28 de Março | 2021

O medo e a insegurança não ceifarão o grito das letras mesmo tingidas pelo fogo ou manchadas pelo sangue

“Como é possível, após 62 anos tentando enxergar o próprio mundo e o mundo exterior, meses e meses estudando e tentando praticar o amor incondicional, sentir-se impotente, prostrado, inerte diante de uma situação de risco de morte que lhe é imposta pelo ódio, pelo interpretar obtuso, pelo extremismo, pela intolerância. Talvez tudo isso seja a…

LEIA MAIS Compartilhe:

14 de Março | 2021

Estado de sítio, toque de recolher ou lockdown? Ou muita firula para confundir a mente mal formatada da população

“Quando uma nação se divide entre quem não enxerga e quem apenas pode ver, a escuridão se instala e o povo deixa de viver em sociedade, com cada um defendendo seus próprios interesses, não importando quanto de sangue tenha que rolar nas sarjetas da vida”. Mestre Baba Zen Aranes. O PRESIDENTE … … da república…

LEIA MAIS Compartilhe:

07 de Março | 2021

O pico da segunda onda ou a pior fase de toda a pandemia

“O dia vira noite tão rápido que não conseguimos nos aperceber. O presente, após um suspirar já se torna passado que, como uma fotografia, vai ficar amarelado em nossa imaginação. O futuro, temos a capacidade de imaginá-lo no presente e, embora também se dissipe num piscar de olhos, podemos tentar trabalhar a sua realização, traçando…

LEIA MAIS Compartilhe:

28 de Fevereiro | 2021

Olímpia chega aos 118 anos em meio ao caos e sem perspectivas de futuro

“Pior do que não ter o que comemorar é ter que aceitar que um ser minúsculo, microscópico , está corroendo as suas raízes, destruindo suas entranhas e você, inerte, prostrado, incapaz de resolver a situação. Esta é a Olímpia que chega aos 118 anos”. Mestre Baba Zen Aranes OLÍMPIA CHEGA, … … nesta terça-feira, 02…

LEIA MAIS Compartilhe:

21 de Fevereiro | 2021

O desabafo, o choro de quem tenta e não consegue enxergar o que está ocorrendo e o que poderá acontecer

“Talvez este seja o momento crucial.O início de um final que há muito estava previsto. Ou apenas o começo de uma nova realidade, mais cruel, mais mortal e para a qual ninguém foi preparado para viver”. Mestre Baba Zen Aranes.   GENTE, SOU RÉU, CONFESSO! … … Confesso pra vocês que nunca passei uma semana…

LEIA MAIS Compartilhe:

14 de Fevereiro | 2021

O obscurantismo de uma cidade de coronéis e escravos apedeutas

“O triste é perceber que se mudam as cores, muda-se o habitat, muda-se o sistema, muda-se o cenário, mas a escravidão continua a mesma. Pior ainda é enxergar que a fórmula atual faz com que o próprio escravo defenda o seu estado de escravidão”. Mestre Baba Zen Aranes.   SE JÁ ERA ASSUSTADOR … ……

LEIA MAIS Compartilhe:

07 de Fevereiro | 2021

Caminhamos para um futuro incerto e não sabido? Como será o amanhã?

“Muito pior do que não saber e não ter a capacidade de tentar enxergar o que pode acontecer é ficar inerte aguardando que o mundo se transforme sozinho no paraíso que cada um deseja para si”. Mestre Baba Zen Aranes.   CLARO, ÓBVIO, … … elementar meu caro leitor, que a capacidade de prever o…

LEIA MAIS Compartilhe:

31 de Janeiro | 2021

Olímpia ainda está na fase vermelha ou já amarelou?

“Quando a maioria não consegue enxergar a realidade e fantasia a própria existência, tempestades se avizinham, o caos pode se instalar”. Mestre Baba Zen Aranes PRA COMEÇAR … … bem ou mal, vamos parodiar Jorge Bem Jor: “Moro numa cidade tropical, abençoada por Deus; E bonita por natureza (mas que beleza); Em fevereiro tem carnaval;…

LEIA MAIS Compartilhe:

24 de Janeiro | 2021

Em tempos de guerra impõe-se o toque de recolher

“Se os membros de uma sociedade não têm um sistema que os faça enxergar as coisas com clareza e, com isso, começam a criar situações de risco para todos, justificar-se-ia, então, o uso da exceção, da violência, contra esse próprio povo?”. Mestre Baba Zen Aranes.   EMBORA, LITERALMENTE, … … não seja o mesmo mecanismo,…

LEIA MAIS Compartilhe:

18 de Janeiro | 2021

Os Fantasmas da Covid-19 e do despertar das bestas continuarão a vagar por muito tempo?

“Como beber dessa bebida amarga; Tragar a dor, engolir a labuta. Mesmo calada a boca, resta o peito; Silêncio na cidade não se escuta; De que me vale ser filho da santa; Melhor seria ser filho da outra; Outra realidade menos morta; Tanta mentira, tanta força bruta. Pai, afasta de mim este cálice, de vinho…

LEIA MAIS Compartilhe:

1 2 3 34