iFolha - Vice-prefeito acredita que só isolamento pode evitar a superlotação da Santa Casa

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 30 de Março de 2020
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 30/03/2020
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Cidade em Destaque
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 22 de Março, 2020 - 16:29
Vice-prefeito acredita que só isolamento pode evitar a superlotação da Santa Casa

SEMANA AGITADA!        Não existe estrutura hospitalar no país que pode suportar o avanço rápido da doença.

Com prefeito em isolamento, vice teve que ajudar a alinhar as várias decisões tomadas durante a semana. CLIQUE E ASSISTA AO PROGRAMA NA ÍNTEGRA.

O vice-prefeito Fábio Martinez viveu duas semanas agitadas intercalando sua profissão de médico e as funções de diretor técnico da Santa Casa e a de vice ajudando o prefeito que está em isolamento voluntário após voltar da Grécia, para alinhavar as dezenas de decisões que foram tomadas durante a semana em razão da pandemia de Coronavírus que está chegando no município.

A semana começou com as primeiras medidas adotadas pelo executivo principalmente na área escolar, com a suspensão das aulas e também internas relacionadas ao funcionamento da prefeitura. Também participando das reuniões que culminaram com o fechamento dos parques aquáticos da cidade decidida na quarta-feira.

O COVID VAI CHEGAR EM OLÍMPIA. TEMOS QUE ESPAÇAR O CONTÁGIO

Neste dia, após a realização da reunião no Thermas o vice-prefeito esteve no estúdio da Rádio Cidade onde é gravado o programa Cidade em Destaque para falar sobre a situação da pandemia que está chegando em Olímpia.

“É importante dizer que o COVID vai chegar em Olímpia. Nós temos que achatar a curva de doentes pra que o sistema não arrebente. Se a gente conseguir com essas medidas que a Prefeitura tomou de suspensão de aula, suspensão de aglomerações, não vai conter a epidemia, mas vai espaçar o contágio e não arrebentar o sistema de saúde”, afirmou.

Martinez explicou que o problema quando a epidemia chega de uma vez é o número de leitos hospitalares, o número de respiradores. “A Santa Casa tem hoje sete leitos de UTI, mas tem nove respiradores. Tem uma emenda parlamentar pra compra de mais quatro, porque cada respirador custa 60 mil reais. Nós estamos acelerando o processo, mas não depende também da gente, depende da burocracia estatal”, contou.

SANTA CASA VAI AUMENTAR EM 25% OS SEUS LEITOS. MAS CONTINUARÁ COM NOVE RESPIRADORES

E complementou: “Uma medida efetiva, que nós tivemos uma reunião ontem com o provedor e com todos os membros do hospital, é que a obra que estava sendo feita da futura sala de atendimento ao trauma, com apoio financeiro da Prefeitura, foi acelerada pra que a gente use, num primeiro momento, como leito de apoio a epidemia do COVID-19. Então, nós vamos conseguir aumentar com essa sala e mais onde vai ser a futura hemodiálise, que nós vamos preparar também pra leitos, 25% da capacidade reservada do hospital.”

Sobre a questão da necessidade de isolamento, o médico destacou: “Esse que é o problema. Cada quarto hoje é  ocupado por dois pacientes, se chega um caso desse, ele é ocupado por um que tem que ficar isolado. Então, você tem uma redução de leitos no hospital e nós já vivemos uma situação limite de leitos. Essa ação da Santa Casa com a Prefeitura visa contrapor a isso. Nós vamos ter leitos bloqueados pelo isolamento, nós temos que tomar medidas efetivas pra ampliar o número de leitos e não deixar a população desassistida”.

“EU PEÇO ENCARECIDAMENTE QUE A POPULAÇÃO FAÇA A SUA PARTE”.

E continuou: “Outras medidas estão programadas, porque nós não sabemos como vai chegar, quando vai chegar, qual vai ser a evolução desses pacientes. A gente tem a experiência dos pacientes da Europa, da China, não temos ainda do país tropical. Nós estamos fazendo a nossa parte, estamos nos preparando. Eu peço encarecidamente pra população que faça a parte dela. Não precisa deixar de viver, mas os cuidados de lavar a mão, álcool em gel, evitar o contato próximo, evitar aglomerações. Se a população fizer sua parte, nós vamos conseguir achatar a curva de transmissão e nós vamos ter a capacidade do sistema de saúde suportar esses pacientes e curá-los”.


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
30 de Março, 2020
Sobrecoxa Recheada e Enrolada no Bacon - 29
30 de Março, 2020
Dia da Nutrição e Saúde - 28
30 de Março, 2020
Cuidando do seu aspirador de pó - 28
30 de Março, 2020
Sagitário; Fase boa para finalizar assuntos pendentes que não pareciam ter solução - 26
30 de Março, 2020
Sorria; Três desejos - 23


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       














Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites