, recém-formada professora, foi criada pelo avô, Sóstenes (Marcos Caruso), como uma menina comum. Luz sabe, no entanto, que esse adjetivo não se aplica a ela. Desde pequena, tem sonhos enigmáticos, alguns deles são visões de algo que está prestes a acontecer. Além disso, Luz se entende com o gato através do olhar. E é justamente a partir de León – ou melhor, de seu desaparecimento – que a história de “O Sétimo Guardião” começa a ser contada. Quando Egídio percebe que o animal sumiu, logo trata de avisar aos outros guardiães, pois sabe muito bem o que isso significa: Léon foi em busca daquele que ocupará o posto de guardião-mor após a sua iminente morte.

Já em São Paulo, Valentina Marsalla (Lilia Cabral), famosa empresária do ramo de cosméticos, só pensa no casamento de seu único filho, Gabriel (Bruno Gagliasso). O rapaz nem imagina, mas, na juventude, Valentina foi abandonada no altar por Egídio e fugiu de Serro Azul jurando nunca mais voltar. Assistir ao filho dizer “sim” seria uma maneira de ver o sonho do casamento realizado e, ao mesmo tempo, garantir o futuro de seus negócios, já que Gabriel se tornaria genro do poderoso Olavo de Aragão Duarte (Tony Ramos). Porém, subitamente e sem dar explicações, o rapaz desiste de subir ao altar com Laura (Yanna Lavigne) e vai embora, para desespero de Valentina. O que ela não sabe é que horas antes León esteve em São Paulo diante de seu filho.
Em uma manobra misteriosa do destino, Gabriel dirige rumo a Serro Azul, sem nunca ter sequer ouvido falar da cidade. Chegando lá, a primeira pessoa a cruzar seu caminho é Luz. Em pouco tempo, os dois percebem que estão ligados pelo amor. Disposto a viver esse sentimento, Gabriel será capaz de enfrentar até mesmo a fúria de sua mãe. O casal só não imagina que vai se deparar com um obstáculo ainda maior. “Gabriel, para assumir seu posto de guardião-mor da fonte, terá que fazer uma escolha”, adianta o autor. 
Com certeza, a trama de “O Sétimo Guardião” vai prender a atenção do telespectador!


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
22 de Outubro, 2018
Os olhos na mira da beleza - 39
22 de Outubro, 2018
O CD Espelho da Vida chegou nas lojas - 36
22 de Outubro, 2018
O filme Custódia chegou nas locadoras - 39
22 de Outubro, 2018
Sobremesa de Banana da Naná - 44
22 de Outubro, 2018
Compota Quente de Frutas - 50


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       






























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites