09 de janeiro | 2022

Campanha #pagaeu e ameças presenciais e pelo “Facebook” de ex-funcionária vira caso de Polícia

Compartilhe:

As ofensas estariam acontecem nas redes sociais e também,
presencialmente, em pleno centro da cidade.

 

Alegando estar sendo difamada e ameaçada ECR, de 50 anos, denunciou sua ex-funcionária DB, em boletim de ocorrência registrado na delegacia de polícia de Olímpia. A ex-patroa afirma que quase foi agredida em plena Praça Rui Barbosa.

A denúncia foi feita na quinta-feira, 06, onde E. declara que era proprietária de um estabelecimento comercial em Olímpia e que DB era sua funcionária, a qual, depois de encerrar suas atividades no estabelecimento, impetrou uma ação trabalhista, vindo a ser vencedora na demanda judicial que está em processo de execução.

De acordo com a ex-comerciante, a ex-funcionária a vem perseguindo de forma incessante, vindo há alguns meses a realizar postagens ofensivas na rede social Facebook, colocando o seu nome, chamando-a de caloteira, realizando uma campanha, com a denominação #pagaeu.

Contou E. na polícia que possui um trabalho social de confecção e entregas de marmitas, oportunidade que uma amiga realizou uma live no Facebook para divulgar a ação social. Foi quando a ex-funcionária passou a enviar vários comentários na live, vindo a difamá-la, a chamando de caloteira, pedindo que lhe pagasse os seus direitos trabalhistas.

NA PRAÇA RUI BARBOSA

A comerciante também relatou na polícia que na quarta-feira, 05, por volta das 13 horas, quando estava na Praça Rui Barbosa, foi empurrada por DB, que passou a gritar que ela era caloteira para todas as pessoas presentes. A ex-funcionária ainda teria tentado agredi-la, só não conseguindo porque foi contida por populares.

Compartilhe:

Comentários

Os comentários não representam a opinião do iFolha; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Você deve se logar no site para enviar um comentário. Clique aqui e faça o login!

Ainda não tem nenhum comentário para esse post. Seja o primeiro a comentar!

Mais lidas